Engenharia Civil ou Agronomia: em qual curso ingressar?

Lucas Fonseca e Silva
Colaborador do Hora Da Facul

Crédito: Photo by Tirachard Kumtanom from Pexels

Você está prestes a se inscrever no vestibular e ainda não sabe qual curso é a melhor opção? Neste post, falaremos sobre as vantagens e as desvantagens em optar pelo curso de Engenharia Civil ou pelo curso de Agronomia.

No decorrer da publicação, analisaremos as oportunidades oferecidas por cada um desses cursos, bem como os desafios que você pode enfrentar ao ingressar no mercado de trabalho dessas áreas.

Continue a leitura e saiba qual curso escolher: Engenharia Civil ou Agronomia?

Contextualizando o curso de Engenharia Civil

A Engenharia Civil é muito popular no Brasil por ser uma profissão já consolidada no mercado. Com duração média de cinco anos, o curso é do tipo bacharelado e exige a realização de um estágio curricular, além de uma apresentação de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Em relação à grade curricular, a graduação possui foco em matérias das Ciências Exatas e, durante o curso, são oferecidas aos alunos disciplinas que explicam conceitos como:

  • A mecânica dos solos;
  • A resistência de diversos materiais;
  • O funcionamento hidráulico;
  • A eletricidade;
  • A física aplicada;
  • Entre outros.

Sendo assim, o objetivo dessa graduação é formar profissionais capacitados para o planejamento, monitoramento e execução de projetos de infraestrutura, seja na construção civil ou em diversos outros âmbitos.

Você sabe qual área da Engenharia Civil mais combina com você?

 

Preparamos um quiz para você descobrir o seu perfil

 

Contextualizando o curso de Agronomia

A Agronomia também é uma área consolidada no país devido ao potencial produtivo do setor agrícola no Brasil. Dessa forma, a demanda por profissionais é elevada e a profissão é muito valorizada.

Já em relação ao curso, a graduação tem duração média de cinco anos e é do tipo bacharelado. Os alunos têm matérias voltadas a diversos conceitos, a exemplo de:

  • A ciência dos solos;
  • A história da agricultura;
  • O manejo de recurso naturais;
  • A gestão rural;
  • A morfologia vegetal;
  • Entre outros.

Logo, o objetivo do curso é formar profissionais que atuem na manutenção da produtividade de atividades agrícolas e agropecuárias, contribuindo com o funcionamento do agronegócio.

Vai prestar vestibular para Agronomia?

Descubra qual área mais combina com você

 

Vantagens de cursar Engenharia Civil

As vantagens do curso de Engenharia Civil vão além do fato da profissão ser consolidada no país. Desse modo, o curso é muito completo e oferece grandes oportunidades para você que pretende seguir carreira na área. Veja abaixo alguns dos motivos para escolher Engenharia Civil:

  • Curso completo e amplo: além de adquirir conhecimentos práticos para a profissão, o estudante também aprende durante a graduação sobre temas relacionados à Arquitetura, Geologia, eletricidade, recursos hídricos e diversos outros;
  • Aulas práticas: os estudantes de Engenharia Civil são preparados tanto por aulas teóricas quanto por aulas práticas. Isso facilita a formação de profissionais capacitados para o mercado;
  • Diversas especializações na área: o profissional formado pode optar por se especializar em diversos segmentos da Engenharia Civil.

Já em relação às oportunidades após a graduação, destacam-se alguns pontos como:

  • Grande demanda por profissionais: a área é uma das que mais cresce exponencialmente no Brasil (devido à expansão das cidades e regiões) e uma das que menos sofre com as baixas da economia. Dessa maneira, a procura por profissionais é elevada e as novas oportunidades no mercado de trabalho surgem a cada ano;
  • Diferentes áreas de atuação: o profissional que se forma em Engenharia Civil pode atuar em diversos segmentos da economia. O engenheiro civil tem a possibilidade de atuar na construção civil, no planejamento urbano, na infraestrutura do transporte, no setor de saneamento e muitos outros;
  • Grande possibilidade de crescimento: o curso proporciona um leque de opções para você se especializar na área e crescer na profissão atuando no segmento com o qual você mais se identifica;
  • Estabilidade econômica: por ser uma profissão essencial na sociedade, a remuneração é sólida e tende a garantir certa estabilidade econômica ao profissional da área.

Desvantagens de cursar Engenharia Civil

No entanto, como nem tudo são flores, há também algumas desvantagens em optar por seguir seu caminho na Engenharia Civil. Por ser um curso pautado, grande parte, em cálculos, isso pode ser um problema para você que não tem tanta familiaridade com os números. Além disso, outros desafios podem ser encarados como barreiras, como por exemplo:

  • Competitividade no mercado: justamente pela grande demanda, há uma alta competitividade, o que traz a necessidade urgente de especialização profissional para garantia de destaque no mercado de trabalho;
  • Direcionamento de carreira: por conta da amplitude do curso, há diversas possibilidades de atuação. Porém, também há uma grande dificuldade por parte dos profissionais de direcionar a carreira e seguir no setor de preferência;
  • Concorrência com outras Engenharias: muitas empresas abrem vagas para todo o tipo de engenheiro em cargos que muitas vezes não possuem a remuneração ideal para esses profissionais;
  • Muitas exigências profissionais: a maior parte das oportunidades de emprego exigem especialização e, por isso, o curso de Engenharia Civil acaba não sendo o único diferencial para o mercado de trabalho.

Vantagens de cursar Agronomia

Assim como já dito, o curso de Agronomia também possui fatores positivos e negativos. Pensando nisso, começaremos analisando as vantagens de optar por essa carreira profissional e depois trataremos dos desafios enfrentados na área. Veja a seguir os benefícios do curso!

  • Curso completo: a graduação em Agronomia trata de temas gerais, técnicos e específicos para a profissão. Assim os estudantes se preparam totalmente para o mercado de trabalho;
  • Ampla visão de mundo: o curso traz uma preparação muito eficiente paras os egressos, o que os capacita para atuar em diversos segmentos do mercado;

Já em relação ao mercado de trabalho, alguns pontos são grandes vantagens para a Agronomia. Confira abaixo:

  • Valorização no mercado: a profissão é essencial e tem grande valorização no mercado devido à alta demanda;
  • Diversas áreas de atuação: a função do agrônomo vai desde o planejamento da atividade agrícola até o monitoramento de resultados. Sendo assim, há diversas possibilidades de atuação para os profissionais da área;
  • Investimentos governamentais: o governo age diretamente no desenvolvimento do setor agrícola e, por isso, o mercado se mantém bem aquecido;
  • Estabilidade econômica: apesar de ter uma faixa salarial variável, em geral a Agronomia oferece boa estabilidade econômica para os profissionais da área.

Desvantagens de cursar Agronomia

No entanto, as desvantagens também devem ser consideradas e alguns desafios podem ser definitivos para a escolha da profissão. Entre essas barreiras, temos:

  • Relação com diversas áreas da economia: isso pode ser considerada uma vantagem, mas, analisando a amplitude da profissão, é fato que o profissional agrônomo deve se atentar aos diversos segmentos da economia;
  • Alta competitividade: a grande relevância da profissão para a economia brasileira também implica na alta competitividade entre profissionais que se inserem nesse mercado de trabalho.

Por isso, antes de escolher entre Engenharia Civil ou Agronomia, analise também os desafios enfrentados pela profissão. E lembre-se: em todas as profissões há pontos positivos e negativos a serem considerados.

Se quiser saber mais sobre esses dois cursos, acesse a seção de Engenharia Civil e de Agronomia.

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.