Tendências em Direito: descubra quais são elas

nathmferreira
Colaborador do Hora Da Facul
1

Crédito: Foto de Sora Shimazaki no Pexels

Apesar de ser uma das áreas mais antigas do conhecimento, o Direito também é uma das que mais precisa se atualizar. A cada nova necessidade de organização a sociedade busca deixar ainda mais claras suas regras. Por isso, todos os anos novas leis são feitas, o que significa que o advogado é um profissional que precisa estar sempre em constante atualização, pois tendências em Direito surgirão.

Apesar disso, o cenário global atual parece parado no tempo. O ano de 2020 trouxe novas tendências que vêm se repetindo ou se acentuando em 2021. A seguir, vamos abordar algumas dessas novas tendências em Direito, seguindo dois caminhos. As atualizações exigidas pelo mercado de trabalho e as áreas de atuação que surgiram e/ou estão tendo mais demanda.

 

Se inspirou em Suits e vai fazer vestibular para Direito?

Preparamos um quiz para você descobrir qual é o seu perfil na série

Cenário atual: mundo em pandemia e automação de back-office

Não é nenhum segredo o momento que estamos passando. A pandemia de COVID-19 fez com que muitas pessoas e empresas tivessem que se adaptar a novas formas de comunicação e trabalho. Para o Direito não foi diferente. Escritórios tiveram que se adaptar ao sistema de Home Office sem comprometer o rendimento de sua equipe. E, manter a qualidade dos serviços prestados. Ao mesmo tempo, algumas burocracias antes presenciais tornaram-se online, facilitando e agilizando alguns processos.

Por isso, a tecnologia deve ser tratada como uma grande aliada dos escritórios. Segundo estudo feito pela FGV, a automação e otimização de processos repetitivos (o serviço de back-office), recorrendo a softwares e ferramentas específicas, gera menos erros e retrabalho, possibilitando que os profissionais permaneçam focados no trabalho que realmente importa.

 

Vai fazer vestibular para Direito? 

 

Confira aqui se você tem o perfil dos estudantes e profissionais da área

Marketing digital para advogados

Com o surgimento e desdobramento de novas tendências no Direito, os conhecimentos específicos passam cada dia a ser mais valorizados. Assim como na Medicina, os clientes começam a procurar por advogados cada vez mais “cirúrgicos” e especialistas em seus campos de atuação, muitas vezes focados em pequenos nichos.

Por isso, o marketing digital passou a ser um grande aliado desses profissionais. Usar as redes sociais para gerar conteúdo e tornar-se uma autoridade na sua área de atuação é uma estratégia usada por muitos profissionais.

 

Vai cursar Direito e é fã da série How To Get Away With Murder?

Preparamos um quiz para você descobrir qual é o seu perfil entre os “Keating 5”

Legal Design

O Direito é uma área conhecida por sua forte burocracia e pelo uso de termos próprios que o tornam quase inacessível para algumas pessoas. Por isso, entre todas as novas tendências em Direito, uma das mais populares é o Legal Design. Baseado nos conceitos de User Experience (experiência do usuário) e Design Thinking, a ideia é trazer o foco do trabalho do advogado para o cliente. Visando atender suas necessidades da forma mais acessível possível.

Em outras palavras, o Legal Design busca fazer com os processos legais sejam mais claros, abertos e compreensíveis para todos os lados. Ou seja, o Direito e seus processos precisam se tornar utilizáveis, úteis e cativantes também para o cliente. Assim, facilitando seu acesso à informação e aos seus direitos.

 

Novas áreas de atuação

Além da modernização e atualização das formas de trabalhar, o advogado também deve estar sempre atento aos novos nichos de atuação que surgem no mercado. Novos tempos trazem novas necessidades e o advogado precisa estar sempre atualizado para poder suprir essas demandas.

Uma das principais demandas da atualidade pede a dedicação dos profissionais na área de Direito Digital. A Lei Geral de Proteção de Dados e o Marco Civil da Internet, ambas com menos de 10 anos em vigor, estão exigindo um grande esforço de adaptação por parte das empresas. Por isso, um advogado especialista na área é uma forte demanda dos empresários para que erros e problemas legais sejam evitados.

Outra área ainda pouco explorada é um nicho bem específico no Direito de Saúde: a telemedicina. Por ser uma necessidade muito recente, que surgiu com a pandemia, não há ainda uma legislação específica e definida para essa atividade. Ou seja, muitos médicos ainda estão perdidos em questões como contratos, receita de medicamentos e precificação – para citar apenas alguns dos problemas que podem surgir. É uma área muito pouco explorada e com grande potencial de crescimento.

 

Outras áreas com forte crescimento

Uma máxima do mercado que nunca muda é a de que se há procura, há demanda. Os novos hábitos criaram necessidades, que puxam mais e mais as capacidades dos profissionais de direito. Vamos exemplificar abaixo algumas delas, relacionando esses novos hábitos com as áreas de atuação que podem ser exploradas.

Direito trabalhista

As leis trabalhistas datam da legislação feita no Governo Vargas, na década de 1940. Foi mais de 70 anos seguindo os mesmos parâmetros até a reforma trabalhista feita pelo governo Temer em 2017. Por isso, é justificável a enorme quantidade de dúvidas tanto do lado dos trabalhadores quanto dos contratantes. Com a flexibilização das leis trabalhistas, o profissional focado em direito trabalhista tornou-se ainda mais necessário e solicitado.

Direito empresarial

A pandemia trouxe consigo o fechamento de muitas empresas, mas também a abertura de muitas outras, principalmente de pequenos investidores. No entanto, nesse momento, ter um profissional que oriente sobre documentação e diretrizes legais é um poderoso trunfo para não ter problemas no futuro. Essa área ainda apresenta outra possibilidade promissora, a de business-oriented. Ou seja, a demanda por advogados que possuam um papel mais estratégico na empresa, focando na segurança como fator de crescimento da empresa.

Direito de família

Infelizmente essa área do Direito tem tido grande demanda devido à grande quantidade de contratos de união sendo desfeitos e de processos derivados de morte de pessoas próximas aos clientes, como inventários e divisão de bens.

Direito imobiliário

Muitas pessoas estão buscando, já que tem passado mais tempo em casa, por locais maiores e mais confortáveis para viver. Muitos casais se formaram durante a pandemia, assim como pessoas sozinhas buscam ter em casa um espaço mais adequado ao seu home office. O grande volume de negociações de contratos de novas locações ou de revisão de termos das já vigentes tem exigido bastante dos profissionais dessa área.

Direito do consumidor

Enganou-se quem pensou ir gastar menos estando em casa. A tentação da compra com apenas um clique seduziu muitos brasileiros. O que também fez com que a procura pelos direitos do consumidor também aumentasse exponencialmente.

 

Em resumo, podemos dizer que as novas tendências em Direito podem ser interpretadas por dois caminhos. A atualização e modernização de métodos, gerando acessibilidade ao cliente e agilidade aos profissionais de Direito; e a atenção aos novos comportamentos gerados pela situação atual, que geram novos nichos de atuação e um aumento de demanda por nichos específicos já existentes. Portanto, fique atento ao mercado para não ficar de fora!

 

Para saber mais sobre a área de Direito, leia também:

Quais as melhores faculdades de Direito?

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.