5 motivos para fazer Computação na Nuvem

Ana Cláudia Andrade Oliveira
Formada em Letras, Pedagogia, especialista em Neurociências e em produção de conteúdo Web.

Crédito: Foto de Christina Morillo no Pexels.

Quando alguém decide seguir uma determinada carreira, existem alguns motivos para essa decisão. Caso você queira descobrir quais são os motivos para fazer Computação na Nuvem e seguir carreira nessa área, este artigo é para você!

De antemão, há muitas dúvidas sobre Computação na Nuvem, setor que muitos já perceberam que está em constante crescimento. Contudo, será que essa carreira é promissora? Será que vale a pena investir em uma graduação nessa área?

Descubra sobre com esses 5 motivos para fazer Computação na Nuvem

1. Oportunidades de emprego

A área de Computação na Nuvem é uma das que mais cresce, não só no Brasil, mas em todo o mundo. Sendo assim, devido ao avanço da tecnologia, mais empresas buscam por profissionais dessa área.

Entre os segmentos que oferecem oportunidades, o profissional de Computação na Nuvem poderá trabalhar com:

  • Saúde;
  • Tecnologia;
  • Educação;
  • Marketing;
  • Entre outras.

Ou seja, vagas de emprego não vão faltar. Muitas empresas estão se adaptando ao armazenamento em nuvem. Para isso, é preciso contar com profissionais qualificados para atuar na área.

Além disso, outro ponto interessante é o crescimento na carreira possível ao profissional de Computação na Nuvem. Quem começa na carreira, poderá atuar como tecnólogo em Computação na Nuvem responsabilizando-se pelas análises de indicadores do ambiente computacional, além de outras funções. 

Posteriormente, o profissional pode se tornar arquiteto de Computação na Nuvem, tornando-se responsável por implementar e supervisionar o sistema de nuvem de uma empresa.

Há, também, as funções de engenheiro de migração, responsável pelos sistemas e configurações de rede, e de engenheiro de software para Cloud Computing, o profissional especializado em softwares relacionados à Computação na Nuvem.

Enfim, além das muitas oportunidades, por se tratar de uma área nova e em crescimento, ainda podem surgir novas funções.

2. Salário

À primeira vista, entre os motivos para fazer Computação na Nuvem, o salário é um dos principais. Essa é uma das áreas mais bem pagas no Brasil,  sem contar os benefícios oferecidos pelas empresas.

Antecipadamente, o salário pode variar de acordo com cada empresa e estado onde a pessoa trabalha. No entanto, é um salário bastante atrativo e, por isso, o número de candidatos às vagas vem aumentando.

Por exemplo, o arquiteto de cloud (ou nuvem) recebe, em média, de R$9 mil a R$19 mil reais. Essa média considera, além do porte da empresa, o tempo de experiência do funcionário.

Um estagiário ou trainee na área também começam na carreira com um salário bastante atrativo. O tecnólogo em Computação na Nuvem trabalhando em uma empresa de médio porte pode receber, em média, R$5.546,00.

Mesmo que o profissional comece a trabalhar em uma empresa de pequeno porte, o salário é alto. Então, vale a pena seguir essa carreira visando bons salários.

Além disso tudo, nessa área existe a possibilidade de trabalhar em home office para empresas do exterior.

Quanto mais especializado, mais oportunidades e melhores salários você poderá ter!

3. Profissão do futuro

Considerada uma das áreas mais promissoras do momento, a Computação na Nuvem se tornou a profissão do futuro. No entanto, por que será que é considerada assim?

Primeiramente, com o avanço da tecnologia, as empresas deixaram de armazenar seus documentos diretamente no computador. Embora passasse segurança, esse método tornava fácil corromper ou perder esses documentos.

Agora, tudo é salvo na nuvem. Mas, com a evolução da Computação na Nuvem, sua funcionalidade não se resume a armazenar arquivos. Essa área também trabalha com o processamento de dados em nuvem.

A Computação na Nuvem oferece:

  • Inovações mais rápidas;
  • Economias de escala;
  • Recursos flexíveis;
  • Velocidade;
  • Produtividade;
  • Melhor desempenho;
  • Confiabilidade;
  • Segurança.

As empresas perceberam o quanto essa tecnologia é positiva para os negócios. Sendo assim, a tendência é o crescimento constante.

Além disso, a tecnologia está sempre evoluindo e a Computação na Nuvem certamente passará por muitas mudanças. Mudanças essas que melhorarão o que já existe hoje. Com certeza, nos próximos três anos todas as empresas operarão com Computação na Nuvem.

4. Contato com a inovação

Se você gosta de inovação, esse pode ser um dos motivos para fazer Computação na Nuvem. A área está ligada diretamente à tecnologia, e um dos segmentos que mais contratam esses profissionais são as empresas de TI. 

As inovações podem e vão acontecer em vários segmentos. Dessa forma, muitas novidades na área estão surgindo. Se você quer fazer parte dessa história, a Computação na Nuvem é uma boa carreira a se seguir.

É uma área ideal para quem gosta de mudanças, pois, nessa carreira não dá para ficar parado. Ou seja, para conseguir acompanhar todas as inovações que estão a caminho, o profissional precisa se capacitar.

Sendo assim, é preciso investir em cursos, pós-graduação e certificados. Dessa forma, você se tornará um profissional competente na sua área. Além disso, participe de palestras, leia notícias sobre tecnologias e mantenha-se informado.

Assim, você antecipa as inovações que estão por vir e sai na frente da concorrência.

5. Muito aprendizado

Por fim, chegamos ao final da nossa lista de motivos para fazer Computação na Nuvem. Por último, mas não menos importante, se você optar por se especializar nessa área, saiba que  terá muito aprendizado.

O aprendizado está presente em todas as áreas, mas o foco aqui é o aprendizado além da faculdade. Embora esteja focado em tecnologia, não se resume apenas a dados e softwares.

Por exemplo, durante o curso e ao longo da sua carreira, você aprenderá a trabalhar em grupo. Um profissional de Computação na Nuvem nunca trabalha sozinho!

Outro aprendizado muito importante é a liderança. Em algum momento da sua carreira, com certeza você liderará uma equipe. Ou, ainda, pode ser dono da sua própria empresa e, para isso, é preciso saber como liderar e incentivar pessoas.

Além disso, você perceberá que o aprendizado estagnado nunca será suficiente. Ou seja, será necessário sempre buscar se atualizar, ler e estudar para acompanhar as mudanças na área. Dessa forma, você se sentirá ainda mais motivado e nunca se conformará a ficar parado. 

Em síntese, essa é uma carreira promissora. Se você se identifica com a área, não deixe de investir na sua carreira – capacite-se!

Para ficar ainda mais antenado com a área, continue lendo Computação na Nuvem e Internet das coisas: entenda a relação. 

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 4 / 5. Contagem: 4

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.