Quais são os desafios da carreira de Relações Internacionais?

Alexandre Vega
Colaborador do Hora Da Facul
1

Crédito: Conheça os desafios da carreira de Relações Internacionais

Você se considera comunicativo e tem habilidade para mediar conflitos? Além disso, tem interesse em política e o que acontece pelo mundo? Então o curso de Relações Internacionais é uma ótima opção de carreira para você!

O profissional formado em Relações Internacionais é chamado internacionalista ou analista internacional. Ele é responsável pela análise e compreensão das relações entre pessoas, empresas e governos de diferentes países.

Veja algumas das áreas que englobam O profissional a carreira de Relações Internacionais. O comércio internacional, cultura, direito e também Direitos Humanos, a área militar, política e social.

Já pensou em fazer sua faculdade dos sonhos à distância?

Tire todas as dúvidas e saiba mais sobre a modalidade EAD

 

O internacionalista é aquele que defende os interesses do país, instituição ou segmento da sociedade que ele representa na esfera nacional e internacional. Ele também pode auxiliar empresas a expandir seus negócios para outros países. Além disso, pode trabalhar em programas de intercâmbio.

Quer saber mais? Então continue lendo este artigo para saber quais são os desafios do curso de Relações Internacionais EAD, além de saber mais sobre a grade curricular e a atividade profissional.

O curso de Relações Internacionais 

O curso de Relações Internacionais dura, em média, 4 anos e está dividido em 4 áreas básicas:

  • Política Internacional
  • Economia
  • Direito Internacional
  • História

Sobre o curso superior em Relações Internacionais

O curso superior em Relações Internacionais é do tipo bacharelado e sua duração média é de quatro anos. Ele pode ser feito tanto na modalidade presencial como a distância.

O curso está organizado em torno de quatro áreas, com foco em política, economia, história e direito. Além disso, você vai estudar sociologia, antropologia, administração, o papel das organizações e a integração regional.

Além disso, o curso também tem atividades práticas. Nelas você simula negociações políticas, acordos comerciais, empresariais e diplomáticos. Por conta disso, é importante também aprender conhecimentos das áreas de estatística, filosofia, psicologia e geografia.

Disciplinas de Relações Internacionais

No curso de Relações Internacionais você vai ter que compreender as relações complexas entre as nações. E isso engloba as áreas de economia, comércio, cultura, política e direito internacional. Então, para prepará-lo, a graduação oferece um rol de disciplinas que abordam todos esses temas importantes.

No entanto, também há disciplinas básicas para o curso, como História, Geografia, Antropologia, Administração e até Marketing.

Apesar de não haver idiomas na grade curricular, o seu domínio é importante, em especial o inglês e o espanhol.

Reconhecimento do MEC

Segundo o Ministério da Educação (MEC), estas são algumas das disciplinas do curso de Relações Internacionais.

  • Teorias Clássicas e Contemporâneas das Relações Internacionais;
  • Economia Política Internacional;
  • Regimes Internacionais;
  • Organizações Internacionais;
  • Análise de Política Externa;
  • Política Externa Brasileira;
  • Integração Regional;
  • Segurança Internacional;
  • Comércio e Finanças Internacionais;
  • Cooperação Internacional;
  • Direitos Humanos;
  • História das Relações Internacionais;
  • História das Relações Internacionais do Brasil;
  • Teoria Política;
  • Análise Política;
  • Sociologia;
  • Antropologia;
  • Macroeconomia;
  • Economia Internacional;
  • Economia Brasileira;
  • Direito e Direito Internacional;
  • Cooperação Internacional;
  • Ética e Meio Ambiente;
  • Relações Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS).

Qual o perfil do profissional de Relações Internacionais?

Quando se fala em Relações Internacionais, é comum pensar naquele tipo de  profissional que lida com empresas e governos de outros países. E essa visão está correta. Por isso mesmo, é fundamental ter habilidade com idiomas nessa área.  Além de dominar muito bem o português, é muito importante saber inglês e espanhol. Outra língua que está em alta na área é o mandarim, pela importância da China no cenário internacional.

Também é importante ter bons conhecimentos em Economia, Política e História. Essas áreas são essenciais para que o profissional que quer compreender as características da nação com a qual pretende se relacionar.

Conhecimento multicultural e empatia com outras nações são outros dois itens importantes. É necessário ter uma postura aberta, e não ser influenciado por conceitos preestabelecidos. O profissional formado em Relações Internacionais precisa  compreender e respeitar as culturas diferentes da sua própria.

Área de atuação 

Ao concluir o curso de Relações Internacionais, você se tornará um profissional generalista. Assim, além de atuar no planejamento, na gestão e na avaliação de cenários internacionais, você poderá atuar na mediação e resolução de conflitos e também na prospecção de mercados. Além disso, você pode atuar na área de análise de risco de conjunturas nacionais e internacionais.

Confira abaixo as principais áreas de atuação do profissional de Relações Internacionais:

  • Assessoria governamental e empresarial
  • Diplomacia
  • Análise de conjuntura
  • Política internacional
  • Planejamento estratégico
  • Inteligência competitiva

Você também poderá trabalhar nas áreas de pesquisa acadêmica, consultoria e prestar concursos públicos.

Mercado de trabalho para quem faz Relações Internacionais

O setor público ainda é o que mais contrata o profissional de Relações Internacionais. Até as administrações municipais necessitam de internacionalistas para as cidades. Portanto, eles podem gerar alianças com outros municípios e países, com o objetivo de ampliar as exportações, negociar os gastos com importações e fomentar o turismo e trocar culturais para suas cidades.

Outra área de interessa são as empresas multinacionais. Elas também contratam profissionais de Relações Internacionais para dar apoio a negociações com empresas de diferentes países. As organizações que mais contratam esse profissional são os bancos, as câmaras de comércio e as associações internacionais.

O mercado de trabalho para que faz Relações Internacionais apresenta ótimas perspectivas de emprego, com oportunidades no país todo. Mas é importante lembrar que  profissional em Relações Internacionais também pode atuar no exterior. Ele pode trabalhar em embaixadas, consulados ou mesmo ONGs com polos fora do país.

Salário da área

A remuneração tende a variar bastante. O salário de um profissional em início de carreira vai de R$ 2.500,00 a R$ 3.600,00. Contudo, ao avançar na carreira, você pode ter salários acima de R$ 4.000,00. No entanto, em algumas áreas, como comércio exterior, há salários entre R$ 9.600,00 até R$ 22.000,00. Lembrando que, quanto mais alto o salário, maiores as responsabilidades.

Maiores valores salariais

Ainda assim, as funções com as maiores remunerações estão mesmo na política. Esta área demanda bastante do profissional. Além de boa capacidade técnica, uma boa visão estratégica e networking são muito úteis. Cargos de gerência em Relações Internacionais podem ter remuneração acima de R$ 20.000,00. Já os cargos de direção são os que estão no topo da formação. Por isso é possível ter salários de até R$ 38.000,00, para quem tem doutorado na área.

Onde estudar Relações Internacionais?

O diploma em Relações Internacionais pode abrir muitas portas e ser um belo começo para uma vida profissional de sucesso. Contudo, para colher os frutos de pelo menos quatro anos de dedicação, é fundamental ficar de olho em um detalhe: a faculdade precisa ser reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Somente assim o seu diploma vai ter validade.

Então, se você está interessado em seguira a carreira de Relações Internacionais, veja a relação abaixo. Nela você encontra algumas das principais instituições reconhecidas pelo MEC e que oferecem a graduação em Relações Internacionais.

Em que área atua um formado em relações internacionais?

 

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.