5 erros comuns para você não cometer no Enem

Lygia Barsotti
Jornalista e produtora de conteúdo com13 anos de experiência. Passou pela TV Cultura e por empresas dos segmentos de saúde, educação e bebidas.
1

Crédito: Photo by Gabby K from Pexels

Alguns erros no Enem podem comprometer seu resultado e atrapalhar os planos de ingressar no ensino superior. E isso é tudo o que você não quer, certo?

Afinal, além da grande concorrência (em 2019 foram mais de cinco milhões de candidatos), a prova é uma via de acesso a benefícios como:

  • concessão de bolsas de estudos por faculdades privadas
  • financiamento estudantil do governo (Fies)
  • vagas em faculdades públicas (SiSU)

Assim, sendo esse um exame tão importante, fique atento às nossas dicas e passe longe desses erros no Enem.

Você está preparado para a redação do ENEM?

 

Faça o teste e confira várias dicas

1 – Não ler o Edital: o mais básico dos erros no Enem

Constantemente os candidatos subestimam a importância do Edital do Enem e não leem esse documento.

No entanto, lá estão informações fundamentais sobre a aplicação da prova. Algumas delas podem até ajudar na orientação dos seus estudos. Confira:

  • Datas e horários de início e término das provas
  • Componentes curriculares que serão pedidos nas diferentes áreas do conhecimento
  • Documentos que devem ser apresentados no dia da prova
  • Período, valor da inscrição e processo para solicitar a isenção dessa taxa
  • Critérios de eliminação do candidato
  • Critérios para correção da redação
  • Como justificar ausência no Enem

Não dá para saber como evitar erros no Enem se você não conhecer as regras da prova. Então, por mais longo que seja o Edital, leia-o com calma e destaque os pontos mais relevantes.

Você sabe como a redação é importante para sua nota do Enem?

Descubra aqui se você está preparado!

2 – Não conhecer a estrutura da prova

Para saber exatamente o que você vai encarar e como se preparar para isso, faça um “reconhecimento de campo”. Ou seja, simulados.

Nesse sentido, busque na Internet provas de edições anteriores do Enem e veja como são construídas as questões.

Uma característica conhecida do Enem é fazer com que o candidato resolva um problema a partir da leitura de um texto-base. Geralmente o enunciado indica os aspectos que devem ser considerados para se chegar à resposta correta.

Já sabe como se dar bem na redação do Enem?

 

Faça o teste e descubra se você está preparado

As provas também costumam recorrer a charges e quadrinhos para contextualizar o tema em questão. Tanto quanto os elementos verbais, é importante observar essas ilustrações.

Assim, para não cometer erros no Enem é imprescindível ler o enunciado, o texto-base proposto e analisar também as imagens. A alternativa certa necessariamente vai trazer elementos apresentados por eles.

Do mesmo modo, desconfie das alternativas que têm informações a mais, a menos ou que são conflitantes com o cenário abordado pelos textos e ilustrações.

Sabia que sua nota do Enem pode virar desconto na mensalidade?

Calcule aqui!

3- Não organizar o tempo de realização da prova

Às vezes, quando chega o grande dia, a ansiedade bate e alguns candidatos mal sabem por onde começar. “E agora, o que eu faço primeiro!?”. Como resultado, não planejam o uso do tempo – e esse é um dos erros no Enem que mais prejudicam o desempenho. Portanto, evite-o a todo custo.

Afinal, não dá para correr o risco de jogar fora um ano inteiro de preparação e ser desclassificado porque não conseguiu fazer a prova dentro do horário previsto, não é mesmo?

Sob o mesmo ponto de vista, sair chutando um monte de respostas por falta de tempo é tão ruim quanto.

Você está preparado para a redação do Enem?

Ela é essencial para você garantir sua vaga na faculdade

Então, confira algumas dicas para organizar a realização da sua prova:

  • Comece pelas matérias prioritárias para a carreira escolhida e resolva as questões mais fáceis.
  • Logo depois, parta para as matérias secundárias e também comece resolvendo as questões mais fáceis.
  • Volte para as matérias prioritárias e se concentre nas questões de dificuldade média. Deixe sem resposta as mais difíceis. Elas vão ficar para o final.
  • Em seguida, vá para as matérias secundárias e foque nas questões de dificuldade média.
  • Retome as questões difíceis das matérias mais importantes. Apenas se não tiver muito tempo sobrando chute as respostas.
  • Por fim, dedique-se às questões difíceis das matérias secundárias. Apenas se não tiver muito tempo sobrando chute as respostas.

Ainda que você precise chutar uma ou outra resposta, ao dividir as questões por ordem de dificuldade você não perde tempo com os conteúdos que não domina e se concentra naquelas questões que tem mais chances de acertar.

4- Estudar na base da “decoreba”

Em primeiro lugar, apenas decorar fórmulas, datas e nomes, não é suficiente para aprender profundamente qualquer assunto. Do mesmo modo, não é recomendado como preparação para nenhum tipo de prova. Muito menos para o Enem.

Quer garantir a melhor preparação para o Enem 2021?

Acima de tudo, o objetivo do exame é identificar as habilidades do candidato em resolver problemas, usando como ponto de partida os conteúdos de várias disciplinas do Ensino Médio.

Em outras palavras, de nada adianta saber só a teoria se você não for capaz de interpretar os dados de um gráfico ou de relacionar informações para elaborar um argumento, por exemplo. Sem dúvida, esse é um dos grandes erros dos candidatos no Enem.

Isso não significa, entretanto, que o conteúdo não tenha relevância. Ele deve, sim, ser estudado.

Mas o que realmente vai fazer a diferença são suas habilidades em cinco Eixos Cognitivos, segundo a Matriz de Referência do Enem. Elas são comuns a todas as áreas do conhecimento:

  • Dominar linguagens (DL)
  • Compreender fenômenos (CF)
  • Enfrentar situações-problema (SP)
  • Construir argumentação (CA)
  • Elaborar propostas (EP)

5- Não se preparar para a redação: um dos erros no Enem que podem derrubar sua nota

A redação tem um peso enorme no Enem – mesmo para quem não vai cursar Humanas na faculdade.

Não zerar na redação do Enem é critério determinante para uma boa nota na prova. Sobretudo para quem pretende concorrer a uma bolsa de estudos ou financiamento pelo governo federal, como o Fies ou o ProUni.

Um dos principais erros no Enem é deixar para pensar na redação apenas na hora da prova, com a desculpa de que só dá para escrever conhecendo o tema. Mas isso não é verdade.

Independentemente do tema da redação, existem maneiras de se preparar ao longo de todo o ano para essa tarefa. Veja só.

  • Tenha repertório sociocultural e estude também fora da sala de aula. Leia, assista a filmes e esteja informado sobre o que acontece no mundo. É essa bagagem que vai te permitir construir um bom texto, não importa o tema.
  • Busque provas anteriores do Enem e explore novos temas da atualidade. Pesquise sobre eles, escreva e peça a correção de um professor de Português.
  • Cronometre seu tempo. Tenha em mente que a pressão do dia da prova provavelmente vai fazer com que você demore mais para concluir o texto. Inclua esses minutos extras no tempo total de execução da prova.

Dicas para uma boa redação

Na hora da prova, dê atenção a alguns critérios essenciais para que sua redação seja bem avaliada:

  • Não fuja ao tema. De nada adianta dominar a norma culta da Língua Portuguesa se seu texto não tiver relação com o tema pedido. Não atender a esse requisito é motivo para zerar na redação.
  • Construa uma boa argumentação. Exponha seu ponto de vista e defenda-o usando dados, números e outras informações pertinentes.
  • Seja conciso. “Dar voltas” ou escrever frases muito longas torna o raciocínio confuso. Descreva de modo objetivo seus argumentos e conclusões.
  • Faça um rascunho e revise o texto antes de passá-lo para a folha de prova.

Agora que você já sabe os erros no Enem que devem ser evitados, mão na massa! Coloque as dicas em prática e garanta uma boa pontuação.

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.