O que faz o profissional de Arquitetura e Urbanismo?

Alexandre Vega
Colaborador do Hora Da Facul

Crédito: arquitetura e urbanismo

Você está interessado na graduação em Arquitetura e Urbanismo? Então conheça  mais sobre o que esse profissional faz. Neste artigo você vai saber quais as principais áreas de atuação de um arquiteto urbanista. Você também vai ver como é o mercado de trabalho para quem escolhe essa carreira.

Uma das perguntas mais frequentes para quem se interessa por essa graduação é “qual a diferença entre Arquitetura e Urbanismo”? A verdade é que não há diferenças quanto à formação. O curso superior proporciona a formação em Arquitetura e Urbanismo. Assim, é a atuação após a formação que vai definir qual das áreas você vai atuar. E é possível atuar em ambas. Como regra geral, pode-se dizer que os arquitetos têm foco em projetos de imóveis e em seus espaços, tanto internos quanto externos.  Já o foco do urbanista são os espaços públicos: ruas, praças, bairros e cidades.

Segundo a ONU, até 2050 mais de 70% da população mundial vai estar vivendo em grandes áreas urbanas. Então, a carreira de Arquitetura e Urbanismo é um ótimo investimento profissional. De acordo com pesquisa do portal Salário, a remuneração média do arquiteto urbanista é R$6,2 mil, podendo chegar a R$13,4 mil. E a pesquisa também mostra que houve um aumento de 78% nas contratações com carteira assinada entre maio de 2020 e abril de 2021. Portanto, o mercado está em crescimento para estes profissionais. Continue lendo para saber mais.

Está pensando em prestar vestibular para Arquitetura?

 

Preparamos um teste para você descobrir se o curso combina com você

 

O mercado de trabalho de Arquitetura e Urbanismo

Como os dados da ONU mostram, o crescimento das cidades vai aumentar bastante nos próximos anos. Assim, aumentará o mercado para profissionais que tenham conhecimentos de construção, mas também sobre projetos urbanos que atendam à demanda populacional e o desenvolvimento organizado e sustentável. Isso também inclui áreas inovadoras, como cidades inteligentes, sustentabilidade, utilização de espaços públicos entre outras maneiras de garantir a qualidade de vida nas cidades.

Mesmo com uma área de atuação tão ampla as regras que definem a atuação desse profissional ainda são pouco conhecidas por quem estuda ou mesmo recém-formados na área. Quem define as diretrizes curriculares da graduação em Arquitetura e Urbanismo é o Conselho Nacional de Educação. Isso é feito através da Resolução Nº 2 de 2010. Conforme o Ministério da Educação, a carreira segue uma formação generalista. Ou seja, ela tem uma lista de atribuições bem grande, o que justifica a extensa grade curricular da graduação.

Além de concluir o curso, o formando que quer exercer a profissão também precisa ter seu registro no órgão que regula a área, o CAU, Conselho de Arquitetura e Urbanismo.

Regulamentação da profissão

Conheça, de maneira resumida, as atribuições profissionais que regulam a prática profissional da área de Arquitetura e Urbanismo. A lei que rege isso é a 12.378, de 31 de dezembro de 2010.

  • Supervisão, coordenação, gestão e orientação técnica;
  • Coleta de dados, estudo, planejamento, projeto e especificação;
  • Estudo de viabilidade técnica e ambiental;
  • Assistência técnica, assessoria e consultoria;
  • Direção de obras e de serviço técnico;
  • Vistoria, perícia, avaliação, monitoramento, laudo, parecer técnico, auditoria e arbitragem;
  • Desempenho de cargo e função técnica;
  • Treinamento, ensino, pesquisa e extensão universitária;
  • Desenvolvimento, análise, experimentação, ensaio, padronização, mensuração e controle de qualidade;
  • Elaboração de orçamento;
  • Produção e divulgação técnica especializada; e
  • Execução, fiscalização e condução de obra, instalação e serviço técnico.

Onde você pode trabalhar

De acordo com essas atribuições, o profissional de Arquitetura e Urbanismo pode atuar em escritórios de arquitetura, órgãos públicos, na carreira acadêmica, como professor ou pesquisador. A formação também vai habilitar você a trabalhar em arquitetura paisagística e de interiores. Outra atividade regulamentada é a intervenção em patrimônio histórico, cultural ou artístico. Isso também inclui o planejamento urbano e reabilitação ou reforma urbana e paisagística e na área de preservação ambiental. O curso também permite que o profissional atue em perícia técnica para a emissão de conclusão fundamentada ou o gerenciamento de obra e serviço técnico.

Áreas de atuação

Veja agora algumas áreas em que um arquiteto urbanista pode atuar e as descrições do que esse profissional faz.

Construção civil

Talvez essa seja a área de atuação mais conhecida na Arquitetura e Urbanismo. Na construção civil, o profissional lida com a criação, o gerenciamento e a execução de projetos. Além disso, ele também acompanhar as obras.

Arquitetura de Interiores

Aqui o foco é a concepção e execução dos projetos de ambientes e também do mobiliário. Portanto, o profissional vai procurar as melhores soluções para o conforto acústico e térmico enquanto cria ambientes esteticamente agradáveis e funcionais. Ele também pode atuar em projetos residenciais e comerciais.

Arquitetura Paisagística

O paisagismo é uma área com grande visibilidade, mas que nem todos ligam à profissão do arquiteto. Ela compreende o projeto e a execução de soluções para espaços externos, tanto públicos quanto privados, como jardins, praças e parques.

Patrimônio Histórico Cultural e Artístico

O profissional que se especializa nesta área vai lidar com a busca de soluções para a manutenção, restauro, conservação, reabilitação e reutilização de espaços ou imóveis considerados patrimônios públicos.

Planejamento Urbano e Regional

Nesta área o profissional atua como urbanista e lida com o planejamento e intervenções nas cidades. O foco desse especialista é buscar as melhores soluções para a mobilidade, uso ambiental, saneamento básico além da gestão territorial e infraestrutura.

Topografia

A elaboração de levantamento topográfico e a sua interpretação são outra área de atuação para o arquiteto. A topografia é usada em projetos de paisagismo, urbanismo e arquitetura.

Tecnologia

Muitas pessoas pensam que esta área técnica é ligada à engenharia. Porém, esta é uma especialização também da arquitetura, em que o profissional lida com pesquisas e usos de tecnologias para a projetos construtivos.

Conforto Ambiental

Projetos que lidam com o conforto acústico e lumínico. A maneira como som e luz são utilizados e tratados em um ambiente são uma especialização do arquiteto urbanista. O foco é na qualidade do uso do espaço tendo em mente esses elementos. Isso também pode incluir o conforto térmico, como aproveitamento de ventilação natural ou artificial e uso da luza solar assim como o a ergonomia, pensando na locomoção dentro desse espaço.

Meio Ambiente

O profissional de Arquitetura que trabalha nesta área pode lidar com mapeamento de áreas de proteção, desenvolvimento sustentável, racionalização de uso de recursos naturais, além do estudo de impacto ambiental e licenciamento.

Acadêmico

O professor é essencial tanto para a continuidade da disciplina quanto para a formação contínua de profissionais. Esta área de atuação também inclui a pesquisa acadêmica, com estudos de projetos aplicações práticas da arquitetura e urbanismo.

Outras oportunidades profissionais

Há outras áreas em que o arquiteto pode atuar, mas que nem sempre são as que vem à mente quando se pensa no mercado de trabalho deste profissional.

BIM ou modelagem digital – uma área que vem crescendo muito nos últimos anos, e por isso, uma boa oportunidade para quem se forma em Arquitetura e Urbanismo. O especialista em BIM, ou Building Information Modelling, é aquele que cria modelos virtuais com informações técnicas de uma edificação. Assim, é ele que possibilita a colaboração de diferentes profissionais durante as fases do trabalho: viabilidade, projeto, planejamento, execução e operação do edifício.

Fotografia – Todos os projetos arquitetônicos precisam de um registro, por isso, o especialista em fotografia de arquitetura é o mais qualificado para fazer isso. Ele pode traduzir em imagens as principais qualidades ou diferenciais de uma construção, com registros que servem para divulgar ou mesmo vender projetos.

Cenografia – É comum pensamos em cinema, TV ou teatro quando se fala em cenografia, mas o arquiteto também trabalha nesta área. O profissional especializado nesta área atua em eventos e feiras de diversos portes. Assim, é ele que planeja e executa espaços que dão destaque para a experiência de quem passa pelo local.

Design de jogos digitais – Uma área relativamente nova, mas com muito potencial de crescimento. Os jogos eletrônicos têm uma definição gráfica cada vez mais detalhada, com isso necessitam de pessoas que planejem e executem cenários impactantes. E eles podem ser tanto baseados em lugares reais quanto fictícios.

A escolha da faculdade

Como você pode ver, a graduação em Arquitetura e Urbanismo é uma área que dialoga com as ciências Exatas, Humanas e Sociais aplicadas.

Essa é uma profissão cheia de oportunidades e que está em crescimento. Se você se interessou, é bom também saber que esse curso está disponível em muitas faculdades por todo o país, o que facilita a escolha e o acesso.

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.