Enfermagem EAD: tudo o que você precisa saber sobre o curso

Isabella de Andrade
Colaborador do Hora Da Facul

O curso de Enfermagem é um dos mais procurados em diferentes vestibulares e costuma atrair milhares de estudantes todos os anos. Além de um mercado aquecido, que pede constantemente por novos profissionais, o curso é a escolha certa para quem quer seguir carreira contribuindo diretamente para a saúde e o bem-esta das pessoas. A possibilidade de cursar Enfermagem EAD abriu ainda mais portas, permitindo que alunos de diferentes regiões possam se formar. E, além, disso, que jovens de diferentes perfis possam conciliar estudos e trabalho.

Assim como no curso presencial, a graduação em Enfermagem EAD dura, em média, cinco anos. Os estudantes têm contato com uma formação mais generalista na faculdade, podendo se especializar em diferentes áreas de acordo com o interesse pessoa e objetivos de carreira. A Enfermagem tem um amplo leque de possibilidades de trabalho e se especializar pode ser um bom caminho para garantir salários melhores.

Na hora de se matricular em um curso com modalidade online é muito importante pesquisar se a faculdade escolhida é reconhecida pelo MEC. Com os avanços da tecnologia, atualmente é possível ter acesso a um bom material de estudos, com aulas, apostilas, vídeos, exercícios e encontros ao vivo. A modalidade EAD tem a vantagem de ser mais econômica, com mensalidades menores e um custo mais baixo de investimento em transporte e alimentação, por exemplo.

Já pensou em fazer sua faculdade dos sonhos à distância?

Tire todas as dúvidas e saiba mais sobre a modalidade EAD

 

Como funciona o curso de Enfermagem EAD?

Vale lembrar que o curso de Enfermagem EAD é oferecido em modalidade semipresencial, ou seja, com aulas a distância, mas algumas atividades realizadas de forma presencial.  O diploma do curso à distância tem a mesma validade que os diplomas de cursos presenciais e os futuros enfermeiros podem atuar da mesma forma. Clínicas, hospitais, concursos e outros espaços de trabalho não consideram nenhuma diferença entre as duas modalidades.

No caso da Enfermagem EAD, as atividades presenciais são exigidas para suprir algumas demandas importantes, como aulas e práticas em laboratórios. Enquanto isso, o aluno costuma ter acesso a um Ambiente Virtual de Aprendizagem, onde são disponibilizados os conteúdos regulares ao longo de todo o curso. É nesse espaço digital onde os alunos vão fazer trabalhos em grupo, provas, leituras e diferentes atividades que simulam a rotina do mercado de trabalho.

Entre as principais diferenças entre o curso na modalidade EAD e presencial estão os horários, que podem ser mais flexíveis na graduação a distância e nas avaliações, que se alternam entre o ambiente físico e digital. Além disso, outra diferença importante é um estímulo ainda maior para que o aluno seja também autodidata, organizando seus horários, materiais de apoio e pesquisas.

Valor médio da mensalidade de Enfermagem EAD

Outro ponto essencial para que o curso ocorra da melhor maneira possível é verificar se a faculdade da sua preferência oferece um ambiente virtual moderno e atualizado. O valor médio do curso de Enfermagem pode variar de acordo com a instituição e a cidade de origem. Mas, em geral, o valor das mensalidades costumam estar entre R$ 200 e R$ 1.800.

O que se aprende na faculdade de Enfermagem EAD?

A grade curricular aprovada pelo MEC é a mesma nos cursos presenciais e a distância. As disciplinas se alternam entre teoria e prática, além de variar entre conteúdos mais gerais e específicos, passando pela área de saúde e também de outras ciências.

Além da sala de aula, as práticas em laboratório são muito importantes, já que são elas que preparam da melhor forma os alunos para um contato mais direto com as atividades da profissão. Essas atividades presenciais fazem parte de um caminho importante na construção do aprendizado para o futuro enfermeiro.

Antes de se matricular na graduação os estudantes podem pesquisar sobre a grade horária, professores, matérias e atividades ofertadas para conhecer melhor o curso e entender se ele é a escolha correta.

Outro ponto importante para ficar de olho e aprender durante a faculdade são as entidades de classe de enfermagem. Elas são muito importantes para a carreira do enfermeiro. São quatro as principais entidades em enfermagem:

  1. Associação Brasileira de Enfermagem (ABEN)
  2. Conselho Federal de Enfermagem (COFEN)
  3. Conselhos Regionais de Enfermagem (COREN)
  4. Sindicato dos Enfermeiros/Sindicatos de Enfermagem

Grade horária do curso de Enfermagem

Para te ajudar nesse período, separamos algumas das disciplinas ofertadas em Enfermagem EAD e presencial, que costumam estar na grade de boa parte das faculdades.

  1. Enfermagem Geriátrica
  2. Enfermagem Pediátrica
  3. Enfermagem Psiquiátrica
  4. Pesquisa Clínica
  5. Atendimento Domiciliar
  6. Assistência Hospitalar
  7. Realização de Diagnósticos de Exames
  8. Enfermagem de Resgate
  9. Gestão de Projetos em Saúde
  10. Enfermagem de Saúde Pública
  11. Assessoria e Consultoria
  12. Enfermagem do Trabalho
  13. Ética e Exercício de Enfermagem
  14. Farmacologia
  15. Fisiologia Humana
  16. Fundamentos da Saúde Coletiva
  17. Genética e Evolução Humana
  18. Gestão de Enfermagem em Serviços de Saúde
  19. Imunologia
  20. Semiologia Básica em Enfermagem
  21. Enfermagem em centro cirúrgico e central de maternidade
  22. Enfermagem em oncologia
  23. Enfermagem na saúde da mulher: assistência ginecológica
  24. Prática clínica de enfermagem na saúde da mulher: assistência ginecológica
  25. Enfermagem na saúde da criança e do adolescente II
  26. Enfermagem na saúde mental
  27. Enfermagem em terapias complementares

Como se organizar para o curso de Enfermagem EAD?

Fazer um curso a distância requer ainda mais compromisso e responsabilidade, já que os estudantes devem se comprometer por conta própria, sem professores ou colegas de turma sempre por perto. Para ajudar nesse período, você pode buscar alguns caminhos e atividades que te mantenham sempre atento aos estudos. Apesar da flexibilidade de horário, pode ser muito interessante que os alunos de Enfermagem EAD escolham um horário certo por dia para acompanhar as aulas e atividades.

Essa escolha pode ajudar a manter a rotina de estudos mais organizada e sempre em dia. Outra dica importante é separar um local organizado para estudar e assistir as aulas. Pode ser um quarto especial, um cantinho decorado ou uma mesa bem organizada. O importante é ter um espaço fixo e acessível.

Anotar prazos e entregas em uma agenda, física ou virtual, também pode ajudar bastante. Além disso, o mais recomendado é que você consiga terminar as atividades essenciais durante a semana, separando os momentos de estudo em dias diferentes. Acumular todas as tarefas para o mesmo dia pode gerar um grande cansaço mental e atrapalhar o aprendizado.

Qual é o perfil de um estudante de enfermagem?

Outro ponto importante para pesquisar e se manter atento na hora de decidir a faculdade é se o seu perfil combina com o dos profissionais da área escolhida. Uma das principais características para profissionais da Enfermagem é gostar de lidar com pessoas, já que todo o trabalho será feito diretamente com os pacientes. Além da relação direta com pacientes de diferentes idades, trajetórias e quadros de saúde, os enfermeiros mantêm também uma relação muito próxima com os familiares.

Outro ponto importante é ter tranquilidade e segurança para lidar com situações adversas, que envolvem sangue, feridas e excreções em muitas rotinas de trabalho. Controle emocional também é um ponto essencial para saber lidar com essas experiências, assim como em outras carreiras na área de saúde. Ter sensibilidade e atenção para observar e lidar com os pacientes também é um ponto forte.

Esses profissionais também precisam saber trabalhar bem em equipe, já que boa parte de suas atividades pode ser feita em grupo. Além disso, saber buscar a ajuda dos colegas e estabelecer uma boa comunicação com eles é fundamental. Outra ótima característica é a vontade de aprender sempre, já que manter-se atualizado no trabalho diário é fundamental.

Etapas do curso de Enfermagem EAD

O curso é dividido em diferentes etapas, sendo que os primeiros semestres são mais teóricos, preparando a base geral dos estudantes para o restante do curso.  Disciplinas como Anatomia, Bioquímica e Introdução às práticas de enfermagem são comuns nesse momento. A formação mais generalista pode ser uma vantagem, já que ela permite que os jovens enfermeiros possam atuar em diversos lugares no início da carreira. O que permite mais possibilidades de escolha na hora de entrar no mercado.

Já nos anos finais da graduação o foco do curso são as atividades práticas, que preparam os estudantes diretamente para o mercado de trabalho. Além dos laboratórios, um momento importante são os estágios obrigatórios, que permitem que os alunos tenham contato com pacientes reais.

O estágio pode ser curricular, com supervisão de um professor da universidade ou extracurricular, feito por fora do curso e monitorado por enfermeiros no local de trabalho. Podemos dizer que a melhor hora para iniciar é a partir do quarto semestre, quando os alunos já desenvolveram uma base teórica maior e algumas habilidades importantes para o trabalho prático.

Detalhamos algumas disciplinas que costumam aparecer na grade curricular de diferentes faculdades para te ajudar nesse momento de pesquisa. As disciplinas são semelhantes em cursos presenciais e também a distância.

  1. Fundamentos Técnicos da Enfermagem

Essa é uma disciplina muito importante do curso. Ela coloca os estudantes em contato com alguns dos principais procedimentos da rotina de atendimento aos pacientes. Entre as técnicas que serão aprendidas estão os métodos de limpeza e desinfecção de ambientes hospitalares e preparo de unidades de pacientes. Além delas, higienização dos pacientes, esterilização de equipamentos e realização de curativos. Aprender a atender pacientes em unidades de emergência também é um tópico importante.

  1. Terapia Medicamentosa

Essa pode ser considerada uma das principais atividades realizadas por enfermeiros em clínicas, hospitais e outras unidades de tratamento. A administração de medicamentos é uma habilidade essencial da rotina de trabalho e, por isso, essa disciplina é muito importante.

Os estudantes aprendem os principais fármacos, dosagens e formas de administração de medicamentos. Além disso, os futuros enfermeiros têm contato com a absorção e também excreção de fármacos, efeitos colaterais e cálculo para administração segura.

  1. Gestão em Saúde

Apesar de não ser uma das atividades mais lembradas quando pensamos em enfermagem, a possibilidade de gerenciar equipes é uma das principais diferenças entre enfermeiros e técnicos de enfermagem. Por isso, é comum encontrar matérias que falem do assunto em faculdades, preparando os alunos para diferentes processos gerenciais no contexto de saúde. Entre os aprendizados estão as relações interpessoais, ética no trabalho, gestão hospitalar e atividades administrativas próprias do cotidiano em hospitais e clínicas.

  1. Anatomia Humana

Podemos dizer que essa é uma das mais importantes disciplinas de base, já que ela vai preparar os estudantes para que conheçam as partes do corpo humano como um todo. Ela tem grande carga prática, com aulas em laboratório e contato direto com os sistemas e funcionamento de cada parte do organismo.

  1. Epidemologia

Nessa disciplina os alunos têm contato com os principais fatores que fazem uma enfermidade se propagar entre a população. Além disso, eles aprendem, a como prevenir, controlar e erradicar essas doenças. Essa matéria nos mostra o quanto o aprendizado dos enfermeiros é fundamental nos tempos atuais, em que ensinar a população a prevenir e evitar a propagação de doenças é um dos principais caminhos para diminuir o agravamento da pandemia.

  1. Microbiologia

Outra matéria importante e relacionada diretamente com o corpo humano. Aqui os futuros enfermeiros aprendem sobre estruturas dos microorganismos e como eles se relacionam com as infeções humanas. Os alunos aprendem também sobre como coletar, guardar e transportar materiais de análise.

  1. Enfermagem em Primeiros Socorros

Nessa disciplina os estudantes aprendem a lidar com atendimentos de urgência. O futuro enfermeiro vai aprender desde os curativos até o encaminhamento para especialistas, que poderão continuar os procedimentos. É um aprendizado importante para profissionais que querem trabalhar em áreas de resgate ou mesmo em boa parte dos hospitais, que têm uma rotina extremamente agitada e diversa.

  1. Bases Conceituais do Cuidar

Essa é mais uma das disciplinas essenciais para a formação básica dos estudantes, que vai guiar os alunos no restante do curso e no mercado de trabalho, seja qual for a área escolhida. Aqui os estudantes têm uma introdução às práticas de enfermagem e desenvolvem um olhar mais crítico para a sua formação. O objetivo é também despertar uma reflexão cuidadosa sobre as melhores maneiras de cuidar dos pacientes.

  1. Parasitologia

Outra matéria que figura entre as habilidades mais específicas. Nesse caso, os alunos lidam com parasitas que causam enfermidades e aprendem como eles atuam no organismo dos seres humanos. Além disso, os futuros enfermeiros entendem como devem proceder para dar o diagnóstico correto. Além de atuar sempre para prevenir o desenvolvimento dessas doenças.

Quais são as principais áreas de trabalho para Enfermagem EAD?

Os espaços de trabalho não fazem diferenciação para os diplomas de curso presencial e à distância. Por isso, os enfermeiros que se formam em EAD encontram as mesmas possibilidades de trabalho daqueles que se formam em cursos presenciais. Além de encontrar um mercado aquecido e com constante demanda, a diversidade de especializações é uma das vantagens de quem escolhe a carreira em Enfermagem.

Vale lembrar que profissionais especializados tendem a conseguir salários maiores. Por isso, se dedicar aos estudos e atividades extracurriculares é sempre uma boa opção. Assista palestras, participe de seminários, procure cursos e atividades paralelas. Faça parte de grupos de estudo e de pesquisa na faculdade. Tudo pode contribuir para que você enriqueça a sua experiência e o currículo em determinada área.

Os salários também costumam variar de acordo com a especialização. Por isso, além de pesquisar uma que se aproxime do seu perfil pessoal e das suas áreas de interesse, é importante pesquisar sobre a média salarial. Esse pode ser um bom caminho para escolher em que área você quer seguir. Leve em consideração diferentes pontos que interferem no desenvolvimento da sua carreira. Para te ajudar nessa fase, trouxemos algumas das principais especializações da Enfermagem.

  1. Enfermeiro médico cirúrgico

Esse profissional vai atuar auxiliando diretamente os médicos em cirurgias de pequeno ou médio porte. Por isso, é uma área que pede profissionais dedicados. Que estudem muito e se dediquem a melhorar constantemente suas atividades práticas. Tranquilidade e concentração também são bons diferenciais.

  1. Enfermeiro Home Care

Esse atendimento, como o próprio nome já diz, é feito na casa dos pacientes. Geralmente o home care é realizado de forma emergencial ou mesmo periódica. Essa é uma atividade que vem crescendo cada dia mais. Ela se expande entre pessoas de diferentes idades que buscam cuidados específicos no conforto de casa.

  1. Enfermeiro Pediatra

A enfermagem pediátrica pode colocar os profissionais em contato constante com crianças portadoras de graves doenças. Por isso, é preciso muita paciência e estudo, além de uma facilidade e proximidade para lidar com essa faixa etária.

  1. Enfermeiro do Trabalho

Essa área é indicada para profissionais que querem experimentar espaços de trabalho além de clínicas e hospitais. O enfermeiro aqui vai cuidar do atendimento ambulatorial para funcionários de diferentes empresas e instituições. Além disso, vai lidar também com programas de prevenção de doenças.

  1. Enfermeiro Obstetra

Nessa área o enfermeiro vai acompanhar mães em todas as etapas do parto e pós-parto. Lidando com gestantes e lactantes e atendendo todas as necessidades que possam surgir nesse período. É uma área muito procurada na enfermagem.

  1. Enfermeiro Geral

Apesar de termos comentado sobre a importância da especialização no mercado atual, o enfermeiro generalista é uma boa opção para os dias de hoje. Principalmente para profissionais que estão em busca de entrar no mercado de trabalho. O profissional aqui atenderá em clínicas ou em hospitais, sendo responsável por coordenar a equipe de plantão. Além disso, o enfermeiro geral pode cuidar da parte administrativa, acompanhando a fase cadastral dos pacientes e o quadro clínico de cada um.

  1. Enfermagem de Resgate

Nessa área os enfermeiros realizam o importante trabalho de atender vítimas de acidentes e calamidades públicas. Logo, eles fazem parte das equipes de salvamento. Ter controle emocional é uma importante habilidade para quem quer seguir nessa área. Isso porque os enfermeiros podem lidar com pessoas em situações de alto estresse e vulnerabilidade, como enchentes, desmoronamentos ou tempestades.

Quais são os diferentes cargos em enfermagem?

De maneira geral, podemos dizer que a enfermagem engloba três possibilidades de cargo. Enfermeiro, técnico de enfermagem e auxiliar de enfermagem. Esses três cargos estão presentes nas diferentes especializações que já citamos e dependem, principalmente, da formação de cada estudante.

O enfermeiro é o profissional formado na faculdade de enfermagem, sendo o único autorizado a realizar procedimentos mais complexos. Já o técnico de enfermagem é o estudante que se formou em cursos técnicos. Podendo trabalhar com procedimentos de nível médio, com a supervisão de um enfermeiro. Enquanto isso, o auxiliar de enfermagem pode ser visto como um aprendiz, realizando procedimentos mais simples e sempre com supervisão.

A média salarial para um enfermeiro é de R$ 3.092, de acordo com o Guia de Profissões e Salários da Catho. Para manter as normas dos serviços prestados por esses profissionais, o Conselho Federal de Enfermagem (COFEN) criou uma tabela de valores. Os salários também variam de acordo com o cargo. Assim como em outras carreiras, algumas especialidades pagam salários mais altos que as outras. Separamos algumas delas para te ajudar:

Enfermeiro do Trabalho: R$ 3.207
Enfermeiro Chefe:R$ 3.140
Professor de Enfermagem: R$ 2.293
Gerente de Enfermagem: R$ 7.662
Enfermeiro Nefrologista:R$ 4.144
Coordenador de Enfermagem: R$ 4.082
Enfermeiro Obstetra:R$ 3.718
Enfermeiro de UTI:R$ 3.381

Quais são os principais aprendizados da Enfermagem EAD?

Podemos dizer que os aprendizados mais importantes que os alunos terão durante o curso de Enfermagem, seja ele presencial ou a distância, são aqueles que se relacionam diretamente com o cotidiano prático da profissão. As principais habilidades que o futuro enfermeiro pode aprender e exercitar durante o curso são práticas. Como coleta de dados para entender o estado de saúde do paciente e cuidados com a higiene.

Para esse perfil de estudante, é importante ter interesse em aprender mais sobre fazer curativos e aplicar remédios. Além de cuidar da alimentação dos pacientes e definir a conduta a ser seguida pela equipe de enfermagem.

Outra possibilidade disponível para aqueles que escolhem a licenciatura é se especializar na carreira acadêmica. Seja ela para pesquisa ou para ministrar aulas teóricas e práticas. Essas são atividades importantes para a enfermagem, pois contribui para o avanço nos procedimentos e técnicas na área de saúde. Agora que você já conhece um pouco mais sobre o curso de Enfermagem EAD, quais são as principais disciplinas e aprendizados, além do mercado de trabalho, fica mais fácil decidir se essa é a profissão certa para você.

Assim como outras carreiras na área de saúde, a enfermagem pede profissionais comprometidos.  E também extremamente dedicados a manter a saúde e bem-estar dos pacientes. Estudar muito e manter-se sempre atualizado são pontos essenciais.

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 5 / 5. Contagem: 1

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.