Sou formado em Pedagogia e quero fazer Psicologia?

Ana Paula Schuster
Colaborador do Hora Da Facul
1

Descubra neste post se é possível atuar em Psicologia, tendo formação em Pedagogia. Afinal, ambas são profissões que possuem algumas semelhanças, aliás, com muitas disciplinas em comum. Então, tire todas as suas dúvidas a esse respeito logo a seguir.

Psicologia e Pedagogia

É possível afirmar que o curso de Pedagogia estuda todos os aspectos sobre a educação. Por outro lado, a graduação em Psicologia se aprofunda no comportamento humano, o que acaba englobando o ensino também.

Considera-se então, que as duas profissões são bem parecidas, inclusive, com diversas matérias em comum em suas grades.

Quem se forma em Pedagogia, mas sente mais afinidade com a outra carreira, pode acabar fazendo esse curso depois e em menos tempo. Isso por muitas disciplinas serem cortadas, porque já foram estudadas na primeira graduação.

Em vez de ficar 5 anos no superior, ao eliminar algumas matérias, é possível se tornar uma psicóloga em 3 anos ou 3 anos e meio.

Veja se é possível fazer uma pós-graduação nesta profissão

Independente do seu diploma, em Pedagogia ou qualquer outra carreira, saiba que você pode se aventurar na pós que desejar.

E quem garante esse direito é o próprio MEC por meio da resolução CNE/CES nº 1/2018. Então, não importa se você tem ensino superior em Administração, RH ou Enfermagem, você pode se especializar em Psicologia.

Há, no entanto, algumas limitações. Por exemplo, apenas quem é psicólogo pode realizar atendimentos clínicos.

Quem se formou em Pedagogia e realizou essa pós, terá o conhecimento para atuar na área de educação, mas considerando conceitos como bem-estar e saúde mental.

Por serem profissões bem parecidas, com aspectos em comum, é normal ter dúvidas sobre qual carreira mais combina com o seu perfil. Por isso, conheça mais sobre cada uma dessas profissões a seguir.

O profissional de Pedagogia

Este curso é uma licenciatura, ou seja, é uma formação com foco em criar futuros professores.

O profissional aqui é preparado para dar aulas para níveis do ensino infantil e fundamental. De fato, trabalhar com adolescentes e adultos requer outras formações.

Já o salário médio de um pedagogo no Brasil fica em torno de R$ 2.500,00. Por outro lado, sua função pode ir além das salas de aula, já que existem outras áreas de atuação.

Nas instituições de ensino, o profissional em Pedagogia pode ser:

  • Orientador educacional;
  • Supervisor;
  • Ou ainda, assumir cargos de gestão, como coordenador ou diretor.

O pedagogo fora do ambiente escolar

Como dito antes, há diversas áreas de atuação, inclusive, fora da escola. Por exemplo, esse colaborador pode se interessar por Pedagogia Hospitalar.

É função do mesmo dar continuidade no aprendizado de crianças que não podem frequentar as aulas por estarem internadas em hospitais.

Também há outro caminho, o pedagogo tem a opção de trabalhar em uma empresa, realizando treinamentos e criando programas, de modo a desenvolver os funcionários.

Outra oportunidade é atuando em editoras, como produtor de conteúdos educacionais ou revisor. Por fim, há uma última alternativa: trabalhar em ONGs.

A profissão de psicólogo

Caso você realmente queira essa profissão como carreira, é bom saber mais sobre ela. Pois, há pouco você viu um resumo sobre a faculdade de Pedagogia apenas. Agora, é hora de conhecer mais sobre quem atua com Psicologia.

A principal diferença é que este curso aqui é um bacharelado. Assim, os recém-formados são pessoas especializadas para lidar com a saúde mental de seus pacientes e ajudá-las em seu desenvolvimento emocional, independente da idade.

Já o mercado de trabalho, também é bem amplo, cheio de opções, algumas delas bastante diferentes umas das outras.

O salário de um psicólogo

Um psicólogo clínico ganha em média R$ 2.700,00. Por outro lado, os profissionais dessa área que trabalham em RH, têm salários de até R$ 3.100,00.

Não importa onde atue, o objetivo é sempre o mesmo: cuidar da saúde mental dos demais e de seus desenvolvimentos enquanto pessoas. De fato, isso pode ser realizado em vários ambientes:

  • Em clínicas particulares;
  • Hospitais;
  • Escolas;
  • ONGs;
  • Empresas;
  • Times de esporte e muito mais.

Ainda é possível atuar de forma autônoma, como psicoterapeuta. Ou prestando serviços de consultoria e supervisão. Portanto, é um mercado de trabalho com diversas oportunidades, para diferentes perfis profissionais.

Como saber qual carreira seguir?

É comum ter um curso superior em uma graduação e sentir mais afinidade com outra. Ainda mais quando se trata de Pedagogia e Psicologia, duas profissões com características semelhantes.

Algumas dicas abaixo vão tentar te ajudar a decidir. Mas, entenda que antes de tudo, é preciso refletir bastante, pois é uma escolha que afeta o seu futuro diretamente, confira.

1 – Invista no autoconhecimento

Essa é a forma mais acertada de fazer boas escolhas na vida, em todos os seus aspectos, aliás. Já que muitas vezes você acaba descobrindo, inesperadamente, outras características sobre si mesmo.

Quando se trata de definir uma profissão, se autoconhecer é essencial. Assim, descubra o tipo de pessoa que você é e qual deseja ser. Por exemplo, se questione o que lhe daria mais satisfação profissional: atuar como pedagogo ou psicólogo.

Lembre-se de que ser feliz em sua escolha, independente de qual seja! É o mais importante e é o que ajuda a alcançar o sucesso na profissão.

2 – Defina qual é o tipo de rotina que você quer ter

O seu trabalho é uma grande parte da sua vida. Sem dúvida, ele dita o tempo livre que você terá, bem como o seu padrão de vida, círculo social e muito mais.

Quando há dúvidas sobre uma carreira, é importante saber mais sobre o dia a dia dessa profissão. Isto é, saber se você se encaixa naquele cotidiano e se sente bem nele.

Considere atuar de forma conjunta em ambas as áreas

Uma especialização em Psicopedagogia pode ser a solução que você está buscando. Pois, ela trabalha com crianças com dificuldades de aprendizado e demais transtornos do tipo. Dessa forma, une Pedagogia e Psicologia.

É possível aliar os dois interesses, afinal o que não faltam são opções no mercado para psicólogos e pedagogos.

Independentemente da sua escolha, você precisa estar 100% confortável com ela. Além disso, caso realize outra graduação, é essencial estudar em uma faculdade de qualidade.

Para saber mais sobre as semelhanças entre essas duas carreiras, confira este post do Hora da Facul.

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 5 / 5. Contagem: 5

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.