Como conseguir um estágio em Computação na Nuvem?

Felipe Cortinas
Comunicador, jornalista, documentariasta e analista de marketing. Especializado em SEO e em estratégias de marketing inbound.Experiência como social media e criação de designs e vídeos em campanhas publicitárias.Gerenciamento de campanhas de Google Ads e SEO Local. Criação de sites e lojas online.Fotógrafo de eventos, videomaker e documentarista.
1

Para conseguir um estágio em Computação na Nuvem, o mais importante é estar cursando uma graduação na área e estar disposto a aprender, na prática, a experiência profissional.

Primeiramente, para aumentar as chances de conseguir um estágio durante a graduação, recomendamos aos iniciantes que busquem conhecimentos e certificações online. Além disso, a criação de um portfólio também indica aos futuros empregadores quais áreas de conhecimento você domina.

Existem dois formatos de estágio em Computação na Nuvem: os remunerados e os não-remunerados. Ambos proporcionam experiência e desenvolvimento. Atualmente, no mercado de trabalho, as duas opções estão disponíveis aos estudantes, a depender do nível de qualificação e dos conhecimentos específicos de cada um.

Nesse sentido, várias universidades e escolas particulares oferecem cursos e certificados de Computação na Nuvem, além de programas de graduação em algumas faculdades.

Assim como o crescente número de empresas de Tecnologia da Informação (TI) que necessitam desse tipo de profissional para desenvolverem suas aplicações, as oportunidades de estágio no setor não param de crescer.

Em resumo, tudo o que você precisa é se preparar da melhor maneira para conseguir entrar em uma ótima empresa ou startup. Temos quatro valiosas dicas que podem lhe dar vantagem na hora de conseguir um estágio em Computação na Nuvem. Confira!

1. Aumente – ou potencialize – sua rede de contatos

Como você já deve saber, para conseguir qualquer posição em uma empresa de tecnologia, é necessário criar conexões no LinkedIn com indivíduos e empresas da sua área. Você pode, também, criar alertas de vagas para estágio em Computação na Nuvem. Dessa forma, você terá mais noção do que é exigido do funcionário no mercado de trabalho, assim como as linguagens de código de programação exigidas para o cargo.

Uma das formas mais eficazes de conseguir qualquer posição em uma empresa de tecnologia é através de uma indicação. A mesma pode ser feita por um professor, um ex-aluno, ou por alguém que você conheça que trabalhe na empresa.

Portanto, sugerimos que você alavanque sua rede já existente e então comece a buscar novas conexões. Se você ainda não possui um perfil no LinkedIn, sugerimos que você crie um imediatamente. Caso precise de ajuda para criar seu perfil, procure os professores de seu curso ou faculdade.

Outras plataformas que podem ajudá-lo a conseguir um estágio online estão disponíveis. Algumas universidades possuem sistemas próprios nos quais você consegue deixar seu currículo ou portfólio disponível para diversas empresas visualizarem.

Por fim, você pode aproveitar as vantagens das mídias sociais, certificando-se de seguir as empresas onde você gostaria ou sonha em trabalhar. Boa parte das organizações publica informações sobre novas oportunidades de estágios em seus perfis. Um estágio em Computação na Nuvem pode estar por lá!

2. Prepare-se para entrevistas com o RH das empresas

A realidade é uma só: os estágios em Computação na Nuvem dificilmente caem no colo. Por essas e outras, recomendamos que você tome a iniciativa se candidatando a vagas por telefone, e-mail ou mesmo por mensagem no LinkedIn.

Embora muitas pessoas hesitem ao entrar em contato com alguma empresa, quando bem feito, normalmente é eficaz. Os resultados acontecem por causa da iniciativa, dificilmente ocorrem por culpa da sorte.

Nossa sugestão, para que você tenha sucesso em seu contato e consiga arrumar uma entrevista, é manter um tom cortês, conciso e sem enrolação. Ou seja, vá direto ao ponto. Apresente-se de forma resumida, informe sobre a carreira que você está prestes a começar e demonstre como será sua trajetória profissional.

Além disso, exponha suas especialidades e afinidades úteis ao estágio remunerado. Como a área da Computação na Nuvem possui diversos processos, informar quais linguagens você entende e mostrar seus projetos realizados durante o curso farão toda a diferença.

Ademais, uma boa dica é ficar atento às notificações do LinkedIn. Por esse meio, as pessoas relatam quando conquistam um marco recente, como uma promoção ou o tempo de permanência em alguma corporação. Pratique o ato de felicitar as pessoas como forma de “quebrar o gelo” e criar proximidade. Assim, quem sabe, você consiga uma indicação.

3. Pergunte aos profissionais da área sobre suas carreiras

Uma das melhores formas de saber como conseguir um estágio em Computação na Nuvem é perguntando sobre isso a algum profissional da área. Você pode entrevistar a pessoa para saber como ela conseguiu chegar lá.

Isso é bastante eficaz, pois, a maioria dos profissionais fica lisonjeada quando questionada sobre o início de suas carreiras.  Também é o caso de muitos ex-alunos que auxiliam as gerações futuras. Se você fizer as perguntas certas e demonstrar interesse real, esse profissional poderá se tornar uma conexão para seu estágio.

Esses questionamentos podem acontecer através das mídias sociais, do LinkedIn, em um café e até mesmo por telefone. Logo, diga que você busca conhecimentos de alguém da área e algumas dicas para conseguir um bom estágio. Nessas conversas, busque os principais recursos para um bom estágio, como certificados obrigatórios e conhecimentos que farão parte da rotina na empresa.

4. Seja perseverante

Por fim, uma das dicas mais importantes sobre conseguir um estágio na área da tecnologia é nunca desistir até conseguir o primeiro. O setor de Computação na Nuvem está em crescimento exponencial e possui várias subáreas que possibilitam estágios. O tempo que pode levar para isso acontecer é o mesmo que o de um emprego comum.

A melhor forma de conseguir mais rápido um estágio é se inscrever em vários e manter a consistência. Um fator importantíssimo, principalmente no Brasil, é ter fluência em inglês. Isso se deve ao idioma dos códigos e linguagens do setor que, em sua maioria, são em inglês.

Busque sempre se adequar ao que o mercado exige com as informações passadas neste texto e boa sorte!

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.