Agronomia ou Agroecologia: saiba as diferenças

Lucas Fonseca e Silva
Colaborador do Hora Da Facul
1

Crédito: Crédito: Canva.

 Se você pretende ingressar no ensino superior no curso de Agronomia ou Agroecologia, é essencial que, antes de decidir qual das faculdades entrar, você saiba as diferenças teóricas e práticas entre esses dois cursos.

Por esse motivo, te explicaremos como funciona cada um desses cursos. Neste conteúdo, mostraremos quais são as oportunidades para você que busca seguir sua carreira em um dessas profissões.

Acompanhe o post inteiro para se atualizar também em relação às tendências do mercado de trabalho!

Entenda mais sobre o curso de Agronomia

O curso de Agronomia é do tipo bacharelado e possui uma duração média de cinco anos. Além disso, no Brasil você pode encontrá-lo tanto na modalidade presencial, quanto na modalidade EAD

Durante os primeiros semestres, o estudante tem disciplinas já conhecidas, como Matemática, Química, Física, Biologia e outras. Já nos períodos seguintes, se iniciam os estudos específicos relacionados ao setor.

A partir daí, o aluno estuda matérias, como:

  • História da Agricultura;
  • Ecologia;
  • Morfologia Vegetal;
  • Ciência do Solo;
  • Engenharia Rural;
  • Engenharia Florestal;
  • Nomenclatura Botânica;
  • Climatologia;
  • Agrotecnologia;
  • Topografia.

Dessa maneira, entende-se que o foco do curso é nas Ciências Exatas e Biológicas e que a formação pretende preparar profissionais para atuar desde o planejamento, até a execução de atividades que se relacionam com a Agricultura e o Agronegócio.

Entenda mais sobre o curso de Agroecologia

Diferente da Agronomia, o curso pode ser do tipo bacharelado, com duração média de 5 anos ou do tipo tecnólogo, com duração média de 3 anos.

Além dessas opções, o profissional formado em Agronomia pode optar por se especializar na área, através de uma pós-graduação ou um curso livre. No entanto, ainda hoje não é tão fácil encontrar cursos de Agroecologia no Brasil, por isso sempre pesquise bem.

Ainda, em relação à graduação e à grade curricular, o curso se inicia com uma introdução feita através de disciplinas já conhecidas pelos estudantes, assim como na Agronomia.

Após os primeiros períodos da faculdade, o aluno passa a ter disciplinas específicas para área, como:

  • História da Agricultura e da Agronomia;
  • Introdução às Ciências Agrárias e Ambientais;
  • Desenhos Técnicos e Construções Rurais;
  • Ecologia Geral;
  • Topografia;
  • Fitopatologia;
  • Agrometeorologia;
  • Instalações Rurais;
  • Segurança do Trabalho Rural;
  • Zoologia Aplicada.

Além disso, é importante ressaltarmos que a grade curricular pode sofrer alterações nos nomes das disciplinas ou até mesmo em seu modelo, conforme a preferência de cada universidade.

Qual a diferença entre a Agronomia e a Agroecologia?

Apesar de ser um curso já consolidado entre as profissões disponíveis no mercado de trabalho, a Agronomia tende, cada vez mais, a se adaptar às tendências da Agroecologia. 

Considerando que, o curso de Agroecologia se difere do curso de Agronomia pelo fato de ser focado em soluções ecológicas dentro do Agronegócio, entende-se que a integração desses conceitos é essencial para a preservação do meio ambiente.

Sendo assim, as diferenças, na prática, são basicamente pautadas na preocupação ecológica dos processos dentro do Agronegócio, a fim de reduzir os danos causados pela Agricultura.

Qual é o mercado de trabalho para ambos os cursos?

Mercado da Agronomia

O mercado de trabalho da Agronomia é muito forte no país e possui um grande leque de alternativas para os profissionais formados na área. Os Agrônomos podem atuar tanto em empresas públicas e privadas. Nestas, os profissionais contribuem para a gestão ou execução de planos agrícolas.

A seguir, veja algumas áreas de destaque no segmento:

  • Indústria de alimentos;
  • Gestão Rural;
  • Vigilância Sanitária;
  • Engenharia Rural;
  • Fitotecnia;
  • Pesquisa e Ensino.

Mercado da Agroecologia

Devido ao desenvolvimento das técnicas agrícolas, a Agroecologia vem se inserindo, mesmo que gradualmente, no Agronegócio. Apesar de o mercado de trabalho para esse curso ainda se mostrar bem restrito, o segmento é visto como uma promessa para o futuro das áreas já conhecidas na Agronomia. 

Sendo assim, é válido considerarmos que as áreas de atuação se assemelham às da Agronomia em geral, mas são voltadas para o desenvolvimento ecológico das plantações, dos rebanhos e outros.

Entre as principais áreas de atuação, podemos destacar:

  • Pesquisa e Ensino;
  • Planejamento Rural Ecológico;
  • Gestão Rural Sustentável;
  • Produção de Alimentos Orgânicos;
  • Produção de Biocombustíveis;
  • Agrotecnologia Sustentável.

Assim, analisando a preocupação com a sustentabilidade e a evolução do agronegócio, entende-se que Agroecologia é o caminho a se seguir por esse segmento da economia, assim como em diversas outras profissões que já têm buscado alternativas sustentáveis.

Qual a faixa salarial dessas profissões?

Segundo algumas plataformas de empregos, a faixa salarial do agrônomo para uma jornada de 42 horas de um agrônomo gira em torno de R$ 6.341,63. Considera-se, dessa maneira, um piso salarial de R$ 5.787,85 e um teto que pode chegar a R$ 14.262,57. 

Essa faixa salarial elevada ocorre devido à elevada influência brasileira nesse segmento e também pela alta demanda por profissionais especializados.

Ademais, os profissionais formados em Agroecologia, como ainda não há consolidação no mercado, a faixa salarial pode variar muito. No entanto, considerando uma jornada de 40 horas semanais, a média de salário varia entre R$ 2.401,69 a R$ 4.058,86. 

Mas não se preocupe, a valorização dos profissionais formados na área tende a crescer nos próximos anos. Já que o mercado tem buscado por soluções sustentáveis.

Qual desses cursos devo escolher?

A Agronomia já possui um mercado sólido no Brasil, mas que também precisa de inovações. Já a Agroecologia surgiu, justamente, para tentar suprir a necessidade de um desenvolvimento ecológico do setor. 

Apesar de as tratativas serem diferentes nos dois cursos, eles se relacionam diretamente. Se você busca entrar no mercado do Agronegócio e depois acompanhar as tendências sustentáveis, a Agronomia pode ser o melhor caminho.

Por outro lado, se você pretende se inserir no mercado já preparado para o futuro da profissão, a Agroecologia é uma excelente alternativa. 

Vale lembrar também que, os profissionais formados em Agronomia podem se especializar em Agroecologia, através de cursos livres ou uma pós-graduação. 

Por isso, o melhor caminho para sua carreira depende das suas escolhas! Mas antes de decidir, analise as possibilidades e a grade curricular desses dois cursos e veja em qual deles você melhor se encaixa.

Para saber mais sobre o campo da Agronomia, acesse a Seção do curso e veja outros conteúdos relacionado!

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 4.1 / 5. Contagem: 20

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.