Confira dicas de livros da área do Direito

Roberto Dezorzi
Colaborador do Hora Da Facul
1

Crédito: Créditos: Pexels.

Primeiramente, ao escolher uma área de trabalho, é recomendado que o futuro profissional carregue consigo uma bagagem de conhecimentos gerais e específicos como forma de garantir um melhor desempenho em relação à nova carreira. Isso tudo vai depender das diversas ciências que compõem o campo de estudo e o quanto de conhecimento você se dispõe a somar durante a sua trajetória no mercado de trabalho. Pensando nisso, neste post sugerimos algumas dicas de livros da área do Direito.

Enfim, é natural em qualquer profissão encarar diversos desafios impostos pela rotina diária. Seja você um futuro estudante de agronomia, enfermagem ou, neste caso específico, um futuro bacharel em Direito.

Independentemente da faculdade, saiba que os livros serão presença constante em sua vida. E falando nisso.

Se inspirou em Suits e vai fazer vestibular para Direito?

Preparamos um quiz para você descobrir qual é o seu perfil na série

Além de saber que você já está pronto para ler bastante e saber mais sobre esta área que já faz parte da história das nossas instituições, anote alguns livros importantes da área de direito, com base na opinião de estudantes e profissionais de longa data, tanto da carreira pública quanto privada.
Bora lá?

Dicas de livros da área de Direito 

1. O Processo (Franz Kafka) 

Todo bacharel em Direito que se presta sabe que “O Processo”, famoso romance do escritor Franz Kafka, é um clássico entre as diversas gerações de leitores, e não somente das pessoas ligadas ao curso.

Em suas páginas, a lei é tratada de forma intocável ao cidadão comum. Porém, totalmente perfeita aos moldes da sociedade moderna. Qualquer semelhança não é mera coincidência.

2. O Príncipe (Nicolau Maquiavel)

O fim justifica os meios. Quem conhece essa obra sempre se recorda dessa frase que já faz parte da nossa cultura popular.

Vai fazer vestibular para Direito? 

 

Confira aqui se você tem o perfil dos estudantes e profissionais da área

O livro de Maquiavel faz parte do domínio público, além de ser considerada fundamental para quem se interessa pelas disciplinas de cunho estratégico. Além disso, é um dos livros responsáveis pela formação do pensamento humano ocidental.

3.Cidadania no Brasil (José Murilo de Carvalho)

O livro é apreciado por muitos estudantes com os quais conversamos. Considerado uma aula de brasilidade, suas linhas funcionam como um guia sobre a longa jornada da democracia brasileira. Desde os primeiros passos do país como nação independente até os movimentos de rua recentes.

4.Liberdade de expressão, pluralismo e o papel promocional do estado (Daniel Sarmento)

Obra bastante indicada para todos que se interessam pelo tema, trata da dimensão existente na liberdade de expressão e sua concepção junto ao Estado.

Assunto bastante polêmico em qualquer situação, a liberdade de expressão e outras temáticas são profundamente abordadas no livro. Deixando qualquer amante das ideias e estudantes de Direito dispostos a encarar os desafios de um bom bate-papo acalorado.

Vai cursar Direito e é fã da série How To Get Away With Murder?

Preparamos um quiz para você descobrir qual é o seu perfil entre os “Keating 5”

5.Direito Civil Brasileiro – parte geral (Carlos Roberto Gonçalves)

Um manual para quem ama o Direito Civil, bastante respeitado pela maioria dos profissionais consultados para este artigo. O livro apresenta os principais aspectos sobre a parte geral do direito civil. Acima de tudo, a obra é indicada para alunos de graduação, pós-graduação e profissionais da área. 

6.Acesso à Justiça (Mauro Cappelleti e Bryant Garth)

O mundo jurídico não é perfeito e tem um caráter utópicoSegundo a obra de Cappeleti e Garth, existem barreiras bastante visíveis em relação ao efetivo acesso à justiça.

Entre elas, a principal é a chamada custa processual, na medida em que a diferenciação das partes com relação ao custo do processo já demonstra o caráter diferenciado de acesso à justiça perante à população.

Enfim, uma obra marcante aos olhos de quem já tem anos de experiência na área, além dos que recém estão chegando ao mundo jurídico.

7. Introdução Geral ao Direito (Luiz Alberto Warat)

A “Introdução Geral ao Direito”, de Warat, merece destaque importante entre todas as recomendações de leitura. Ainda mais a quem se interessa pelas disciplinas que envolvem os alicerces do direito e outras disciplinas de humanas.

Profunda, a obra mostra a paixão do autor pelo direito, sua linguagem e significados, mas acima de tudo é uma lição em detalhes para quem começa na área.

8. Teoria da Norma Jurídica + Teoria do Ordenamento Jurídico (Norberto Bobbio)

“Teoria da Norma Jurídica” foi o curso ministrado pelo autor, antes da elaboração da “Teoria do Ordenamento Jurídico”.

Sobretudo, os dois cursos representam um bibliografia fundamental a quase todas as faculdades brasileiras, sem falar que é indispensável para a formação humanística dos estudantes e profissionais do direito

9. Lições Preliminares de Direito (Miguel Reale)

“Lições Preliminares de Direito” não é indicado somente aos iniciantes, mas também àqueles que já possuem experiência, como juízes, delegados e outros profissionais da área pública. Já que seu conteúdo deve acompanhar o jurista em toda a sua carreira. 

10. Dos Delitos e das Penas (Cesare Beccaria)

De todas as recomendações de leitura, sem dúvida essa é a mais polêmica das obras. Escrita no século XVIII, aborda temas como a pena de morte, acusações secretas, prisão, torturas, roubo, contrabando, entre outros. Um livro perfeito para recém chegados ao Direito e que estão prontos para um bom diálogo.

Quantos anos é a faculdade de Direito ? 

Antes de tudo, ela oferecida na modalidade de bacharelado e com duração de 5 anos, a faculdade de Direito pode ser realizada de maneira presencial, à distância ou através de um modelo híbrido.

Portanto, tudo vai depender da instituição de ensino em que você decidir entrar. Logo, escolha de acordo com a sua necessidade.

O mundo das ciências humanas

Aliás, por se tratar de uma área ligada às Ciências Humanas, a carreira das leis exige conhecimentos bastante diversificados que vão desde a dinâmica da sociedade de um modo geral, a outras áreas de estudo como a história, a filosofia, a sociologia, a economia, entre outras. 

Matérias específicas do Direito

De acordo com os anos e as disciplinas, as matérias específicas vão sendo incorporadas no curso e com elas as diversas formas de leis que abrangem o Direito Constitucional, Civil, Criminal, Internacional, etc.

E isso pode se tornar ainda mais detalhado e vai depender de qual das áreas de atuação do direito você tem uma tendência a migrar. Seja por uma afinidade, paixão ou necessidade do momento. 

Áreas de atuação do Direito

Quem está estudando concorda. E quem já trabalha há um bom tempo, também. Realmente, essa frase faz total sentido. Quando falamos do Direito, os temas e as informações podem ser quase infinitos devido a sua vasta amplitude quando falamos em carreiras, seja do advogado autônomo aos ocupantes de cargos públicos (MP, Defensor Público, Delegado, Juiz, etc).

Mas antes de chegar lá, tem que estudar muito. A pessoa que escolhe ingressar no curso de direito deve ficar sempre atenta às dicas de livros da área.

Isso pode incluir em sua bibliografia os mais diversos autores, conhecimentos e conteúdos, e inclusive, estudos acadêmicos aprofundados e que servirão como base geral para o começo da faculdade, e por que não, para uso prático durante toda a sua carreira. 

Afinal de contas, ano após ano, muitas leis passam por alterações e atualizações, sem falar em novas interpretações e aplicações das mesmas. Não é pra menos que uma das 5 habilidades importantes para a área do Direito é o hábito e o gosto pela leitura. 

Aproveite que está em nosso site e conheça outros artigos sobre a área do Direito.

Leia mais:

3 pessoas históricas no Direito e suas contribuições

Qual o preço da faculdade de Direito?

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.