Qual é a duração do curso de Desenvolvimento Back-end?

Roberto Dezorzi
Colaborador do Hora Da Facul
1

Crédito: Canva.

Em nossos diversos posts sobre a área e o curso de Desenvolvimento Back-End tratamos do mercado de trabalho e a sua importância para as pessoas e organizações Agora, vamos abordar outro ponto: a duração da graduação e destacar o motivo deste modelo de ensino tem sido tão importante e relevante para os futuros profissionais do segmento de tecnologia.

Logo, o fato é que quanto mais focado um curso e suas disciplinas, melhor é o preparo e os conhecimentos oferecidos aos alunos. É por isso que existe a Academia Tech, que tem na formação técnica e na qualidade de seu corpo docente uma dos fatores essenciais de seu sucesso.

Portanto, acompanhe com a gente este breve artigo e entende que o foco do ensino é qualificar os estudantes com o olho no futuro deles.

Do que se trata a área de Desenvolvimento Back-End?

Antes de mais nada, no caso específico da especialidade chamada de Back-end, você será responsável por desenvolver a parte de um site ou ferramenta comumente usada na internet.

Logo, o curso de Desenvolvimento Back-end vai lhe capacitar a criar e gerenciar tudo que está ligado à dinâmica e manutenção dessas estruturas. Também, o funcionamento e armazenamento de dados.

Ademais, todo o tipo de informação que estrutura a existência de um site, assim como apoio às ações dos usuários, cabe ao profissional de Back-end. Sendo ele responsável por tudo que está no background das aplicações criadas na programação.

Enfim, existem vários tipos de programação e desenvolvimento. Veja abaixo algumas delas:

  • Front-end;
  • Back-end;
  • Full stack;
  • Web;

Qual é a duração do curso de Desenvolvimento Back-end?

Na Anhanguera, você pode obter seu diploma em Desenvolvimento Back-End em até  4 semestres (2 anos). E, totalmente, realizado na modalidade Educação a Distância (EAD), 100% online.

O curso é oferecido de maneira remota para facilitar o seu aprendizado. Além disso, a modalidade EAD capacita o desenvolvedor em relação ao que o mercado de trabalho precisa. Sem perder mais tempo com disciplinas não tão relevantes para a área deste desenvolvedor.

Definitivamente, o curso em dois anos permite ao estudante absorver conhecimento e ganhar experiência junto à área de Back-End sem prejuízo de excesso de matérias. Sobretudo, fazendo parte de um ambiente dinâmico, com a presença de diversos profissionais e já focando no que o mercado de tecnologia da informação realmente precisa.

Como é o curso de Desenvolvimento Back-End da Anhanguera?

Logo, você vai poder estudar diretamente de sua casa, acessar depois do trabalho, em uma viagem e com toda comodidade que o online lhe oferece

Ainda, independente de sua localização, você terá acesso a professores altamente qualificados e que entendem deste mercado de trabalho tão específico. Sem falar um ambiente virtual de aprendizagem completo – com suporte técnico qualificado e ágil.

Linguagens de programação

No curso de back-end você terá em sua grade curricular tanto disciplinas teóricas quanto as técnicas que envolvem as linguagens de programação mais comuns e presentes no mercado de trabalho (Java, Python, Ruby, PHP e diversas outras).

Assim como introdução a conceitos, ferramentas e frameworks com foco na resolução de problemas. Além de modelagem e otimização de dados.

Logo, você terá também matérias de fundamentos, que vão preparar você para se tornar um profissional completo. Com a base teórica sobre Sociedade brasileira e Cidadania, por exemplo, você terá diferenciais para conquistar boas oportunidades no mercado da tecnologia. 

Grade curricular

Afinal, quando falamos em uma formação, consideramos conhecimentos técnicos e crescimento pessoal do futuro desenvolvedor back-end. Confira aqui algumas disciplinas da grade curricular do curso de Desenvolvimento Back-End da Anhanguera:

  • Algoritmos e Programação Estruturada;
  • Lógica Computacional;
  • Modelagem de Branco de Dados;
  • Análise e Modelagem de Sistema;
  • Arquitetura e Organização de Computadores;
  • Desenvolvimento Orientado a Objeto;
  • Programação e Desenvolvimento de Banco de Dados;
  • Linguagem de Programação.

Razões para ingressar em um curso da área de Tecnologia da Informação

Com este curso, todos os alunos são capazes de aprender, e estarão aptos a desenvolver suporte a sites, aplicações, banco de dados e outras ferramentas. Além disso, terão domínio sobre lógicas de segurança e escalabilidade, usando a estrutura adequada e ferramentas corretas. 

Do mesmo modo, ingressar em um curso da carreira de TI é como andar em campos verdes. Ou seja, é como caminhar em direção às grandes oportunidades profissionais e de crescimento pessoal.  

Mercado de trabalho

Segundo dados da Academia Tech, a tecnologia da informação é a área que mais cresce e emprega no Brasil. Anualmente, são criadas cerca de 70 mil novas posições e estima-se que mais de 30% não são preenchidas. Logo, em função das pessoas qualificadas para atender às demandas de um mercado em constante crescimento.

Ademais, por ser uma área com alta demanda de profissionais, a média salarial é proporcional, sendo bastante atrativa. Em média, um profissional com essa formação pode ganhar até 198% mais do que pessoas que somente concluíram o ensino médio.

Por fim, para além das posições e boas oportunidades no mercado, o Back-end foi eleito um dos três cargos de TI em alta no último ano. Em síntese, percebe-se que há crescimento no mercado, infinitas possibilidades diante das demandas e bons salários.


Profissional que trabalha em equipe

Ao mesmo tempo que faz tudo isso, a profissão exige do especialista um aprendizado constante e, também, trabalho em equipe – o que é muito comum. 

Isso pode ocorrer em agências de marketing digital ou publicidade. Ou quem sabe em startups de todos os segmentos. Além de empresas de outras áreas da economia e que frequentemente contratam profissionais de Desenvolvimento Back-End.

Portanto, em sua rotina de trabalho poderão existir parcerias e colaborações de outros Back ou Front-End. Além de Desenvolvedores Web, Web Designers, Redatores, Analistas de SEO ou de UX, etc. 

Leia mais:

Computação em Nuvem: como funciona?

Por que fazer faculdade de Inteligência de Mercado e Análise de Dados?

Quais são as principais tecnologias em Redes de Computadores?

O que é elasticidade na Computação em Nuvem?

Qual é o futuro da Computação em Nuvem? 

Quais as áreas de atuação do profissional de Redes de Computadores?

Você sabe o que é Computação na Nuvem/Cloud Computing?

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.