Qual é a duração do curso de Desenvolvimento Mobile?

Tailane Paulino
Colaborador do Hora Da Facul

Crédito: Foto: olia danilevich do Pexels

Você pesquisou bastante sobre os cursos disponíveis na área de tecnologia e fez a escolha final de se tornar um desenvolvedor de aplicativos para aparelhos móveis. Porém, você já sabe qual é a duração do curso de Desenvolvimento Mobile?

Se a resposta for negativa, saiba que esse é um dos detalhes mais importantes a se saber antes de bater o martelo e efetuar a matrícula. Afinal, para conseguir se planejar, é necessário ter uma ideia de quantos anos serão dedicados aos estudos.

Mas, caso você ainda esteja meio perdido, visto que o Desenvolvimento Mobile é um curso relativamente novo no Brasil, pode ficar mais calmo. Pensando em ajudá-lo, o Hora da Facul preparou um conteúdo completo explicando não apenas qual a duração, mas também como é  a estrutura e quais as principais disciplinas do curso . Confere aí!

Qual é a duração do curso de Desenvolvimento Mobile?

Por ser um curso tecnólogo, a graduação em Desenvolvimento Mobile é mais curta que um bacharelado. Portanto, é dividido em quatro semestres, com duração final de dois anos. A matriz curricular é de 2.160 horas, entre aulas e atividades.

Durante esse tempo, o aluno assistirá à diversas aulas e precisará fazer testes e trabalhos que comprovem o conhecimento adquirido. No final, o estudante ainda precisará apresentar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) à uma banca examinadora.

Como é o curso?

O curso de Desenvolvimento Mobile, como já mencionamos, é do tipo tecnólogo. Isso significa que é pensado para preparar o aluno a entrar no mercado de trabalho em menos tempo que um bacharelado. No entanto, ambos possuem valor de curso superior.

Pode ser oferecido tanto na modalidade presencial quanto na Educação a Distância (EAD). Na versão tradicional, o estudante precisa se dirigir ao prédio da instituição diariamente e assistir aula junto a outros alunos.

Já na modalidade EAD, que ganha cada vez mais popularidade por conta da flexibilidade, o aluno precisará ir à sede presencial da unidade de ensino poucas vezes. A regularidade dos encontros varia de acordo com a instituição, podendo ser semanais, mensais ou até mesmo mais espaçados. As aulas são assistidas através de uma plataforma online.

Em geral, o curso conta com matérias básicas que são comuns a todos os cursos da área de Desenvolvimento de Sistemas. No decorrer das aulas, no entanto, o estudante aprenderá conteúdos mais específicos do segmento.

Quais são as principais disciplinas da grade curricular?

A grade curricular do curso de Desenvolvimento Mobile, mesmo sendo o tecnólogo mais curto que o bacharelado, é bem extensa. Isso é necessário para preparar os alunos para enfrentarem todos os desafios do mercado de trabalho após formados.

De maneira geral, as matérias são escolhidas a dedo para que o estudante aprenda sobre todas as etapas necessárias no desenvolvimento de um aplicativo para aparelhos móveis. Isso inclui planejamento e gerenciamento de projetos, só para exemplificar.

Dito isso, algumas das principais disciplinas da grade curricular desse curso são:

  • Projeto de Software
  • Linguagem de Programação
  • Lógica Computacional
  • Projetos Integrados de I a IV
  • Projetos de Desenvolvimento de Games
  • Segurança e Auditoria de Sistemas
  • Desenvolvimento Mobile
  • Análise e Modelagem de Sistemas
  • Arquitetura e Organização de Computadores
  • Interface e Usabilidade, entre muitas outras

Um detalhe para o qual é preciso estar atento:  as disciplinas oferecidas variam entre as instituições. Ainda podem ser apresentadas com outro nome, uma vez que cada faculdade tem autonomia para escolher a estrutura dos conteúdos.

Por esse motivo, sempre confira a página da faculdade onde você estudará e confirme, por conta própria, se a mesma realmente oferece a melhor opção para você começar a construir o seu futuro profissional.

Depois de formado, o que um desenvolvedor mobile faz?

O campo de atuação de um desenvolvedor mobile é bem diversificado. Isso porque, antes que um aplicativo esteja pronto para o mercado, ele passa por muitas etapas. Portanto, é necessário uma equipe bem definida na qual cada um tenha uma função.

Dito isso, um profissional que concluiu o curso de Desenvolvimento Mobile pode fazer parte da criação e desenvolvimento dos projetos, gerir as informações e os mecanismos de segurança ou até mesmo o banco de dados.

Ele também é capacitado para fazer o aperfeiçoamento da cultura digital e a otimização dos recursos. Ainda por cima, é responsabilidade dele implantar melhorias e fazer o acompanhamento de aplicativos que já estejam prontos. Tudo isso para garantir que o usuário tenha a melhor experiência possível com o produto final.

Como é o mercado de trabalho para a área?

O mercado de trabalho para Desenvolvimento Mobile está em constante expansão. Por esse motivo, aqueles que se formam na área possuem muitas oportunidades à disposição. Em apenas um ano, o setor aumentou em mais de 60% o número de profissionais contratados em regime de CLT.

A perspectiva de quem sonha em seguir nessa carreira é ainda melhor por conta da variedade de locais nos quais o  profissional mobile poderá trabalhar. Como o mundo está cada vez mais conectado, as empresas, tanto privadas quanto públicas, costumam ter desenvolvedores mobile na equipe.

É possível, ainda, encontrar oportunidades de emprego em agências de marketing digital, startups, bancos e outras instituições financeiras, indústrias e até mesmo em organizações sem fins lucrativos (ONG ‘s).

Como são os salários em Desenvolvimento Mobile?

O crescimento do mercado de trabalho traz outro benefício para essa área: os salários são bastante atraentes. No Brasil, para você ter uma noção, a remuneração média é de R$4.241,78. As jornadas de trabalho costumam ser de 40 horas semanais.

Os salários, no entanto, dependem de vários fatores. Os mais comuns são o tamanho da empresa, a experiência do profissional e até a região do país para atuação.

As médias, no geral, são de R$4.332,23 para trabalhadores de nível júnior (com até quatro anos de experiência) e R$4.604,34 para aqueles que são de nível pleno (entre quatro e seis anos de experiência). Profissionais de nível sênior (com mais de seis anos de experiência na carreira) recebem em média R$5.076,37.

Agora que você descobriu qual é a duração do curso de Desenvolvimento Mobile, que tal conferir os outros conteúdos que o Hora da Facul preparou sobre esse curso e ficar bem informado para fazer uma escolha consciente? Então, não perca tempo e clique na categoria Academia Tech para conferir tudo por lá!

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.