Computação em Nuvem: como funciona?

Roberto Dezorzi
Colaborador do Hora Da Facul
1

Crédito: Crédito: Canva.

À primeira vista, pode parecer algo de outro mundo para quem nunca ouviu sobre cloud computing. Entretanto, neste artigo do Hora da Facul vamos trazer conceitos dos quais já falamos em outros artigos. Desta vez, através de uma forma mais unificada e resumida sobre como funciona a Computação em Nuvem.

Assim, vamos falar novamente sobre o que é nuvem. Entretanto, ao falar do conceito vamos puxar a nossa conversa para a elasticidade e a escalabilidade em nuvem. 

Logo, essas capacidades presentes em Cloud Computing nos fornecem meios de entender melhor o seu funcionamento. Consequentemente, acabam abrindo os olhos de quem deseja ingressar no curso de Computação na Nuvem da Academia Tech. E, assim, despertando o seu interesse sobre uma área tão importante do mundo da tecnologia.

O que significa o termo nuvem na tecnologia?

Em primeiro lugar, para saber como ela funciona, você tem que saber o que ela é. Segundo, podemos classificar a nuvem ou cloud como um conjunto de recursos que você não conhece ou visualiza, mas que acessa e utiliza como uma ferramenta tecnológica comum.

O fato é que, diariamente, milhares de pessoas utilizam plataformas ou serviços em nuvem, sem sequer vê-la à sua frente. Porém, se beneficiam de sua existência, mesmo sem conhecer o total de suas funcionalidades e recursos.

Estes recursos podem ser roteadores, serviços de armazenamento de dados, serviços de streaming, servidores, aplicativos, serviços de e-mail, músicas, vídeos, imagens, etc.

O que é uma estrutura de nuvem em uma organização?

Hoje, grande parte das empresas possuem um setor de Tecnologia da Informação (TI) em suas estruturas. Entre os diversos investimentos para este departamento, temos a nuvem. 

Resumindo, uma cloud funciona e é formada através de profissionais especializados, computadores, redes com cabeamentos, switches, conexões e servidores. E até, por outras nuvens – o que é muito comum.

Com a Cloud Computing podemos deslocar parte da infraestrutura dos departamentos de TI para data centers na internet, sem a necessidade de espaço físico. Ou seja, temos aqui o funcionamento remoto como essência da nuvem dentro do mundo tech.

Consequentemente, as empresas terceirizam o serviço, o que barateia custos e tempo para o seu funcionamento, visto que essas prestadoras de serviços na nuvem costumam ter tudo pronto.

Resumidamente,  é assim que funciona em partes uma estrutura de nuvem dentro das organizações.

Mas, isso é só o começo de como uma nuvem trabalha.

Elasticidade e Escalabilidade

Em primeiro lugar, toda arquitetura de cloud é constituída por uma quantidade determinada de servidores. Estes, com sua própria capacidade de armazenagem e processamento. 

A elasticidade faz com que o armazenamento, o processamento e a memória desta nuvem possa ser aumentada ou reduzida conforme as alterações ocasionadas pela quantidade de acessos.

Já a escalabilidade está diretamente ligada em como a empresa e sua nuvem podem suportar o aumento de dados armazenados ou a quantidade de acessos realizados pelos seus usuários. 

Este segundo conceito é muito comum em empresas que aumentam o fornecimento de serviços em relação a uma demanda que com uma curva constante de crescimento. Em suma, a organização tem condições de duplicar, triplicar, etc., a quantidade e a oferta de produtos e serviços.

Elasticidade na Computação em Nuvem

A elasticidade na Computação em Nuvem funciona como um elástico. Ou seja, ela tem a capacidade de expandir ou retrair. 

Porém, ela acontece na infraestrutura da nuvem com base nas demandas e necessidades de determinado setor econômico ou em função de uma variação do tráfego na web. 

Em termos de TI, o nome que se dá é o de workload (carga ou fluxo de trabalho de um sistema).

Conforme a quantidade de dados e como as informações aumentam ou diminuem, é preciso que o profissional de Computação na Nuvem acompanhe esta elasticidade. Além disso, vale destacar que ela entra em ação durante um curto período, como horas ou dias.

Após este pico de acessos ou fluxo de dados, o sistema costuma voltar ao seu tamanho natural. Consequentemente, recordando a forma do elástico esticado que quando solto volta a sua forma original.

Escalabilidade na Computação em Nuvem

Uma das grandes características do funcionamento da Computação em Nuvem, além da elasticidade, é a sua escalabilidade. 

Quando falamos em escala ou escalabilidade em Computação em Nuvem, significa que a tecnologia consegue acompanhar o crescimento de uma empresa. Ou seja, ela evolui à medida que se vende mais, recebe mais usuários e acessos. 

Em resumo, a escalabilidade é como subir uma montanha. Melhor, é como escalar esta montanha. Portanto, à medida que um modelo de negócio cresce, o sistema em nuvem consegue acompanhar. E, isso pode ser aplicado em diferentes proporções (escalas).

O futuro da Computação em Nuvem já está em movimento. Afinal, estas plataformas, ano após ano, se tornam ainda maiores em função da evolução dos negócios. Entretanto, isso acabou sofrendo um crescimento súbito com a crescente digitalização e virtualização dos negócios através da necessidade de isolamento social e outras restrições de contato.

Qual é o futuro da Computação em Nuvem? 

Em relatório fornecido periodicamente pela Google, o Future of Cloud Computing, confirmou que mais de 70% das empresas ou instituições vão estar ligadas à nuvem até 2029. 

Enfim, o fato é que os movimentos das empresas e do mercado estão bastante avançados na absorção de tecnologia de nuvem ou na contração de empresas que prestam este serviço. 

A grande certeza é que as estruturas de cloud crescem acompanhando as necessidades de cada negócio. Portanto, quanto mais as empresas forem evoluindo em matéria de produtos e serviços, mais elas vão investir em estruturas em nuvem. 

Consequentemente, o aumento de consumidores e acessos fará com que a área de Cloud Computing cresça para adaptar a sua estrutura de tecnologia junto a estas organizações.

Leia mais:

Qual é o futuro da Computação em Nuvem? 

Por que fazer faculdade de Inteligência de Mercado e Análise de Dados?

Quais as áreas de atuação do profissional de Redes de Computadores?

Quais são as principais tecnologias em Redes de Computadores?

 

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.