Faculdade de Engenharia Mecânica: tudo o que precisa saber

Ana Cláudia Andrade Oliveira
Formada em Letras, Pedagogia, especialista em Neurociências e em produção de conteúdo Web.

Crédito: Foto de ThisIsEngineering no Pexels.

Se você sempre gostou de máquinas, de entender todo o funcionamento delas e até pensou em criar alguma, então deve ter pensado em ingressar numa faculdade de Engenharia Mecânica. Saiba que essa é uma excelente escolha, visto que o engenheiro mecânico é muito procurado no mercado de trabalho pela sua versatilidade. O engenheiro mecânico é o profissional que desenvolve motores, máquinas, equipamentos e ferramentas, além de criar e supervisionar projetos.

Neste post, responderemos às perguntas mais comuns sobre o curso e também sobre a profissão. Ao final dessa leitura, você saberá tudo sobre Engenharia Mecânica, e estará preparado para se matricular e iniciar a carreira.

Qual é o perfil do estudante de Engenharia Mecânica?

Antes de qualquer coisa, precisamos lembrar que o curso de Engenharia Mecânica está na área de Ciência Exatas. Isso significa que, durante o curso, você terá muito contato com matemática e raciocínio lógico. Além do interesse pela profissão, algumas habilidades são importantes para o estudante de Engenharia Mecânica. 

Engenharia Mecânica é o curso certo para você?

 

Preparamos um teste para você descobrir se tem o perfil para ser um engenheiro mecânico

Mas não se preocupe, essas habilidades não são pré-requisitos. Elas serão desenvolvidas ao longo do curso, com auxílio dos seus professores e uma boa dose de vontade do aluno. Veja, a seguir, algumas delas:

Raciocínio Lógico

De antemão, você não precisa ser um expert, mas saber estruturar o raciocínio através da lógica será essencial para resolver os problemas com eficiência. Escolher o cálculo correto para cada situação é tão importante quanto saber resolvê-lo e, para isso, é necessário utilizar o raciocínio lógico.

Além disso, essa habilidade melhora sua capacidade de compreensão e assimilação do conteúdo das aulas. Por fim, também é essencial para o desenvolvimento dos projetos do curso.

Criatividade e curiosidade

A princípio, sendo um profissional que cria projetos, espera-se que a pessoa seja criativa. Você desenvolverá tanto a criatividade quanto à curiosidade, por serem habilidades diretamente ligadas à inovação tecnológica.

Ainda mais, a curiosidade também é necessária para você buscar entender o funcionamento das máquinas. Por conseguinte, a criatividade entra na busca por um funcionamento mais eficiente. Por esse motivo, essas duas habilidades, além de serem necessárias para o profissional, o tornam mais competitivo no mercado de trabalho.

Trabalho em equipe

Uma das funções do engenheiro mecânico é coordenar ou supervisionar equipes. Por isso, na vida profissional, você terá constante contato com outras pessoas, como engenheiros mecânicos. É essencial que você desenvolva a habilidade de trabalhar em equipe para obter sucesso nos futuros projetos.

Assim, para desenvolver essa habilidade, você precisa compreender que, num projeto, todos estão unidos por um objetivo em comum. Saber ouvir opiniões diversas, aceitar novas ideias e alinhar as responsabilidades são ações essenciais para um bom trabalho em equipe.

Interesse em tecnologia

À primeira vista, todas as engenharias têm a tecnologia como importantes aliadas para o desenvolvimento de seus projetos. E a Engenharia Mecânica não fica de fora. Soluções tecnológicas são largamente utilizadas para otimizar processos.

Durante a graduação em Engenharia Mecânica, você precisará se familiarizar com essas tecnologias, que serão suas companheiras no exercício da profissão. Para exemplificar, são muito usados os softwares de desenhos mecânicos e de gerenciamento de projetos. Dominá-los também te dará competitividade no mercado de trabalho, fica a dica!

Organização

As mães estão cobertas de razão quando insistem para os filhos manterem o quarto organizado. A habilidade de organização é essencial para a maioria das profissões, se não todas. E na Engenharia Mecânica não poderia ser diferente.

Ainda mais, no dia-a-dia de trabalho, o engenheiro mecânico precisará conduzir as etapas dos projetos, gerenciar equipes, inspecionar produções, entre outras funções. Sem organização, nenhuma delas será bem executada.

Quais as áreas do conhecimento da Engenharia Mecânica?

De todas as engenharias, esteja certo de que a faculdade de Engenharia Mecânica é a mais diversificada em conhecimentos e habilidades. Confira a seguir as áreas do conhecimento da Engenharia Mecânica:

  • Conversão de energia
  • Engenharia de produto
  • Fontes de energia
  • Instalações, equipamentos, dispositivos e componentes da engenharia mecânica: mecânicos, eletromecânicos,  magnéticos,  ópticos
  • Máquinas de fluxo
  • Máquinas térmicas, caldeiras e vasos de pressão, máquinas frigoríficas, condicionamento de ar, conforto ambiental
  • Material rodante
  • Mecânica fina e nanotecnologia
  • Métodos de controle e automação dos processos mecânicos em geral
  • Métodos e processos de usinagem e de conformação
  • Metrologia
  • Operações unitárias
  • Pneumática e Hidráulica
  • Sistemas estruturais mecânicos metálicos e de outros materiais
  • Sistemas fluidomecânicos
  • Sistemas métodos e processos de produção, transmissão e utilização de energia mecânica e térmica
  • Tecnologia dos materiais de construção mecânica
  • Transportadores e elevadores
  • Veículos automotivos

De antemão, com tantos conhecimentos, não é de se admirar que os engenheiros mecânicos não tenham tantos problemas para ingressar no mercado de trabalho, mesmo os recém-formados. São engenheiros tão versáteis que podem trabalhar com projetos, pesquisas e gestão para empresas de todos os portes. 

Qual é a grade curricular da Engenharia Mecânica?

Se você ainda não tinha certeza que a engenharia tem muito cálculo, é hora de tirar a prova. Abaixo você poderá conhecer a grade curricular da graduação em Engenharia Mecânica, conforme as exigências do MEC – Ministério da Educação e Cultura:

  • Administração
  • Álgebra Linear
  • Algoritmos E Programação
  • Ciência dos Materiais
  • Controle E Automação
  • Desenho Técnico Mecânico
  • Desenvolvimento Econômico
  • Eletricidade Aplicada
  • Engenharia Automotiva
  • Engenharia Econômica
  • Ensaios Mecânicos
  • Ergonomia e Segurança do Trabalho
  • Estatística
  • Ética e Meio Ambiente
  • Física
  • Gestão Ambiental
  • Gestão da Produção
  • Gestão De Manutenção
  • Hidráulica e Pneumática
  • Manutenção Mecânica
  • Máquinas de Fluxo
  • Matemática
  • Materiais
  • Mecânica Aplicada
  • Mecânica dos Fluidos
  • Mecânica dos Sólidos
  • Mecânica Geral
  • Metrologia
  • Planejamento, Programação e Controle Da Produção
  • Processos de Fabricação
  • Projetos Mecânicos
  • Química
  • Resistência Dos Materiais
  • Sistemas Fluido-mecânicos
  • Sistemas Térmicos e Termodinâmica;
  • Tecnologia Mecânica
  • Transferência de Calor
  • Vibrações e Acústica

Vale lembrar que os nomes das disciplinas mencionadas acima podem variar de uma instituição para a outra.

A princípio, nos primeiros anos da faculdade, as disciplinas ensinadas são as mais gerais, como matemática, física, química e álgebra. Elas servirão como base fundamental para o que virá a seguir. A partir do terceiro ano é que começam as matérias mais específicas da Engenharia Mecânica, onde o aluno poderá aplicar na prática o que aprendeu nos primeiros anos. 

Qual é a duração da faculdade de Engenharia Mecânica?

Antecipadamente, a duração média do curso de Engenharia Mecânica é de 5 anos. De fato, essa é a duração de qualquer engenharia. Segundo as orientações do MEC, a carga horária mínima para a Engenharia Mecânica é de 3.600 horas.

Ao final desse período, você precisará apresentar o famigerado TCC – Trabalho de Conclusão de Curso, além de cumprir o estágio supervisionado. Ambos são exigência para a obtenção do tão sonhado diploma de bacharelado em Engenharia Mecânica.

Quanto custa uma faculdade de Engenharia Mecânica?

Desde já, para quem já está começando a se planejar, o preço da faculdade de Engenharia Mecânica é R$ 449,00 em média. Como você pode ver, ela não está entre as mais caras e, por ser muito requisitada, você pode encontrar em basicamente qualquer lugar do Brasil. No entanto, os preços podem variar de acordo com fatores como a localização e o porte da universidade.

Algumas universidades cobram mensalidades que passam de R$2.000,00, como a Universidade Positivo e a Universidade São Judas Tadeu. Por outro lado, você encontra opções muito mais acessíveis como:

Estas são faculdades com unidades e polos em todas as regiões do Brasil. Vale a pena consultar os sites para conferir o valor da mensalidade na unidade mais próxima de você.

Existe faculdade de Engenharia Mecânica EAD?

Sim, é possível fazer um curso superior de Engenharia Mecânica à distância. Algumas universidades oferecem essa graduação tanto na modalidade presencial quanto semipresencial. No entanto, devido à suprema importância das aulas práticas para essa profissão, não existem cursos totalmente à distância.

Quer saber como funcionam as aulas na modalidade semipresencial? Você tem, a cada semana, de duas a três aulas presenciais, na unidade ou polo da instituição. Nessas aulas, o aluno tem a oportunidade de interagir com os colegas, além dos professores e tutores. As aulas presenciais são transmitidas ao vivo, assim os alunos podem tirar as eventuais dúvidas na mesma hora. Quanto aos outros dias, as aulas são remotas, em ambiente virtual, podendo ser acessadas de qualquer lugar com acesso à internet.

É importante lembrar que ambas as modalidades têm a mesma qualidade de ensino, e seus diplomas têm a mesma validade no mercado de trabalho. A grade curricular da modalidade semipresencial é a mesma da presencial, já que segue os parâmetros do MEC.

Como escolher entre presencial e semipresencial?

Por mais que ambas as modalidades tenham a mesma validade e qualidade, muitas pessoas ainda têm dificuldade em escolher qual delas é melhor. O fato é que não existe uma modalidade melhor, mas sim a mais adequada para cada aluno. Então, apresentaremos alguns fatores a serem analisados por você, futuro aluno, antes de tomar sua decisão:

  • Disponibilidade de tempo: De acordo com seus compromissos diários, como o emprego por exemplo, analise se você tem disponibilidade para se deslocar diariamente para a faculdade. Caso não tenha essa possibilidade, a melhor opção para você é a semipresencial.
  • Disciplina e autonomia: Faça uma auto-análise e descubra se você tem autonomia e disciplina para definir sua rotina e os próprios horários de estudo. Essa é uma habilidade essencial para quem faz uma faculdade à distância. Se você perceber que terá dificuldades em saber o que fazer com essa tal liberdade, opte pela modalidade presencial.
  • Custo-benefício: Algumas faculdades têm as mensalidades mais baixas para os cursos à distância ou semipresenciais. Além disso, o aluno também economiza por não precisar se deslocar diariamente para a faculdade. Por outro lado, abre mão do convívio diário com alunos e professores. Você deve colocar esses aspectos na balança para decidir se vale a pena economizar para estudar sem esse convívio.

Quais são as áreas de atuação do engenheiro mecânico?

Agora que já falamos todas as características do curso, vamos conversar sobre as possibilidades de carreira do bacharel em Engenharia Mecânica. Como já mencionamos anteriormente, as áreas de atuação são muito diversas, além de lucrativas. Conheça, a seguir, alguns exemplos:

Indústria de automóveis

Antes de mais nada, qualquer indústria automobilística conta com vários engenheiros mecânicos em sua folha de pagamento. Eles estão presentes em todos os setores dessa indústria, desenvolvendo as mais variadas funções.

Sendo assim, o engenheiro mecânico na indústria automobilística pode atuar no acompanhamento da linha de montagem, gerenciando equipes de manutenção ou mesmo de produção. Também pode trabalhar na inovação, criando e aperfeiçoando componentes dos motores.

Metalúrgicas

Metalúrgicas são importantíssimas para as mais diversas indústrias e setores da economia, incluindo a automobilística e a construção civil. Isso porque ela fornece matéria-prima, os metais, essencial para o seu funcionamento. Neste setor, o engenheiro mecânico também está presente.

Suas funções podem ser desenvolvidas na extração de matéria-prima ou na parte da manipulação dos metais. Ou seja, em toda a cadeia de produção da metalurgia o engenheiro mecânico é importante. Além dos setores de produção e manutenção, o engenheiro mecânico pode atuar na pesquisa de avanços tecnológicos para essa indústria, buscando eficácia energética, sustentabilidade ou segurança, por exemplo.

Petroquímica

A petroquímica é responsável por uma parte considerável da economia do país, e o engenheiro mecânico também faz parte desse setor. Neste caso, ele é o responsável por manter funcionando as plataformas petrolíferas.

Mas não é simplesmente isso. O engenheiro mecânico é o responsável por gerenciar equipes inteiras nas embarcações e operações de extração do petróleo. Outra atividade é a realização de projetos de viabilização de extrações petrolíferas.

Indústria energética

Antigamente o único meio de geração de energia era através de usinas hidrelétricas. No entanto, a consciência ecológica trouxe a necessidade da exploração de outros recursos de produção de energia. E, para essa pesquisa, os engenheiros mecânicos são essenciais.

Ou seja, os engenheiros mecânicos da indústria energética desenvolvem projetos que visam a criação de novas tecnologias para produção, armazenamento ou distribuição de energia. Atualmente, a demanda por estes profissionais é grande, principalmente para trabalhar com formas de energia mais limpas, como a solar, a eólica, a nuclear e a geotérmica.

Projetos

Sendo um profissional que estuda a fundo o desenvolvimento e gerenciamento de projetos, essa é uma área de trabalho perfeita para os engenheiros mecânicos.

O profissional pode dedicar-se exclusivamente à pesquisa e desenvolvimento de projetos de qualquer setor da economia. Principalmente com o objetivo de aperfeiçoar tecnologias, deixando-as mais eficientes e limpas. O engenheiro mecânico é especialista em criar soluções, por isso pode usar suas habilidades na produção de peças e componentes ou em processos de produção.

Vendas

Para os profissionais que gostam de se relacionar com pessoas, existe a possibilidade de trabalhar com vendas. As indústrias de peças e maquinários industriais costumam utilizar o conhecimento técnico dos engenheiros mecânicos para fazer as vendas para as indústrias. Isso porque ele tem conhecimento profundo do funcionamento dos componentes e dos processos de produção industrial.

Pesquisas

Essa é para os estudantes que são apaixonados pelo ambiente acadêmico. Uma área de atuação possível é nas universidades e instituições de pesquisa. O engenheiro mecânico que atua na pesquisa desenvolve um papel crucial no desenvolvimento tecnológico do país.

Além disso, caso decida se habilitar para o ensino em faculdades e cursos técnicos, terá a oportunidade de inspirar e formar novos engenheiros mecânicos.

Setor público

A profissão do engenheiro mecânico é tão abrangente que pode encontrar oportunidades até mesmo no setor público. Neste caso, os engenheiros trabalham na execução de projetos voltados para as obras públicas. Além disso, ainda atuam na fiscalização e no controle de qualidade das obras, saneamento básico e na defesa civil.

O que faz um engenheiro mecânico?

Já ficou bem claro que as atividades profissionais de um engenheiro mecânico podem variar bastante segundo a sua área de atuação. Mesmo assim podemos, em linhas gerais, mostrar como é o dia-a-dia de um engenheiro mecânico.

Esse profissional trabalha como sistemas mecânicos (máquinas e equipamentos), mais precisamente com a projeção, desenvolvimento e supervisão de seu funcionamento. São máquinas que podem ser utilizadas no âmbito profissional ou pessoal, por isso mesmo o engenheiro mecânico é tão versátil nos ramos de mercado.

Dentre as várias tarefas desempenhadas pelo engenheiro mecânico, podemos citar a criação e desenvolvimento de peças, dispositivos e até mesmo ferramentas. Em questão de tecnologias de ponta, ele também pode atuar na produção e desenvolvimento. Aperfeiçoar as tecnologias é uma função corriqueira.

Na área de supervisão, o engenheiro mecânico é solicitado para realizar inspeção e controle de qualidade das linhas de produção. Também pode realizar testes que antecedem em produtos e máquinas, atestando seu correto e seguro funcionamento.

Finalmente, o engenheiro mecânico atua no gerenciamento de equipes. Sejam elas equipes de produção, de manutenção ou mesmo de projetos e pesquisas.

Quanto ganha um engenheiro mecânico?

Depois de todas essas informações sobre o curso e a carreira, resta saber se realmente vale a pena formar-se em Engenharia Mecânica, certo? Para exemplificar, na cidade de São Paulo, o engenheiro mecânico tem uma média salarial de R$ 9.030,80. Dentre os 409 salários pesquisados pelo site Salário, o piso foi de R$ 8.242,31 e o teto de R$ 15.725,89.

Porém, esta é a média salarial para a cidade de São Paulo, apenas. Esse salário pode variar de acordo com a região do Brasil e também com a área de atuação do engenheiro mecânico. Veja abaixo, a média salarial nas principais cidades do país, do menor para o maior:

  • Uberlândia, MG – R$3.013,63 
  • Goiânia, GO – R$4.510,56 
  • Fortaleza, CE – R$6.409,02 
  • Recife, PE – R$6.585,46 
  • Manaus, AM – R$6.782,02 
  • Porto Alegre, RS – R$6.849,27 
  • Caxias do Sul, RS – R$6.921,96 
  • Curitiba, PR – R$7.024,68 
  • Sorocaba, SP – R$7.158,19 
  • Salvador, BA – R$7.942,85 
  • Brasília, DF – R$8.086,27 
  • Macaé, RJ – R$8.498,74 
  • Campinas, SP – R$8.843,12 
  • Florianópolis, SC – R$8.937,97 
  • São Paulo, SP – R$9.030,80 
  • São Bernardo do Campo, SP – R$9.082,16 
  • Guarulhos, SP – R$9.345,19 
  • Jundiaí, SP – R$9.369,30 
  • Vitoria, ES – R$9.449,21 
  • São Luís, MA – R$9.824,46 
  • Belo Horizonte, MG – R$9.986,00 
  • Rio de Janeiro, RJ – R$10.262,82

A variação salarial também pode ocorrer com a categoria de empresa a contratar o engenheiro mecânico. Veja a seguir alguns exemplos:

  • Serviços de engenharia – de R$ 8.059,54 a R$ 13.344,99
  • Obras de montagem industrial – de R$ 6.851,59 a R$ 11.344,86
  • Construção de edifícios – de R$ 7.472,07 a R$ 12.372,25
  • Administração de obras – de R$ 8.909,54 a R$ 14.752,42
  • Serviços combinados de escritório e apoio administrativo – de R$ 8.962,37 a R$ 14.839,88

Como está o mercado de trabalho para o engenheiro mecânico?

Finalmente, mais importante do que saber o salário, é descobrir se realmente há oportunidades de trabalho suficientes, não é mesmo? Pois saiba que, no Brasil, as oportunidades de trabalho são excelentes. Há uma demanda por engenheiros mecânicos crescente a cada ano, segundo uma projeção realizada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA).

Em algumas regiões do Brasil, o engenheiro mecânico é ainda mais valorizado, devido à escassez de profissionais. É o caso do Amazonas, que possui demanda alta e poucos profissionais formados. Sendo um importante polo de inovação tecnológica, os engenheiros mecânicos do estado têm a possibilidade de escolher seu local de trabalho a partir das mais robustas ofertas salariais.

Ainda mais, há a possibilidade de empreender, criando empresas de consultoria ou prestação de serviços de Engenharia Mecânica. Neste caso, o engenheiro mecânico poderá trabalhar para diversas empresas de variados portes.

O setor de tecnologia também tem procurado engenheiros mecânicos inclusive para trabalhar com projeção de modelos de computação gráfica e protótipos digitais. Inovações como simulações virtuais, internet das coisas, inteligência artificial, robótica avançada e sistemas inteligentes também demandam os conhecimentos dos engenheiros mecânicos. Os dados que indicam essa necessidade são da ABENGE – Associação Brasileira de Educação em Engenharia.

Enfim, podemos concluir que a faculdade de Engenharia Mecânica, além de muito compensatória para o aluno, também é extremamente importante para o desenvolvimento do país. Aos futuros profissionais, faz-se necessário desenvolver as habilidades técnicas e pessoais e acompanhar as novidades tecnológicas da profissão. Esperamos que faça uma boa escolha!

Se você está pensando em investir na sua formação a distância, leia agora Engenharia Mecânica: tudo o que você precisa saber.

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.