O que faz um gestor das Organizações do Terceiro Setor?

Felipe Bueno
Colaborador do Hora Da Facul
1

Crédito: Foto de Christina Morillo de Pexels.

Você sabe o que faz um gestor das Organizações do Terceiro Setor? O último dos três setores econômicos presta serviços essenciais para a sociedade. Agora, vamos entender melhor sobre esse campo, e o que faz um gestor das organizações do terceiro setor.

No nosso país, os setores da economia são divididos em três. O primeiro deles trata do âmbito público, ou do governamental. O segundo diz respeito às empresas privadas de todas as categorias. E o terceiro setor é o que realiza serviços à população, porém, sem um caráter lucrativo.

Dessa forma, muito do que falta na prestação dos serviços pelo poder público é suprido pelas organizações do terceiro setor. Afinal, sabemos que muitas áreas de atendimento deixam lacunas de excelência. Nesse sentido, essas organizações atuam para preenchê-las e atender às demandas importantes da comunidade. Não só no Brasil, como também no mundo inteiro, o terceiro setor é amplamente atuante.

Já pensou em fazer sua faculdade dos sonhos à distância?

Tire todas as dúvidas e saiba mais sobre a modalidade EAD

 

Entendendo as Organizações do Terceiro Setor

Primeiramente, vamos entender que, apesar de as organizações do terceiro setor não terem um fim lucrativo, elas dependem de saúde financeira. Isso é fundamental para que possam manter suas atividades. Dessa forma, é essencial para quem deseja se tornar uma gestora ou um gestor das organizações do terceiro setor compreender esse cenário. Ou seja, as atividades de trabalho desse profissional também requerem atenção para a administração.

Não por acaso, essas organizações são amplamente difundidas como entidades de caridade. Ou simplesmente casas de apoio, entre outros nomes. Normalmente, a assistência social é o pilar desses locais. Porém, existem muitas áreas de atuação.

Áreas como ambiental, saúde, direito, organização financeira, psicologia e outros são campos para essas entidades. Portanto, um gestor das organizações do terceiro setor tem um grande campo de atuação.

Por fim, podemos destacar as áreas de responsabilidade social das grandes empresas. Quer dizer, o profissional da área também pode ter uma carreira de sucesso dentro de empresas privadas. Afinal, elas mantêm setores específicos para atuação no terceiro setor.

Tipos de Organizações do Terceiro Setor

Por conta do amplo campo de atuação dessas entidades, o Brasil definiu algumas regras de nomenclatura. Elas se encaixam segundo a atividade desempenhada, e também em relação às questões contábeis e jurídicas.

Nessa lista, vamos esclarecer esses tipos de entidades do terceiro setor e suas principais características:

  • OSCIP, ou, Organização da Sociedade Civil de Interesse Público: atua em áreas de interesse social e pode construir convênios para seus projetos com o setor público e privado;
  • Entidade beneficente: possui mais restrições com relação aos convênios e tem atuação mais focada na prestação de serviços diretos, principalmente aos mais necessitados. Não pode remunerar empregados;
  • Institutos: mais ligados à pesquisa e ou formação científica atendendo às demandas da população;
  • Fundações: necessitam de patrimônio vinculado e trabalham mais direcionadas à captação de recursos para áreas como, científica, cultural ou social;
  • ONG, ou, Organização Não Governamental: com patrimônio aglutinado por associados, as ONGs também atuam em diversas áreas para suprir as demandas da sociedade.

O Gestor das Organizações do Terceiro Setor

Um gestor das organizações do terceiro setor deverá ter um perfil bastante analítico, e com uma atuação “guarda-chuva”. Assim como todo gerente de uma área, todas as questões da administração de um local dizem respeito a ele. O que não quer dizer que esse profissional vai atuar diretamente em tudo. Porém, deverá compor um time qualificado e confiável, para que a sua gestão mantenha a qualidade do que se presta a entidade.

Uma organização do terceiro setor possui áreas, como captação pessoa física, captação pessoa jurídica, comunicação, atendimento ao público, almoxarifado, recursos humanos, administração geral e outros.

Portanto, dependendo do tipo de entidade, do porte e atividade, com mais ou menos funcionários ou colaboradores, o gestor das organizações do terceiro setor é um grande líder e, também, uma referência. Esse papel da liderança é muito importante para quem sonha em trabalhar na área.

Atuações principais de um gestor das Organizações do Terceiro setor

Como já mencionamos, o profissional desse tipo deverá desempenhar um papel de gerente em várias áreas para garantir o sucesso dos objetivos de sua organização. Frequentemente, além dessa gestão geral, há a questão com as Relações Públicas. Isso ocorre porque um gestor das organizações do terceiro setor é a cara da entidade, e a pessoa principal que vai atuar nas parcerias.

Muito embora existam e preferivelmente devam atuar nessas organizações os profissionais da captação e de relações diversas, o responsável da entidade é quem direciona e participa ativamente de reuniões, eventos, e outros.

Assim como o terceiro setor é um dos pilares da economia, o voluntariado é um dos pilares do terceiro setor. Desta forma, o gestor da área também trabalhará no relacionamento, certificando a excelência da captação, do trabalho, da manutenção e do feedback desses colaboradores.

Terceiro Setor e o avanço das táticas de captação de recursos

Com o advento das mídias sociais e de outros canais de comunicação, a captação de recursos, seja de pessoa física ou jurídica, tem ganhado destaque cada vez maior dentro de entidades do terceiro setor. Além desse destaque, há pesados investimentos em capacitação dos seus profissionais para garantir a vanguarda nessa essencial área dentro da organização.

É para ficar no “radar” que a comunicação das entidades no terceiro setor está em um nível muito mais avançado em comparação com um passado recente. Então, apoiar as coordenações dessa área dentro de uma entidade requisita conhecer as principais demandas, como táticas online, construção de sites, eventos, direção de arte e redação, etc. São recorrências que fazem da entidade uma marca e elevam a sua transparência.

Crescimento do Terceiro Setor no Brasil

Principalmente após a chegada da pandemia, o Brasil viveu uma mudança na percepção das pessoas sobre a cultura da doação. Segundo o Observatório do Terceiro Setor, 82% dos brasileiros acreditavam no poder de atuação das entidades em 2020. E isso refletiu em um cenário de expressivo aumento das doações. Essa subida deve manter o patamar dessa filiação solidária daqui para frente.

Os principais motivos das doações no nosso país foram destacados, tais como: sentir-se bem, acreditar em uma causa ou vontade de ajudar pessoas necessitadas. Quer dizer, preocupar-se com as questões de transparência aliadas à comunicação e canais de captação é primordial para um gestor das organizações do terceiro setor.

Graduação tecnólogo para gestor das Organizações do Terceiro setor

A vantagem de um tecnólogo é que, além da otimização da grade curricular sem perder qualidade do ensino, o aluno economiza tempo e entra mais rápido no mercado de trabalho. O foco no mercado é importante, já que essa onda favorável para o terceiro setor compreende a necessidade de profissionais da área.

Existe EAD nessa área?

Sim! O EAD, ou Educação à Distância, é perfeito para você que pretende aliar a agilidade e excelência do tecnólogo com a comodidade de estudar onde estiver.

Recomendamos que, independentemente do módulo, a escolha da universidade seja pautada sempre pela qualidade e reconhecimento da transmissão do ensino. Além disso, que esteja na lista das instituições de educação reconhecidas pelo MEC.

A Anhanguera, a Pitágoras e a Unopar, por exemplo, são grandes faculdades que oferecem a modalidade EAD. Elas também estão disponíveis para o tecnólogo de gestão das organização do terceiro setor. São universidades reconhecidas pelo MEC, e que investem tanto na estrutura do curso como no ingresso do aluno no mercado de trabalho.

Para você se aprofundar mais no tema, temos outro artigo que aborda todos os assuntos da modalidade EAD: Clique aqui.

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.