Perito criminal: qual faculdade cursar para se tornar um?

Ana Paula Schuster
Colaborador do Hora Da Facul

Crédito: Black and white vehicles. Yellow caution tape near the car parking lot at daytime. Crime scene.

O perito criminal é um dos cargos mais interessantes de se ver em filmes e séries. Afinal, é ele que investiga crimes e soluciona assassinatos através de provas e evidências que só ele parece enxergar.

Apesar da fama, poucos sabem como ingressar de fato nessa profissão. Por exemplo, qual curso deve ser feito, é uma das principais dúvidas a respeito. Veja então, o que fazer para se tornar um perito e como ele atua na vida real.

O que faz um perito criminal?

Um perito é aquele que trabalha com investigação científica, também chamada de investigação forense.

Ele é um funcionário da polícia ou da justiça, assim sua principal função é coletar provas para que essas passem por uma análise em laboratório. Além disso, ele também observa evidências comportamentais.

Há muitos tipos de casos que ele pode investigar, por exemplo:

  • Acidentes de trânsito;
  • Roubos;
  • Homicídios;
  • Estupros;
  • Bem como, até mesmo documentos que possam conter fraudes.

Principais papéis da perícia criminal

Ter atenção aos detalhes e analisar tudo com cautela são características fundamentais para um perito criminal. Ele não pode perder ou abandonar provas, também deve sempre se manter imparcial diante de testemunhas e juras de inocência.

A rotina desse profissional inclui:

  • Elaborar laudos e organizar provas, para determinar a causa do crime;
  • Inspecionar locais em busca de evidências;
  • Coletar materiais e encaminhar para exames;
  • Analisar fatos, armas, materiais, sangue, documentos e demais vestígios;
  • Fotografar e identificar se qualquer elemento tem ligação com o crime;
  • E, por fim, fazer análises em laboratório.

Onde esse profissional atua?

Hoje em dia, o principal local de trabalho do perito criminal é no Instituto de Criminalística. No entanto, ele só pode ingressar nesses órgãos ligados à justiça e à polícia por meio de concursos.

A partir disso, sendo aprovado, ele pode atuar em várias áreas, por exemplo:

  • Perito federal;
  • Também como perito criminalístico engenheiro ou químico;
  • Perito oficial.

Existe uma boa demanda em quase todos os setores. Por isso, não desanime, pois, há muitas vagas para esse profissional ingressar.

Os principais tipos de perito criminal

Aqueles sendo formados em direito, podem trabalhar apresentando uma análise legal e sólida dos fatos. Por entender melhor a linguagem técnica, a comunicação entre ele e um juiz é mais fácil.

Já os químicos ficam em laboratórios, analisando provas como DNA, para solucionar os casos. Aliás, essa é uma tarefa muito difícil às vezes, pois, as mesmas podem vir alteradas, ou serem comprometidas no processo.

Também existem profissionais em outras áreas como:

  • Informática;
  • Engenharia ambiental;
  • Psicologia;
  • Farmácia, dentre outros.

Ele também pode trabalhar como autônomo, sendo chamado por juízes e empresas particulares para resolver casos.

Saiba quanto um perito criminal ganha

Antes de escolher uma profissão, é muito importante saber quanto o profissional fatura por mês. Já que, antes de tudo, se trata do seu sustento e o de sua família.

No início da carreira, um perito pode ganhar até 2 mil reais. Mas, em geral, a média salarial é de 6 mil reais, podendo chegar até 11 mil. Isso, no entanto, requer especialização e mais experiência na área. Então, é necessário sempre ir se aperfeiçoando, de modo a crescer na carreira.

Por causa disso, mesmo após conseguir um emprego, continue estudando. Pois, assim, quando oportunidades de cargos melhores surgirem, você estará preparado para avançar na profissão.

Como se tornar um perito criminal

O principal caminho, como já dito, são os concursos públicos. Onde é preciso se preparar bem, com muito estudo. Aliás, uma dica é dar uma olhada nas provas anteriores, de modo a ter uma noção do grau de dificuldade.

Tudo isso é para conseguir se classificar na lista dos primeiros convocados. Afinal, um concurso quase sempre tem poucas vagas e essa escassez faz a concorrência ser grande.

Quais conhecimentos são exigidos nessas provas

Para ter uma oportunidade de concorrer, é exigido também ter uma formação superior. Assim, para ser aprovado, o concurseiro precisa fazer provas de conhecimentos básicos e específicos. Em relação ao primeiro, veja alguns exemplos a seguir:

  • Informática;
  • Raciocínio lógico;
  • Língua portuguesa;
  • Direito penal, administrativo, constitucional;
  • Bem como, de processual penal.

Mesmo que esses assuntos não façam parte da sua graduação, você pode adquirir cada um deles em cursos livres e livros. Porém, os temas mais específicos variam conforme a formação do candidato.

Qual faculdade cursar para ser um perito criminal

Um dos requisitos é ter uma graduação e às vezes ter uma especialização na área. Então, confira quais são os cursos mais favoráveis para um candidato que quer tentar esse cargo:

  • Psicologia;
  • Medicina;
  • Biologia;
  • Farmácia;
  • Bioquímica;
  • Química;
  • Engenharia;
  • Biomedicina;
  • Física;
  • Direito;
  • Biotecnologia.

Cabe ao profissional escolher tendo como base a área em que ele quer atuar, pois, a profissão varia com base na graduação. Já que, existem oportunidades para todas as carreiras citadas. Veja a seguir um pouco mais sobre algumas dessas graduações.

Farmácia e a perícia criminal

O curso de farmácia dura 5 anos e prepara o profissional para atuar na área de toxicologia forense. Essa profissão é responsável por exames de mortes causadas por:

  • Medicamentos;
  • Venenos;
  • Produtos químicos, dentre outros.

O farmacêutico perito é muito valorizado e reconhecido na área, o que faz muitos optarem por essa graduação.

Perito criminal e direito

Com muitas disciplinas na área criminalística e sobre legislação, o curso de direito é o caminho mais comum para investigadores e peritos criminais. Esse é um dos motivos para essa faculdade ser tão concorrida e requisitada.

Engenheiro químico

A graduação em engenharia química possui cinco anos de duração e também prepara o perito para atuar em laboratórios fazendo análises. Esse curso também é bastante concorrido em universidades, o que dificulta ingressar nele.

Perito criminal: uma profissão como nenhuma outra

Ingressar nessa profissão pode ser bem difícil, mas, ao mesmo tempo, é muito gratificante. Por isso, se esse for o seu sonho, lute de todas as maneiras para realizá-lo.

Conquistar a carreira dos sonhos é uma das melhores sensações da vida. Sem dúvida, alguns acabam não tendo sequer essa chance.

Escolha a graduação que mais combina com você, estude, faça o concurso para perito criminal, se especialize e se possível, invista em pós doutorados. Lembre-se que o caminho não termina depois que se arruma um emprego.

Por esse motivo, continue estudando e aprendendo mais sobre a profissão que escolheu seguir. Para assim se destacar no mercado de trabalho, seguindo a carreira tão almejada.

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 4.6 / 5. Contagem: 372

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.