Como montar um bullet journal para seus estudos?

Ana Paula Schuster
Colaborador do Hora Da Facul

Você sabe o que é um bullet journal? Cada vez mais pessoas usam esse método para organizar o dia a dia. Por isso, também é uma boa forma de ordenar seus estudos e ainda funciona como uma motivação.

Entretanto, nem todos gostam de usar e preferem outras formas de organização. Sendo assim, venha saber mais sobre como ele funciona e se combina com você.

Bullet journal: o que é?

O objeto também pode ser chamado de bujo e foi criado por Ryder Carroll. Era difícil para ele aprender. Por isso, teve que descobrir formas de como ser focado e produtivo.

Qual a faculdade combina com o seu interesse? 

Preparamos um teste para você

Bullet journal é um caderno para anotar suas tarefas diárias. Mas, você pode montar como quiser e do jeito que gosta. Muitas pessoas elaboram artes nos seus e decoram de diferentes formas. Outras preferem um estilo mais simples, com poucos ou nenhum desenho.

Além de organizar as tarefas, também pode ser usado como um espaço de criatividade. Por isso, muitos artistas usam não só para obrigações, mas também para escrever ou desenhar.

Como funciona um bullet journal

A base para montar um é apenas dividir as partes anuais, mensais e semanais. Assim, o bullet journal tem uma visão geral do seu ano, mês e semana.

Outras páginas podem ser sua escolha fazer ou não. Por exemplo, alguns fazem a página “habit tracker”, que serve para controlar seus hábitos. Mas, outros gostam de deixar páginas para colar fotos de dias que marcaram o ano.

A forma de usar muda de pessoa para pessoa. Sendo assim, no começo é importante testar coisas diferentes até achar o que se encaixa com você.

Bullet journal para estudos

Agora que você já sabe o que é e como funciona, é hora de montar. Mas, pode ser que não saiba como fazer um para organizar os estudos. Então, se é a primeira vez que monta um bullet journal é difícil saber onde começar.

Por isso, daremos dicas do que colocar no seu caderno. Portanto, veja todos os passos a seguir para não ter mais dúvidas.

Defina objetivos

Pense para que você quer usar esse método. Será apenas para estudos, ou também para outras tarefas? Então, trace qual objetivo atingir com o bullet journal. Além disso, pode realizar outras perguntas, como:

  • Por que não consigo usar agendas normais?
  • O que preciso anotar no dia a dia?
  • Como é a minha rotina?
  • Quais os tipos de anotações que preciso fazer?
  • Quantos compromissos com hora marcada eu tenho?
  • O que preciso fazer nos meus dias? E semanas?
  • Preciso de quanto espaço para anotações como lembretes ou aulas?

Após responder você começará a perceber como deve montar seu caderno. Sendo assim, já terá uma ideia de esboço.

Procure referências

Algumas pessoas que usam gostam de postar em redes como Instagram, Pinterest e YouTube. Por isso, procure exemplos de bullet journal de quem já sabe montar um próprio.

Além disso, você pode pegar referências de várias pessoas diferentes. Depois, escolha o que mais encaixa com seu gosto na hora de fazer o seu.

Mas lembre-se: as fotos que mais aparecem são de bullets journal lindos e elaborados. Entretanto, você não precisa fazer tudo isso, usar apenas uma caneta é o suficiente.

Símbolos do bullet journal

Quem usa o caderno tem alguns “códigos” usados para anotar as tarefas. Então, é usado um símbolo diferente dependendo do que precisa colocar.

Você pode criar os códigos que quiser no bullet journal. Mas, o próprio criador Ryder Carroll criou um sistema universal que é:

  • Bolinha () para uma tarefa;
  • X para quando terminar a tarefa (desenhar ele em cima da bolinha anterior);
  • Sinal de maior (>) para passar a tarefa para outra data;
  • Sinal de menor (<) quando a tarefa tem dia e horários novos;
  • Círculo () para marcar eventos;
  • Tracinho (-) para anotações, como pensamentos e ideias.

Esses símbolos são chamados de bullets e ajudam na organização. Além disso, você consegue ver o que falta fazer ou o que já foi feito.

Anote o que precisa estudar

Separe uma parte para fazer uma lista com assuntos para estudar. Desse jeito, você terá uma visão de tudo que precisa. Além disso, anote no bullet journal quando o professor falar que vai cair na prova. Depois, é só voltar na página e organizar os estudos no seu dia.

Cuidado com datas e prazo

Os professores combinam algumas datas antes, como a semana de provas. Entretanto, no meio das aulas eles começam a pedir trabalhos e pesquisas extras.

Por isso, anote essas datas na parte do mês e semana de entrega. Além disso, coloque um lembrete uns dias antes para avisar que o prazo está perto.

Bibliografia

Às vezes os professores recomendam livros ou até mesmo séries, ou filmes de uma matéria. Por isso, você pode ter uma página apenas para escrever uma lista com essas indicações.

Faça metas

Uma das páginas presentes em muitos bullet journal são as metas do ano. Então, que tal usar para suas metas escolares também. Pense no que você quer atingir no ano ou semestre.

Por exemplo, tirar uma nota em alguma matéria ou se dedicar mais a um assunto. Depois, anote. Além disso, você pode fazer planos para atingir a meta. Então, sua ideia para tirar 10 é estudar por uma hora todos os dias. Desse jeito, sua motivação também aumenta.

Mude de bullet journal quando quiser

Não se sinta preso em seguir a ideia inicial do seu caderno. Afinal, é sua primeira vez com o bullet journal. Por isso, ainda não sabe o que funciona com você.

Além disso, quanto mais referência achar mais ideias para colocar no caderno aparecem. Por isso, mesmo que já tenha começado pode adicionar novas páginas.

Que caderno usar para bullet journal?

As fotos que aparecem na internet mostram cadernos pequenos com capas bonitas. Entretanto, qualquer um pode ser usado. Os mais recomendados são do tamanho A5, que são menores. Desse jeito, você pode levar o bullet journal na bolsa para qualquer lugar.

Além disso, as folhas também podem ser pautadas, pontilhadas, quadriculadas ou sem pauta. Mas, muitos preferem as pontilhadas, pois dá mais liberdade para criar.

É possível encontrar esses cadernos em lojas ou na internet. Aliás, muitos vendem sob o título de serem próprios para bujo. Eles são os mais usados, mas você pode usar outro modelo.

Muitos cadernos que dizem ser para esse método podem ser mais caros. Entretanto, os mais baratos que não tem “bullet journal” no título também são perfeitos. Por isso, pesquise antes de comprar.

Agora que você descobriu como organizar seus estudos em um bujo pode trabalhar no seu. Pesquise e encontre a forma certa que funciona para você. Além disso, use também como uma forma de motivação.

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.