O que é Arquitetura de Dados?

Roberto Dezorzi
Colaborador do Hora Da Facul
1

Crédito: Crédito: Canva.

O que é Arquitetura de Dados? Peraí, antes de mais nada: existe alguma relação com o curso de Arquitetura tradicional? Tem relação com prédios e residências?

A resposta é não, não tem a ver com isso!

Primeiramente, cada uma dessas áreas trata de setores completamente diferentes. Quer ver? Siga lendo e saiba mais sobre esta profissão tão promissora dentro da Tecnologia da Informação (TI).

Em síntese, este curso foi criado e desenvolvido por profissionais experientes do mercado para futuros arquitetos de dados. Afinal, a cada ano as vagas se multiplicam. Entretanto, o número de pessoas para ocupar tais posições ainda é muito pequeno no Brasil.

Além disso, estamos falando de um curso inédito no país. Logo, merece a atenção de quem está procurando por uma graduação mais inovadora, ou melhor, mais tech.

Por isso, ingresse na carreira de tecnologia e garanta já uma oportunidade de emprego sem dores de cabeça.

O que é Arquitetura de Dados?

A Arquitetura de Dados cuida da organização das informações e dos dados de uma corporação, empresa ou instituição. Em outras palavras, o que chamamos de ativos informacionais. 

Antes de tudo, informação é considerada hoje uma moeda de grande valor para qualquer pessoa e grupo (pessoa jurídica). Exemplo disso, são as ações da bolsa de valores que acabam mudando de preço (altas e baixas) em função de um post nas redes sociais ou de uma reportagem na TV. Aliás, é vital você entender que tudo hoje está conectado – e os dados também.

Logo, todos os dias lidamos com milhares de informações provenientes de diferentes tipos de fontes, departamentos, pessoas e segmentos. Sem um planejamento estruturado, seria impossível encontrar um determinado dado, documento, pastas, arquivos e etc.

Em suma, é para facilitar o acesso a este banco de dados que existe este tipo de profissional da Arquitetura de Dados.

Criando espaços e ambientes para abrigar ativos informativos

Por isso, estes “ativos” precisam ser organizados em uma estrutura. Em resumo, eles ficam guardados em uma arquitetura de dados. Portanto, este tipo de arquitetura visa criar espaços ou ambientes para abrigar uma gigantesca quantia de informações para que sejam utilizadas de forma simples por parte de outras pessoas.

Diariamente, surgem ao nosso redor dados e mais dados. Contudo, eles precisam ser geridos por quem entende do assunto para que sejam então úteis aos que não têm relação com TI. 

No seu dia a dia, os profissionais da área, mais precisamente, os arquitetos de dados, trabalham na estruturação e visualização de dados para pessoas de toda a empresa ou instituição. No caso, colaboradores que não são adeptos à tecnologia, mas, através deste espaço, conseguem interpretar as informações mais facilmente.

Em síntese, o arquiteto de dados ajuda a criar um ambiente para que qualquer indivíduo possa planejar, medir e recuperar documentos. Enfim, usá-los da forma que desejar: arquivar novas informações e eliminar outras. Por fim, esta atividade criou uma maneira de controlar o fluxo deste – digamos assim – conteúdo.

Além disso, esta área de trabalho é como um biblioteca de dados que ajuda as pessoas a encontrarem tudo de uma forma mais fácil quando o assunto são as informações das empresas.

O que o profissional de Arquitetura de Dados faz?

Primeiramente, este profissional altamente capaz vai tornar milhares de dados úteis para uso de centenas de pessoas. Resumidamente, sem ele ficaria difícil saber a quantidade de informações dentro de uma empresa, quais os seus tipos e onde encontrar cada uma delas.

De acordo com uma das fontes de estudo para este artigo, o Data Management Body of Knowledge da DAMA International, este profissional fornece um vocabulário de negócios comum padrão, expressa requisitos estratégicos, descreve projetos integrados de alto nível para atender a esses requisitos e se alinha com a estratégia corporativa e arquitetura de negócios relacionada.

Logo, isso quer dizer que o mesmo torna acessível todas as informações da empresa de uma maneira mais rápida e fácil, assim como desenvolve formas de acessar cada uma delas. E esse profissional faz tudo isso sem que seja necessário que outras pessoas tenham conhecimentos de TI.

É atribuição desta parte da tecnologia comunicar de forma simples, clara e eficaz, sempre levando em consideração os modelos de negócios e visando implementar formas de representar cada um deles de maneira funcional.

Em suma, cada setor econômico terá um tipo de Arquitetura de Dados normalmente aplicado nas diversas empresas inseridas no seu sistema. Exemplos: setor de automóveis, calçados e vestuário, alimentos, etc. De forma resumida, dizemos que cada um tem a Arquitetura de Dados que precisa.

Entenda o cenário do setor de tecnologia no Brasil

A área de Arquitetura de Dados é o que podemos chamar de um campo verde (green field). Portanto, tenha em mente que apesar das transformações que já acontecem no cenário brasileiro, ainda há muito espaço para o desenvolvimento e a adoção de novas tecnologias. 

Há milhares de vagas disponíveis, mas faltam profissionais qualificados. As principais profissões emergentes envolvem tecnologia de alguma maneira. Logo, as perspectivas são promissoras e, ao mesmo tempo, exigentes. Conquistar um espaço diferenciado nesse mercado requer um grande investimento em educação e muito comprometimento. Afinal, estamos falando do seu futuro.

Por isso, vale a pena você se concentrar em uma carreira ligada ao setor, como é o caso da Arquitetura de Dados e de dezenas de outros cursos.

Considerações finais sobre o curso de Arquitetura de Dados

Em síntese, o curso de Arquitetura de Dados permite que o estudante esteja apto a administrar e gerenciar informações de forma a facilitar a vida de milhares de pessoas.

Um dos grandes benefícios das tecnologias atuais é a geração de dados e, com isso, surge a necessidade de controlar o seu fluxo. Caso contrário, seria um caos em todos os lugares. 

Para isso, é interessante reconhecer e entender mais sobre a profissão de arquiteto de dados. Afinal, ele é a pessoa capaz de gerenciar sistemas e também de interpretar as informações geradas todos os dias em qualquer lugar e hora.

Ao ingressar no curso de Arquitetura de Dados, 100% online, você poderá aprender tudo sobre esta profissão em constante desenvolvimento e com ótimas oportunidades de trabalho. 

Todo o futuro arquiteto ajuda a tornar o mundo menos caótico, mais organizado e fácil de viver. Logo, seria impossível entender as diversas informações presentes no mundo sem a existência destes ambientes de TI.

Com certeza, a Arquitetura de Dados deixa a vida de todos mais fácil. 

Leia mais:

Quando a Farmácia passou a ser profissão?

Descubra áreas da Agronomia não tão conhecidas

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.