Habilidades técnicas na profissão de Arquiteto de Dados

Roberto Dezorzi
Colaborador do Hora Da Facul
1

Crédito: Canva.

A Arquitetura de Dados é uma das diversas áreas de tecnologia e inovação que tem foco na organização, estruturação e tudo que diz respeito às informações das organizações. Isso vale para tudo, sejam elas empresas ou instituições públicas.

Em função disso, podemos destacar que estes profissionais são responsáveis por extrair valor e hierarquizar esses insumos tão importantes para o dia a dia. Afinal, quando falamos de dados, arquivos, códigos e informações de um modo geral, estamos destacando seus ativos mais importantes. 

Em suma, quem trabalha com dados em níveis de Arquitetura de Dados, tem o mesmo peso de profissionais que, diariamente, realizam atividades ligadas a outros recursos fundamentais: alimentos, combustíveis, infraestruturas prediais, etc.

Já pensou em fazer sua faculdade dos sonhos à distância?

Tire todas as dúvidas e saiba mais sobre a modalidade EAD

 

Você deseja estudar Arquitetura de Dados?

O curso de Arquitetura de Dados é uma graduação voltada para o mercado de trabalho e para a formação online de profissionais qualificados e atualizados.

Oportunidades, salários, crescimento pessoal e estar inserido em uma área de trabalho com importância tão estratégica são razões de sobra para você começar a planejar o seu ingresso na faculdade.

Entretanto, os motivos para ingressar em um curso de graduação devem nascer dentro de cada pessoa. Ou seja, quem vai estudar será você, e somente você sabe o que te motiva diariamente. Portanto, antes de mais nada, vale conhecer mais e ler todos os artigos relativos a essa faculdade do mundo tech.

Habilidades técnicas na profissão de arquiteto de dados

  • Fundamentos no desenvolvimento de sistemas 

Resumindo, conceitos básicos, teóricos e práticos devem ser dominados pelos profissionais da área. Os arquitetos de dados precisam entender as etapas de validade e ciclo da vida dos sistemas desde o seu desenvolvimento, passando pela manutenção e administração e finalizando pelo seu seu design e atribuições gerais ou específicas. 

  • Hierarquia, modelagem e desenho de dados

Definitivamente, essa é a habilidade primordial de quem estuda e trabalha com Arquitetura de Dados. Além disso, é a mais solicitada pelos departamentos de TI e Recursos Humanos. 

Geralmente, é a aplicação pura do conceito de organização e Arquitetura de Dados e informações. Consequentemente, está sempre presente no escopo, sendo considerada a essência desta área de trabalho. 

  • Tecnologias existentes ou em desenvolvimento

Todo o profissional de Arquitetura de Dados deve compreender o gerenciamento e manutenção dos mesmos. Ainda mais quando estamos falando das tecnologias e inovações ligadas à área, como por exemplo: 

  • Bancos de dados colunares;
  • Dados estruturados e não estruturados;
  • Análises preditivas e outras avaliações;
  • Visualização de dados e interpretação ;
  • NoSQL, SQL;
  • Entre outras ferramentas.

Comunicação e habilidades de trabalho em equipe

Antes de mais nada, não basta ser um profissional de TI e ficar somente focado no aprendizado técnico ou no tratamento de dados. Definitivamente, o arquiteto de dados precisa trabalhar com outros profissionais de inúmeras áreas e, assim, se comunicar de forma clara. 

Afinal, é quase certo que o seu dia a dia vai ser acompanhado por uma equipe, seja com você supervisionando ou fazendo parte dela. Fica a dica. 

  • Habilidades pessoais do profissional de Arquitetura de Dados

Certamente, além de trabalhar em equipes de diferentes tamanhos e objetivos, esses profissionais devem ter a habilidade técnica em saber transmitir as informações dos sistemas de forma articulada, clara e simples. 

Contudo, mesmo em meio a outros colaboradores de TI, é recomendado ao arquiteto de dados saber retratar ou ilustrar seu trabalho para o perfeito entendimento dos demais. 

Em resumo, isso é trabalhar em equipe também.

Afinal, o que é Arquitetura de Dados?

A Arquitetura de Dados cuida da organização das informações e dos dados de uma corporação, empresa ou instituição. Em outras palavras, do que chamamos de ativos informacionais.

Antes de tudo, informação é considerada hoje uma moeda de grande valor para qualquer pessoa e grupo (pessoa jurídica). Exemplos disso são as ações da bolsa de valores, que acabam mudando de preço (altas e baixas) em função de um post nas redes sociais ou de uma reportagem na TV.  Aliás, é vital você entender que tudo hoje está conectado – e os dados também.

Logo, diariamente lidamos com milhares de informações provenientes de diferentes tipos de fontes, departamentos, pessoas e segmentos. Sem um planejamento estruturado, seria impossível encontrar um determinado dado, documento, pastas, arquivos, etc.

Em suma, é para facilitar o acesso a este banco de dados que existe este tipo de profissional da Arquitetura de Dados. O mundo hoje cria e trabalhar com uma gama infinita de dados. Logo, é dever destes profissionais e da Ciência de Dados atuar diretamente com tais insumos.

E agora? Você ainda tem dúvidas sobre o curso de Arquitetura de Dados, o projeto Academia Tech ou quer saber mais detalhes ligados às demais graduações?

Conta pra gente qual é a sua dúvida. Saiba mais sobre o nosso portal Hora da Facul e pare de ter dúvidas sobre a sua futura vida acadêmica.

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.