Agronomia x agropecuária: entenda a diferença

Ana Cláudia Andrade Oliveira
Formada em Letras, Pedagogia, especialista em Neurociências e em produção de conteúdo Web.
1

Crédito: Foto de Anna Shvets no Pexels.

Agronomia e agropecuária são a mesma coisa? É comum confundir sobre essas duas áreas, contudo elas possuem as suas diferenças. Embora as duas atuem em setores parecidos, cada uma possui uma função diferente.

Se você tem interesse em cursar a graduação em uma das áreas, mas ainda não entende a diferença, este artigo ajudará. Aqui você encontrará respostas para as principais dúvidas sobre agropecuária e agronomia. Confira!

O que é agronomia?

A agronomia é a área que reúne as técnicas que aprimoram os produtos agrícolas e pecuários. Ou seja, o profissional dessa área será responsável pelo cultivo dos solos e participará de todo o processo de produção agrícola.

Vai prestar vestibular para Agronomia?

Descubra qual área mais combina com você

 

De antemão, esse processo consiste desde o preparo das sementes, chegando até a distribuição da safra para o consumidor. E, devido a esse processo extenso, a agronomia oferece uma grande possibilidade de atuação na área. Além disso, esta é uma área que precisa muito de profissionais qualificados.

Ainda mais, quando se fala em agronomia, é preciso entender que ela faz parte do campo da gestão ambiental. Assim, a agronomia é uma área multidisciplinar que inclui subáreas como:

  • Ciências naturais;
  • Exatas;
  • Sociais;
  • E econômicas.

Dentro da agronomia existem 3 áreas de atuação:

  • Pesquisa;
  • Ensino;
  • E extensão rural.

Através do trabalho desenvolvido pela agronomia, é possível melhorar os resultados da agropecuária, como o manejo de irrigação por exemplo.

O que é agropecuária?

A agropecuária é uma das atividades mais importantes no Brasil. Esta é uma atividade que consiste na exploração do espaço rural, através do plantio e da criação de animais em grande escala.

Esta é uma área que visa o cultivo de plantas e a criação de animais, com objetivo para o consumo humano. Além disso, ela pode colaborar para o fornecimento de matérias-primas.

Quando falamos de agropecuária, é preciso entender que esse é um setor primário da economia. Por quê? Porque sem a agropecuária não seria possível que outras atividades fossem exercidas.

Esta é uma atividade que pode ser exercida por pequenos e grandes produtores.  Dessa forma, ela é classificada em sistemas, veja quais são:

  • Agropecuária intensiva – Visa o alto lucro dos proprietários, extraindo maior produtividade da terra com pouca mão de obra.
  • Agropecuária extensiva – Caracterizado pela ausência de tecnologia e baixa produtividade. Comum entre agricultores familiares.
  • Agropecuária intensiva com mão de obra – Praticada em países subdesenvolvidos, com pouca tecnologia. Conta com muitos trabalhadores e visa a alta lucratividade.

Entenda a diferença entre agronomia e agropecuária

Desde os tempos datados da pré-história vemos a importância da agricultura para a humanidade. Contudo, conforme a evolução tornou-se necessário o uso de tecnologia e técnicas para atender a alta demanda.

Daí, vem a importância da agronomia e agropecuária, mas afinal, qual a real diferença entre elas. Ao olhar pela primeira vez é comum entender que ambas lidam com alimentação e terra. Mas existe sim diferença, embora elas se complementam.

A palavra Agronomia tem origem grega, quando ela se decompõe ela forma: 

– AGROS (Agro) significa terra

– NOMOS (Nomia) significa lei. 

Sendo assim, agronomia é a ciência que estuda as leis da terra. Aqui é preciso entender de engenharia do solo.

Já a agropecuária visa os métodos de cultivo e de criação de animais. Ela trabalha com o aprimoramento dos produtos agrícolas e pecuários.

– AGROS (Agro) significa terra;

– PECUARIUS (Pecuária) significa gado.

Uma complementa a outra, e ambas são fundamentais não somente para a economia do Brasil, mas para o mundo!

O que faz um profissional de agronomia?

O profissional formado em agronomia tem como objetivo melhorar a qualidade e produtividade, seja de plantações e rebanhos.

Este profissional tem como função planejar, coordenar e executar atividades que estão relacionadas a todas as etapas do agronegócio. Sendo assim, ele deve acompanhar:

  • O preparo e cultivo do solo;
  • Processo da colheita;
  • Armazenamento;
  • E distribuição dos alimentos.

Para se dar bem nesta área, é preciso que a pessoa tenha um perfil adequado. Ou seja, é primordial gostar do contato com o campo e com os animais. Afinal, as principais atividades vão acontecer em zonas rurais.

Além disso, é preciso saber lidar com números. Sim, a função vai exigir isso do profissional. Será preciso lidar com cálculos e interpretar estatísticas e dados.

10 dicas para se preparar para o vestibular de agronomia

Como toda a carreira é sempre importante buscar atualizações na área. Portanto, após a graduação veja no que você pode se especializar. E assim, garantir sucesso no seu âmbito profissional.

O que faz um profissional de agropecuária?

Agora vamos falar do profissional de agropecuária. Como vimos até aqui, as duas áreas se complementam, mas possuem as suas diferenças. Assim funciona com o profissional de agronomia e o profissional de agropecuária.

O profissional dessa área deve planejar, executar, acompanhar e fiscalizar projetos agropecuários.

Além disso, seu trabalho consiste em:

  • Fazer levantamentos topográficos;
  • Administrar propriedades rurais;
  • Monitorar programas preventivos de sanitização da produção animal;
  • E atuar em pesquisas.

Para atuar nessa área, assim como a agronomia, é preciso gostar da natureza. O contato com os animais é imprescindível. Além disso, é preciso contar com certas habilidades, como:

  • Habilidade com máquinas e equipamentos agrícolas;
  • Boa comunicação;
  • Liderança;
  • Flexibilidade;
  • Capacidade analítica e de planejamento.

Entre as atividades que podem ser desenvolvidas por este profissional, podemos citar:

  • Fiscalização de produtos de origem vegetal, animal e agroindustrial;
  • Produção de alimentos;
  • Operação de projetos agropecuários e industriais;
  • Assessoria técnica ao agricultor;
  • Medição, demarcação e levantamentos topográficos;
  • Entre outros.

Como está o mercado de trabalho para essas profissões?

Ao se deparar com o mercado de agronomia e agropecuária, o profissional tem grandes chances de trabalho. Além da graduação, é possível realizar alguns cursos técnicos na área. As oportunidades existem, e estão à espera de profissionais qualificados.

As duas áreas são muito importantes para o setor econômico. Por exemplo, aqui no Brasil o agronegócio é responsável por 22% do PIB (Produto Interno Bruto). E ao que tudo indica, esse crescimento vai continuar pelo menos até o próximo ano.

Quem busca ingressar em uma dessas áreas, podem atuar em:

  • Órgãos governamentais;
  • Empresas comerciais;
  • Institutos de pesquisa;
  • Empreendedorismo;
  • Parques e reservas naturais;
  • E estabelecimentos agroindustriais.

Portanto, se você se identificou com uma das áreas e tem interesse em seguir carreira, faça uma graduação. Pesquise por universidades que oferecem esses cursos, ou se você ainda não tem certeza na graduação, faça um curso técnico.

Enfim, se você gostou desse assunto e quer saber mais sobre carreiras, explore os conteúdos  disponíveis em nosso blog!

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 5 / 5. Contagem: 1

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.