O que um enfermeiro faz? Conheça as principais funções

Lygia Barsotti
Jornalista e produtora de conteúdo com13 anos de experiência. Passou pela TV Cultura e por empresas dos segmentos de saúde, educação e bebidas.
1

Crédito: Photo by RODNAE Productions from Pexels

Antes de saber o que um enfermeiro faz, imagine que um hospital funciona como o sistema de engrenagens de um relógio. Logo, para que ele não pare, todas as peças precisam trabalhar sincronizadas. Ou seja, médicos, enfermeiros e demais profissionais da saúde.

Em outras palavras, é o esforço coletivo e estruturado de diferentes equipes multidisciplinares (médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas etc.) que permite que os pacientes de um hospital recebam o cuidado apropriado no prazo necessário.

As funções do enfermeiro são essenciais para o sistema de saúde – e estão, inclusive, previstas em decreto.

Está em dúvida sobre qual curso escolher no vestibular?

 

Preparamos um quiz para você saber se tem perfil para Enfermagem

Afinal, ele é o profissional que conecta médicos e pacientes, unindo teoria e prática para prestar atendimentos mais complexos e que exigem conhecimentos técnicos específicos.

A seguir vamos ver o que um enfermeiro faz e as áreas em que costuma atuar, tanto dentro quanto fora do hospital.

Principais rotinas do enfermeiro em um hospital

De modo geral, podemos dividir as atribuições do enfermeiro em três grandes áreas: administrativa, técnico-assistencial e Educação Continuada.

Fazer faculdade de Enfermagem é o seu sonho?

Preparamos um quiz para você descobrir se o seu perfil combina com o curso

Independentemente do setor em que atue, o que um enfermeiro faz é promover um atendimento humanizado aos pacientes. Isso envolve garantir a aplicação do tratamento indicado pelo médico e zelar pelo bem-estar físico e psicológico do doente em seu período no hospital.

Área administrativa

O que um enfermeiro faz não se limita à assistência ao paciente. Ele está igualmente habilitado a desenvolver funções administrativas e de gestão, necessárias a toda a instituição de saúde.

Afinal, sem uma correta administração de pessoal, procedimentos e insumos, não é possível prestar um atendimento de excelência ao paciente. Nesse sentido, conheça algumas das principais tarefas dessa área.

  • Coordenação de equipes: o enfermeiro-chefe supervisiona e orienta técnicos e auxiliares de Enfermagem
  • Montagem de escalas de trabalho e folgas
  • Planejamento da assistência de Enfermagem: distribuição dos pacientes entre os profissionais da equipe de Enfermagem, elaboração/atualização de procedimentos e rotinas do time
  • Contratação de equipe: participar e auxiliar no processo de contratação de profissionais para a equipe de Enfermagem
  • Gestão de suprimentos: identificar a necessidade de adquirir materiais, equipamentos e outros insumos ligados ao exercício da Enfermagem. Também é responsável por conservar aparelhos e solicitar trocas ou consertos quando necessário.

Área técnico-assistencial: o que faz um enfermeiro assistencial

O enfermeiro que lida diretamente com o paciente combina sua formação e experiência prática para tomar decisões de forma rápida e embasada. Dessa forma, é responsável por executar tarefas de maior complexidade técnica e que demandam mais perícia. Entre elas:

  • Procedimentos invasivos: cateterismos, punções, sondagens, intubações etc.
  • Supervisão e execução do tratamento médico: reportar ao médico a evolução do paciente (seja no pós-operatório ou em casos mais críticos), suas queixas e outras informações relevantes para que a conduta seja mantida ou alterada
  • Prevenção da infecção hospitalar: supervisionar e aplicar protocolos específicos
  • Atuação na saúde do trabalho: em conjunto com o médico do trabalho, zelar pela promoção e preservação da saúde dos funcionários
  • Atuação no centro cirúrgico: organizar a sala onde a operação será realizada e conferir se os instrumentos estão disponíveis. Durante a cirurgia, supervisionar os sinais vitais do paciente e administrar medicamentos, caso solicitado pelo médico
  • Realização de consultas de Enfermagem: atendimento, solicitação de exames complementares e prescrição de medicamentos autorizados pelo Ministério da Saúde para serem receitados por enfermeiros
  • Seguir protocolos da área de especialização escolhida (Enfermagem oncológica, obstétrica, em centro cirúrgico, em urgência e emergência etc.)

O que faz um enfermeiro do trabalho

A principal atribuição desse profissional é atuar em parceria com o médico do trabalho para prevenir doenças e acidentes laborais e promover o bem-estar dos colaboradores.

Entre suas principais tarefas estão:

  • Incentivar o uso de EPIs (equipamentos de proteção individual)
  • Promover campanhas de vacinação
  • Conscientizar sobre diabetes, obesidade, tabagismo e outras doenças
  • Supervisionar e incentivar a realização de exames ocupacionais (admissional, periódico, demissional, mudança de função e retorno ao trabalho após licença maternidade ou licença médica)
  • Identificar, com o médico do trabalho, a prevalência de doenças em determinadas funções ou setores
  • Cuidar da segurança e das condições de trabalho

O que faz um enfermeiro obstetra

O enfermeiro com especialização em obstetrícia trabalha em conjunto com o médico obstetra no acompanhamento de mulheres antes, durante e após a gravidez. Ao mesmo tempo, sua formação lhe permite identificar e investigar riscos potenciais à saúde da mãe e do bebê e, com o médico, indicar as medidas mais adequadas.

São também atribuições do enfermeiro obstetra:

  • Acompanhar o trabalho de parto
  • Realizar partos de emergência, desde que sejam naturais
  • Supervisionar o quadro de saúde da mãe e do bebê e tomar as providências necessárias até a intervenção do médico
  • Orientar a gestante ou puérpera sobre cuidados com sua saúde e a do bebê

O que faz um enfermeiro de saúde da família

O enfermeiro da área de Estratégia em Saúde da Família trabalha em parceria com outros profissionais para promover atenção primária à saúde entre crianças, adolescentes, adultos e idosos de uma população.

As funções do enfermeiro de Saúde da Família englobam:

  • Realizar consultas de Enfermagem, solicitar exames complementares e prescrever medicações, de acordo com as indicações e autorizações do Ministério da Saúde
  • Supervisionar e promover a capacitação dos agentes comunitários de saúde e auxiliares de Enfermagem
  • Gerenciar e planejar as ações da Unidade de Saúde da Família (USF) conforme necessidades de saúde da comunidade atendida
  • Promover atividades de conscientização e educação sanitária entre os membros de uma comunidade

O que faz um enfermeiro auditor

Para que a saúde dos pacientes possa ser bem cuidada, a saúde financeira das empresas de serviços médicos e hospitalares também precisa estar em dia.

Infraestrutura precária, falta de medicamentos e funcionários, por exemplo, são indícios de que as contas de uma empresa de saúde não vão bem.

Para controlar o tipo, o custo e qualidade dos serviços oferecidos aos pacientes a função do enfermeiro auditor tem sido cada vez mais demandada por hospitais e clínicas, bem como por seguradoras de saúde.

Assim, confira outras atribuições do enfermeiro auditor de um hospital ou clínica:

  • Analisar as contas hospitalares para checar valores gastos X valores cobrados
  • Avaliar a qualidade da assistência de Enfermagem
  • Identificar falhas operacionais, de gestão ou de pessoal
  • Inspecionar as condições da estrutura de trabalho oferecida
  • Prevenir e identificar desvios de recursos ou suprimentos

Agora, veja algumas funções do enfermeiro auditor que trabalha em uma seguradora de saúde:

  • Negociar a compra de OPMEs (Órteses, Próteses e Materiais Especiais)
  • Analisar contas médicas, hospitalares e ambulatoriais e avaliar ressarcimentos devidos
  • Trabalhar em conjunto com o Enfermeiro Auditor do hospital no fechamento da conta hospitalar
  • Oferecer suporte específico ao setor jurídico

Saiba mais sobre a rotina do Enfermeiro Auditor no site do Coren-SP, Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo.

Área de Educação Continuada

A Educação Continuada é outro campo no qual o enfermeiro pode desempenhar uma função muito importante. É sua responsabilidade identificar a necessidade de aprimoramento, treinamento ou atualização profissional da área da Enfermagem, sempre com foco na melhor assistência ao paciente.

Outras atribuições do enfermeiro de Educação Continuada são:

  • Gerenciar a programação de treinamentos, cursos e reciclagens
  • Promover a atualização dos profissionais de Enfermagem a novas legislações, procedimentos ou tecnologias da área
  • Providenciar capacitação e apoio educacional a profissionais da equipe sempre que necessário

Por fim, seja qual for a área que você escolha atuar, priorize o paciente e valorize o trabalho coletivo. Quando todos dão seu melhor pelo mesmo objetivo, os resultados são recompensadores!

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 5 / 5. Contagem: 1

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.