Entenda as definições de Agronomia e Agricultura

Lucas Fonseca e Silva
Colaborador do Hora Da Facul

Crédito: Photo by Anna Shvets from Pexels

Se você pretende fazer carreira como agrônomo é essencial entender os conceitos básicos tratados por essa profissão. A fim de esclarecer suas dúvidas, trataremos sobre os conceitos de Agronomia e Agricultura, muito importantes para você que pretende seguir carreira como agrônomo. O objetivo é informar e contextualizar ao mundo das atividades rurais, antes que você decida ingressar na faculdade.

Por isso, acompanhe toda a publicação e entenda mais sobre esses temas, desde a definição dos conceitos, até a prática!

Qual a definição de Agronomia e Agricultura?

Começando pelo significado de Agronomia, entende-se como o estudo das Ciências Agrárias, que engloba diversos campos do conhecimento como as ciências biológicas, exatas e econômicas, a fim de auxiliar nos processos e gerenciar a produtividade das atividades agropecuárias e, consequentemente, no agronegócio. 

Vai prestar vestibular para Agronomia?

Descubra qual área mais combina com você

 

Já em relação ao conceito de Agricultura, a definição diz respeito ao ato de cultivar a terra que, por sua vez, tem o objetivo de obter produtos e recursos de origem vegetal. Dessa maneira, podemos considerar que a Agronomia é uma ciência que envolve também, em seus estudos, a prática da agricultura.

Quais os tipos de agricultura?

A agricultura pode ser divida, no Brasil, em dois diferentes tipos. São eles:

  • Agricultura de subsistência: focada na produção familiar e em baixa escalada, sem fins lucrativos;

  • Agricultura comercial: focada na produção em alta escala para comercialização de produtos, geralmente baseada na monocultura e feita para exportação.

Além disso, entre esses tipos de agricultura, podemos classificar a agricultura em dois principais sistemas agrícolas que serão tratados no próximo tópico. Veja!

O que são os sistemas agrícolas?

A agricultura pode ser classificada em dois sistemas que definem a forma pela qual o cultivo é feito. Sendo assim, divide-se em:

1. Agricultura Intensiva

A agricultura intensiva tem como principal característica a elevada produtividade do cultivo. Nesse sistema é aplicada a mecanização da produção, por meio do uso de máquinas que auxiliam as práticas agrícolas. Visto isso, podemos definir alguns outros pontos importantes para essa definição:

  • Bastante uso de insumos para otimizar a produção;
  • Produção em alta escala;
  • Produção de um único tipo de vegetal por plantação (monocultura);
  • Voltado para exportação;
  • Aplicado em latifúndios.

2. Agricultura Extensiva

Por outro lado, a agricultura extensiva é focada no consumo de subsistência, ou seja,  para consumo próprio do produtor. Isto significa que há menor uso de máquinas na produção e as técnicas aplicadas tendem a ser mais rudimentares, se comparadas ao cultivo intensivo. Além disso, podemos destacar outras características importantes, como:

  • Necessidade de mais mão de obra;
  • Baixa aplicação de tecnologia;
  • Baixa produtividade;
  • Voltada para o mercado interno;
  • Aplicada em pequenas e médias propriedades;
  • Maior presença da policultura.

Como posso me especializar em Agronomia?

Atualmente, a faculdade de Agronomia é um curso disponível em diversas universidades e também admite a nomenclatura de Engenharia Agronômica. Dessa maneira, é possível seguir na área do Agronegócio e fazer carreira como agrônomo, ou engenheiro agrônomo.

Como posso me especializar em Agricultura?

O curso voltado para o estudo exclusivo da Agricultura é conhecido como Engenharia Agrícola. Sendo assim, também é possível seguir no Agronegócio com uma formação voltada para a prática agrícola, como um engenheiro agrícola

Qual a diferença entre a Engenheira Agronômica e a Engenharia Agrícola?

Se você está em dúvidas entre esses dois cursos, é essencial saber defini-los separadamente. Antes de tudo, é válido ressaltar que ambos os cursos são voltados para o Agronegócio, porém cada um deles oferece uma formação especializada para tarefas diferentes. 

Analisando o curso de Engenheiro Agronômica, percebe-se que o foco do curso é a preparação de profissionais para atuar em toda e qualquer etapa das atividades agrícolas, seja no gerenciamento do cultivo, criação de rebanhos ou na produção final de alimentos de origem vegetal e animal. 

Dentro disso, podemos considerar que a Engenharia Agrícola é voltada para a etapa de cultivo da terra. Isto é, o curso pretende capacitar profissionais para atuar no planejamento e gerenciamento da prática, exclusivamente, da Agricultura. 

Curso de Engenharia Agronômica x Engenharia Agrícola

O curso de Engenharia Agronômica é do tipo bacharelado e tem duração média de 5 anos de graduação. O foco do curso está nas Ciências Exatas e Biológicas e os temas tratados durante a faculdade vão desde o manejo do solo, até o aprimoramento de técnicas voltadas para a produtividade vegetal e animal.

Assim como na Engenharia Agronômica, o curso de Engenharia Agrícola também é do tipo bacharelado e possui duração média de 5 anos. Durante o curso são tratadas matérias com foco na preparação de profissionais para o planejamento e execução de atividades agrícolas, desde o início da produção até o resultado final de produtos de base vegetal. 

Qual dessas opções é mais vantajosa?

A resposta depende da área na qual você pretende se especializar dentro das atividades rurais. A Agronomia, como já citado, é um estudo mais amplo que envolve o manejo tanto da produtividade animal, quanto da produtividade vegetal, abrangendo a agropecuária, a agricultura e outros conceitos. Portanto, essa maior amplitude na área de atuação pode ser um benefício ou um desafio a ser enfrentado para quem quer fazer carreira como agrônomo.

Por outro lado, com um campo mais restrito à Agricultura, a Engenharia Agrícola também oferece diversas oportunidades no mercado de trabalho. Isso ocorre devido à demanda elevada no país, que é um grande produtor e exportador de matéria-prima de origem vegetal.

Não se preocupe quanto às oportunidades de ingresso no mercado de trabalho, pois isso será um desafio enfrentado em qualquer profissão. O mais importante é que você esteja bem alinhado com as especificações do curso e se identifique com a prática da profissão.

Curiosidades sobre a Agricultura e a Agronomia Brasileira

Para você entender ainda mais sobre a dimensão desse mercado no Brasil, trouxemos algumas curiosidades muito interessantes e que podem servir para complementar esse conteúdo. Confira!

  • A Agricultura é um dos principais pilares que sustentam a economia do país, desde a época da colonização;
  • O Brasil é um dos maiores produtores e exportadores de café, soja, laranja e cana-de-açúcar do mundo;
  • A primeira escola de Agronomia fundada no Brasil está datada em 1875;
  • A agricultura é um dos setores que mais cresce anualmente no país.

Curtiu essa publicação? Deixe um comentário com sua opinião abaixo!

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.