Saiba a duração do curso de arquitetura

Tais Carra
Estrategista de marca, contadora de história e designer thinker com 9 anos de experiências em comunicação digital. Construí minhas experiências de forma bem diversificada envolvendo três áreas centrais: inovação, produto e marketing. Crio e escrevo semanalmente para diversas empresas. Meu trabalho é construir experiências e estratégias através de criação de texto útil e relevante para gerar ação, circularidade, e crescimento de receita.
1

Crédito: Foto de Karolina Grabowska no Pexels

Pensando em cursar arquitetura? Descubra em quanto tempo você irá se formar nessa área.

O profissional de arquitetura é responsável por projetar, desenhar e planejar. Sobretudo, em pensar na urbanização de espaços, em formas de melhorar a infraestrutura, trazer mais acessibilidade e mobilidade aos projetos.

Segundo dados do conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU), mostra que o mercado de Arquitetura e Urbanismo cresceu de forma acelerada nos últimos anos com um crescimento de 2,5% em 2017, 5,4% em 2018 e 8,2% em 2019.

Além disso, o arquiteto pode atuar em diversos segmentos — públicos ou privados, em construtoras, em empresas próprias. Trata-se de uma formação bastante abrangente e versátil.

Saiba a duração do curso, assim como está o mercado de trabalho para te ajudar a conhecer melhor antes de ingressar nessa graduação.

Duração do curso de Arquitetura?

A duração do curso de Arquitetura é de cerca de cinco anos para se formar como o título de bacharel. Além disso, o órgão que regula essa graduação é Ministério da Educação (MEC), e a carga horária mínima para a graduação em Arquitetura é de 3.600 horas.

Do mesmo modo como as demais graduações é necessário para conclusão do curso, o estágio supervisionado e o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). 

Nesse sentido, o curso de ensino superior é ofertado em diversas modalidades de ensino. Tanto presencial no ensino tradicional como o semipresencial, tendo a mesma carga horária exigida pelo MEC.

Outro fator importante para o estudante tomar nota é em relação às disciplinas a serem estudadas. Pois, se trata de um curso como a matriz curricular bem equilibrada entre disciplinas de Humanas e Exatas.

Quanto custa estudar Arquitetura?

A graduação de arquitetura é possível ser encontrada com certa facilidade em diversas instituições. O valor da mensalidade é bastante variado. Do mesmo modo na opção semipresencial, além de possuir as mensalidades mais acessíveis.

Existem faculdades que oferecem mensalidade a partir de R$ 399,00 chegando até R$3.000,00. Nesse sentido existem opções para todos os bolsos, vale nesse caso pesquisar bastante além de integrar seus interesses na escolha. 

Outro fator que ajudar a fazer a escolha mais assertiva é pesquisar sobre os objetivos do curso, e a grade curricular. Afinal serão 5 anos dedicados ao estudo da profissão é fundamental o autoconhecimento. Não queremos surpresas não é mesmo?

Um fator imprescindível para o sucesso é escolher uma boa graduação, as informações estão disponíveis no ministério da educação. Afinal é uma forma de garantir a qualidade do ensino, não acha?

Por fim, acompanhei também as atualizações do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil. Por curiosidade a lei que Regulamenta o exercício da Arquitetura e Urbanismo é a lei n.º 12.378.

O que se estuda no curso de Arquitetura?

Antes de tudo a tecnologia vem revolucionando essa profissão, com softwares cada vez mais modernos em segundos projetos tomam vida. Assim como o design 3D veio para ficar! Existem uma infinidade de opções para ajudar o profissional de arquitetura.

A arquitetura tem como função principal planejar espaços, muitos estudantes podem ter em mente que o curso apenas possui matérias de design, estética e arte. Não é bem assim! Além dessas disciplinas tem uma forte grade curricular em ciências exatas.

Primeiro! Saiba que essas são dúvidas muito comuns. O objetivo desse conteúdo é trazer informações úteis para tornar o processo mais fácil. Além do mais, durante os primeiros anos de arquitetura o foco será em desenho e matérias introdutórias. 

Não fique na dúvida! Confira abaixo as principais disciplinas que serão vistas no curso.

  • Álgebra e Geometria
  • Ciência, Tecnologia e Sociedade
  • Democracia, Ética e Cidadania
  • Educação Ambiental
  • Empregabilidade
  • Estética e História da Arte
  • Estudos Sociais e Econômicos
  • Ética, Política e Sociedade
  • Funções
  • Gramática
  • Lógica Matemática
  • Políticas Públicas
  • Responsabilidade Social
  • Homem, Cultura e Sociedade
  • Metodologia Científica
  • Oficinas de Expressão e Representação
  • Arquitetura Brasileira
  • Arquitetura e Urbanismo (I e II)
  • Conforto Ambiental: Acústico, Lumínico e Térmico
  • Desenho Arquitetônico
  • Ecologia Urbana
  • Fundamentos de Topografia
  • Geometria Descritiva Aplicada à Arquitetura (I e II)
  • História e Teoria da Arquitetura, Urbanismo e Paisagismo (I a III)
  • Informática Aplicada à Arquitetura e Urbanismo (I e II)
  • Infraestrutura Urbana
  • Instalações Elétricas de Baixa Tensão
  • Instalações Hidrossanitárias

Quais as áreas em alta em arquitetura?

É muito importante, além de conhecer como está o mercado de trabalho, quais as áreas com mais se destacam para garantir boa empregabilidade. 

De antemão, quando pensamos em necessidades atreladas ao crescimento populacional, logo pensamos nos problemas de mobilidade das grandes cidades. Não é mesmo? O arquiteto é um dos profissionais responsáveis por solucionar esse problema. 

Na dúvida entre qual área de arquitetura escolher? Listamos as dez principais áreas em alta para você conhecer. Confira!

  • Paisagismo
  • Planejamento urbano
  • Urbanista
  • Arquitetura promocional
  • Administração de Obra
  • Especialista em BIM
  • Designer de projetos 3D
  • Pesquisa Científica e Tecnológica
  • Especialista em iluminação
  • Desenho de Mobiliário

Quais as especializações mais rentáveis?

Os profissionais que querem se tornar arquitetos precisam ter em mente que é uma graduação que exige mão de obra especializada e precisão. 

Acima de tudo é importante escolher uma área que tenha a ver com seus interesses. Mas o quesito salário também tem seu peso na decisão. Concorda?

Igualmente a Engenharia a Arquitetura é regulamentada pela Lei 4.950/A de 1966. Da qual define critérios de jornada e remuneração. O salário dessa carreira pode variar muito devido à experiência, porte.

Conforme o Site Nacional de Empregos (Sine) indica que o salário médio do arquiteto fica entre R$ 2.755 e R$ 11.368, dependendo do nível profissional e do porte da empresa.

Segundo informações do cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), listou 4 áreas mais rentáveis em 2020 no aspecto salário. Confira:

  • Professor de Arquitetura: R$ 15.004,61
  • Arquiteto de Edificações: R$ 6.084,75
  • Arquiteto Urbanista: R$ 5.900,35
  • Arquiteto de Interiores: R$ 5.321,80

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 3 / 5. Contagem: 2

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.