Enfermagem ou Nutrição? Entenda as diferenças entre os cursos

Renata Arruda
Comunicadora, escreveu para veículos como Canal Lifetime, Huffpost Brasil, Scream & Yell, revista O Grito!, revista Plaf, entre outros. Atua como redatora de conteúdo generalista, sendo colaboradora fixa do site Letras.mus.br e Hora da Facul.
1

Crédito: Foto de Artem Podrez no Pexels

Se você está pensando em cursar uma graduação na área da saúde, pode já ter se deparado com a dúvida: estudar Enfermagem ou Nutrição, qual o melhor? Afinal, essas são duas áreas que estão mais próximas do que muita gente imagina. Saiba aqui quais as diferenças entre Enfermagem e Nutrição.

Os nutricionistas se ocupam dos efeitos dos alimentos na saúde do organismo e dos nutrientes que cada pessoa deve ingerir de acordo com suas necessidades. Os enfermeiros, por sua vez, atuam na recuperação dos pacientes, na prevenção de doenças e na promoção da saúde.

Assim, os dois profissionais podem integrar a mesma equipe médica, trabalhando em conjunto no acompanhamento da assistência nutricional do paciente para que ele tenha maior qualidade no tratamento.

Fazer faculdade de Enfermagem é o seu sonho?

Preparamos um quiz para você descobrir se o seu perfil combina com o curso

As diferenças entre os cursos de Enfermagem e Nutrição

Venha conhecer  mais detalhes sobre os cursos de enfermagem e nutrição, confira quais são as diferenças entre eles e descubra qual combina mais com seus objetivos profissionais.

Curso de Enfermagem

A graduação em Enfermagem é voltada para quem deseja cuidar de pessoas, auxiliando no tratamento de doenças e enfermidades. Além disso, o curso superior também é indicado para profissionais que já trabalham na área, como técnicos e auxiliares, que procuram subir na carreira.

O bacharelado em Enfermagem tem duração de 5 anos (10 semestres) e é oferecido nas modalidades presencial e semipresencial. 

Está em dúvida sobre qual curso escolher no vestibular?

 

Preparamos um quiz para você saber se tem perfil para Enfermagem

Grade curricular 

A Enfermagem se modernizou nos últimos anos. Atualmente, o enfermeiro pode ser requisitado em diversas áreas da saúde, integrando equipes multidisciplinares e até atuando como gestor. 

Dessa maneira, a graduação também se modernizou, procurando atender às demandas da sociedade e do mercado de trabalho. Como exemplo, trouxemos algumas das matérias da grade curricular oferecida pela faculdade Anhanguera: 

  • Anatomia;
  • Biologia;
  • Bioquímica e Biofísica;
  • Ciência e Tecnologia em Saúde;
  • Enfermagem e trabalho;
  • Enfermagem em Urgência e Emergência;
  • Enfermagem na Saúde da Criança e do Adolescente;
  • Enfermagem na Saúde da Mulher;
  • Enfermagem na Saúde do Adulto;
  • Enfermagem na Saúde do Idoso;
  • Enfermagem na Saúde do Trabalhador;
  • Enfermagem na Saúde Mental;
  • Enfermagem nas Doenças Transmissíveis;
  • Enfermagem no Centro Cirúrgico;
  • Epidemiologia e Bioestatística;
  • Estratégia da saúde da família;
  • Farmacologia;
  • Gestão em Enfermagem;
  • Humanização na Assistência;
  • Microbiologia e Imunologia;
  • Nutrição Aplicada à Enfermagem;
  • Parasitologia;
  • Patologia;
  • Políticas Públicas de Saúde
  • Processo de Cuidar;
  • Psicologia;
  • Saúde Coletiva;
  • Vigilância em Saúde.

Mensalidade do curso de Enfermagem

É possível encontrar a graduação em Enfermagem em faixas varias de preços. Em média, as mensalidades variam entre R$700 e R$3.000, dependendo da instituição, do turno e da localização. 

No entanto, muitas faculdades particulares oferecem bolsas, descontos e financiamentos facilitados para os alunos.

Mercado de trabalho para o enfermeiro

Como adiantamos, hoje em dia a atuação do enfermeiro não fica restrita às clínicas e hospitais, embora estes sejam os principais empregadores do profissional.

Outras oportunidades de trabalho incluem:

  • Prestação de primeiros socorros a vítimas de acidentes e calamidades;
  • Pesquisa clínica para o desenvolvimento de medicamentos e vacinas;
  • Atuação em sala de aula;
  • Atendimento domiciliar a pacientes enfermos ou incapazes;
  • Programas de prevenção em empresas.

Segundo o Guia de Profissões e Salários da Catho, a média salarial do enfermeiro no Brasil é de R$3.092. Esse valor pode ser maior ou menor dependendo do cargo, empresa e tempo de experiência do profissional.

Curso de Nutrição

O objetivo da graduação em Nutrição é formar profissionais capazes de auxiliar as pessoas a estabelecerem uma relação equilibrada com a alimentação. A graduação é oferecida como bacharelado e tem duração de 4 anos (8 semestres). É possível encontrar o curso nas modalidades presencial e EAD.

Grade curricular

Ao longo do curso, o aluno estudará disciplinas divididas em áreas como biologia, nutrição, ciências humanas e dos alimentos. Confira algumas da disciplinas que são ministradas no curso de Enfermagem da faculdade Anhanguera:

  • Assistência nutricional na obesidade;
  • Doenças cardiovasculares, com patologias do sistema digestório e de órgãos anexos e gravemente enfermos;
  • Avaliação nutricional;
  • Bases da dietoterapia;
  • Bases da nutrição e dietética;
  • Epidemiologia nutricional;
  • Gastronomia aplicada à nutrição;
  • Gestão de unidades de alimentação e nutrição;
  • Metodologia científica;
  • Nutrição, ciência e profissão;
  • Nutrição, exercício físico e sstética;
  • Nutrição e dietoterapia do adulto e do idoso;
  • Nutrição e dietoterapia obstétrica e pediátrica;
  • Planejamento e organização de unidades de alimentação e de nutrição;
  • Políticas e programas aplicados à saúde e à nutrição;
  • Técnica dietética;
  • Tecnologia de alimentos.

Mensalidade do curso de Nutrição

A mensalidade do curso de Nutrição varia de acordo com alguns fatores como a instituição, a modalidade (presencial ou EAD), o turno, a localização, entre outros. Em média, os valores podem ir de R$ 400 a R$ 1.000. No entanto, várias faculdades oferecem opções de bolsas e descontos.

Mercado de trabalho para o nutricionista

Quem se forma em Nutrição, encontrará um vasto leque de opções para trabalhar. Normalmente, a área clínica é a mais cobiçada pelos graduados, que podem trabalhar em consultório próprio.

Além disso, os profissionais também são bastante procurados por empresas e instituições para montar cardápios nutritivos e balanceados. Outras possibilidades de atuação incluem:

  • Atendimento a doenças crônicas, como diabetes;
  • Atendimento específico a pacientes com câncer, através de especialização em Nutrição Oncológica;
  • Acompanhamento de casos cirúrgicos;
  • Elaboração de planos alimentares em hospitais;
  • Acompanhamento de atletas;
  • Atendimentos a crianças e idosos com restrições alimentares.

A média salarial do nutricionista no Brasil atualmente está em torno de R$ 2.597,42 e R$ 2.800 e pode aumentar dependendo da região, especialização e experiência do profissional.

Escolher uma profissão não é tarefa fácil. Por isso, vale a pena pesquisar calma o que cada graduação oferece e quais são as oportunidades de cada área, para escolher aquela que tem mais a ver com o seu perfil.

Depois de entender as diferenças entre os cursos de Enfermagem e Nutrição, vale conferir também como funciona o Enem e quais são as faculdades que aceitam a nota do exame para garantir a sua vaga no ensino superior!

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 4.7 / 5. Contagem: 3

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.