6 materiais fundamentais para a faculdade de Direito

Isabella de Andrade
Colaborador do Hora Da Facul

A faculdade de Direito é uma das mais concorridas e procuradas do país. São milhares de estudantes em busca da ampla oferta de trabalho no campo da aplicação das leis. Vale lembrar que, além de amplo, as possibilidades de trabalho para quem quer iniciar uma carreira em Direito são bem diversas.

Para quem está pensando em começar uma faculdade ou acabou de ser aprovado em um curso, veja quais são os materiais fundamentais para a faculdade de Direito. O que você deve, afinal, levar para as aulas?

Com duração média de cinco anos, o curso é dividido entre matérias teóricas e práticas. As aulas práticas incluem, por exemplo, simulações de julgamentos. O curso não exige muitos materiais extras, com isso os principais gastos são com a aquisição de livros e apostilas, além de materiais básicos para estudo e anotações.

Vai fazer vestibular para Direito? 

 

Confira aqui se você tem o perfil dos estudantes e profissionais da área

O curso de Direito possui também uma ótima progressão financeira, por isso se tornou um dos queridinhos dos estudantes brasileiros. Preparamos um pequeno guia para você se preparar para o início das aulas, ou mesmo se preparar para ingressar na graduação em Direito.

Materiais fundamentais para a faculdade de Direito

  1. Materiais para anotação
  2. Dicionário Jurídico
  3. Pasta para textos
  4. Apostilas de Estudos
  5. Vade Mecum
  6. Livros

Entenda abaixo como você vai utilizar estes materiais durante a faculdade de Direito.

  1. Materiais para anotação

Materiais para anotação como, por exemplo, cadernos, fichários, lápis, canetas, marcadores. Aqui vale quase a mesma lógica do material escolar. É importante separar um bom material para te ajudar com o estudo na rotina e com as anotações básicas aprendidas em sala de aula. Escolher cadernos diferentes para cada eixo de aprendizado pode ser uma boa pedida.

Se inspirou em Suits e vai fazer vestibular para Direito?

Preparamos um quiz para você descobrir qual é o seu perfil na série

  1. Dicionário Jurídico

Vale lembrar que você vai entrar agora em um campo de aprendizagem bem diferente, com vocabulário, linguagem e termos próprios. Um bom Dicionário Jurídico pode te ajudar a compreender melhor os textos e a otimizar os estudos nos primeiros semestres do curso, quando tudo ainda é muito novo.

  1. Pasta para textos

Essa dica não é muito comum, mas pode ajudar muito a planejar a organização de estudos, principalmente para os adeptos e ir para a faculdade com apenas um caderno e uma caneta na mão. O volume de leitura deve ser grande e os professores costumam disponibilizar pequenas indicações de leitura a cada aula. Uma parte delas é entregue impressa para os alunos.

Além dos textos, logo no início das aulas é bem comum que os professores entreguem o programa das aulas, bibliografias para acompanhar no curso e dicas para acompanhar melhor cada etapa. Por isso, a pasta pode ser uma dica ótima para sair com os papéis todos organizados, separando o material entregue por cada professor.

Vai cursar Direito e é fã da série How To Get Away With Murder?

Preparamos um quiz para você descobrir qual é o seu perfil entre os “Keating 5”

  1. Apostilas de estudos – material para a faculdade básico

Uma prática muito comum em universidades ao redor do país é que os professores disponibilizem apostilas para os alunos. A ideia é que cada um possa adquirir a sua própria cópia para ajudar nos estudos. As apostilas costumam conter apenas capítulos específicos indicados por cada professor para estudar ao longo das disciplinas.

Essa prática pode ajudar a baratear o custo total de livros, além de deixar tudo mais prático, já que os estudantes levam para casa apenas o que for essencial para o aprendizado. As apostilas também são boas para utilizar marcadores, canetas e canetinhas para anotar e destacar trechos.

  1. Vade Mecum

Conhecido como um dos melhores amigos dos estudantes de Direito, o Vade Mecum é um livro que reúne as principais leis brasileiras. Além disso, ele pode ser essencial para os alunos mais aplicados na hora de consultar as principais leis como, por exemplo, a Constituição Federal, o Código Civil e as Leis Trabalhistas. O livro pode reunir leis diversas ou pode ser especializado em uma área específica do Direito.

Por isso, é importante pesquisar direitinho qual modelo atende melhor às suas necessidades. Vale lembrar que, hoje em dia, além do livro impresso, existe o Vade Mecum digital. Ele pode ser consultado por meio de computadores, tablets e celulares. O nome, em Latim, significa Vai comigo, e mostra, enfim, que realmente é uma companhia necessária para estudantes da área jurídica.

Para quem está no início da faculdade, as versões mais compactas podem ser uma boa opção. Além de serem mais econômicas, são mais leves de carregar. Além disso, podem atender todas as necessidades de material para a faculdade dos alunos nos primeiros anos da graduação. Agora, para quem está trabalhando em áreas específicas ou mesmo estudando para concurso, o melhor é adquirir a versão mais completa e tradicional, garantindo que nada vai ficar de fora.

  1. Livros – principal material para a faculdade

E aqui está o material para a faculdade mais utilizado ao longo de todos os cursos de Direito. Algumas leituras são mais básicas. Elas costumam ser indicadas em todas as Faculdades, passando pelas Ciências Políticas e Introdução ao Estudo do Direito. Os livros universitários podem ser bem caros. Logo, uma boa dica é adquirir os seus preferidos e aproveitar as bibliotecas da faculdade para pegar os outros emprestados para estudo.

Por fim, quais são os livros básicos? O melhor é sempre esperar a ementa de cada professor para ver a bibliografia indicada por ele. Mas, enquanto isso, se você quiser conhecer um pouco dos mais utilizados, um dos mais lidos dentro do campo de Ciências Políticas, por exemplo, é a Teoria do Ordenamento Jurídico, de Norberto Bobbio. Quer mais dicas de ótimos livros que podem complementar os estudos para alunos de direito?

Confira um bônus com ótimas dicas de leitura:

  1. O príncipe, de Maquiavel
  2. O Primeiro Ano – Como se faz um Advogado, de Scott Turow
  3. Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas, de Dale Carnegie
  4. O que é uma Constituição?, de Ferdinand Lassalle
  5. O Caso dos Exploradores de Caverna, de Lon Fuller
  6. A Luta pelo Direito, de Rudolf von Ihering
  7. Teoria Geral do Processo, de Cintra, Grinover e Dinamarco
  8. Um pilar de ferro, de Taylor Caldwell

Agora que você já sabe os principais materiais para iniciar uma graduação em Direito, é só se preparar e se organizar bem para começar os estudos da melhor forma possível.

 

 

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 5 / 5. Contagem: 1

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.