Como utilizar a nota do Enem na inscrição para o vestibular?

Daniela Arnold
Colaborador do Hora Da Facul

Crédito: Closeup of hand holding pen and filling out questionary form on table

A nota do Enem é motivo de tensão e também a grande meta dos candidatos. No intuito de conquistar uma boa média, verificar todas as possibilidades de ingresso certamente é fundamental. 

O Enem é sem dúvidas a grande oportunidade atual de ingressar no ensino superior. 

Como resultado, a cada ano milhões e milhões de pessoas realizam a maratona de provas, que ocorre em dois finais de semana. O exame ocorre todos os anos, com datas de inscrição e provas divulgadas na mídia e no site do Enem. 

Sem dúvida, nesse artigo você poderá esclarecer tudo sobre como utilizar a nota do Enem para ingressar no curso superior. Então vamos lá…

Complementação da nota do vestibular

Modalidade utilizada em algumas universidades para dar um plus, ou seja, um adicional na nota do vestibular. Dessa forma, a nota do Enem é contabilizada juntamente com o desempenho obtido no vestibular. Ao mesmo tempo que aumentam as chances de ingresso, o estudante tem contato com duas formas de provas diferentes. 

Como resultado, sua capacidade de percepção aumenta. Em outras palavras, o vestibular geralmente é dividido por disciplinas, bem separado. 

Já o Enem é mais interdisciplinar, ou seja, a divisão em blocos é conectada um com o outro. Assim, o tema da redação, por exemplo, pode estar relacionado com uma questão de Ciências da Natureza, por exemplo.

De fato, cada faculdade ou universidade é livre para determinar sua forma de admissão de futuros estudantes. No entanto, a utilização da nota do Enem para complementar o vestibular é mais utilizada em instituições privadas.

Antes de tudo, a dica é anotar os locais que você gostaria de estudar e verificar as possibilidades de utilizar a nota do Enem. Muitas vezes é unindo desempenho de vestibular com Enem que a vaga é conquistada.

Bolsa de Estudos Prouni

Certamente uma das modalidades mais procuradas para utilizar a nota do Enem é o Prouni. Primeiramente, é importante reforçar que muitas instituições de ensino utilizam o exame para substituir o vestibular. Desse modo, fazer as provas do Enem em virtude de ingressar no ensino privado é uma boa estratégia

A pontuação precisa atingir o mínimo de 450 pontos para você ter uma chance de entrar direto em uma universidade privada. Por outro lado, fique atento na média necessária para obter a vaga no curso desejado. Se ainda assim não conseguir, a dica é tentar fazer o vestibular. Nesse meio tempo busque saber se a instituição de ensino aceita unir as notas do Enem com vestibular caso não consiga uma bolsa Prouni.

Lembrando que o Prouni é um programa de ingresso do governo federal que garante descontos de 50% ou bolsa integral. Isso vale apenas para universidades e faculdades privadas.

Além disso, a redação não pode ser zerada. Portanto, estudar e treinar a redação é fundamental para garantir uma bolsa no Prouni por meio da nota do Enem.  

O Prouni também estabelece que o estudante deve ter concluído o ensino médio integral em escola pública ou com bolsa 100% na particular. Além disso, não pode ser portador de nenhum outro diploma de curso superior.

Como conseguir uma vaga pelo Sisu

O Sisu é o sistema que opera para ingresso nos institutos e universidades estaduais e federais. Assim, o estudante que mira uma vaga no curso superior público foca no Sisu. Pelo Sisu, somente a nota do Enem é contabilizada. 

Desse modo, o vestibular não pode ser acrescentado na nota do Enem para inscrição do candidato. Em outras palavras, é importante se preparar para realizar os dois exames caso seu objetivo seja o diploma no ensino superior público. É bom não se perder nas datas e procurar se informar direitinho sobre quando ocorre cada maratona de provas.

O vestibular nas instituições públicas costuma durar dois finais de semana. Embora não seja regra, normalmente as primeiras provas já são eliminatórias. Assim, se de cara a média foi atingida, você vai para a segunda fase.

Por outro lado, a nota do Enem é informada em torno de 90 dias após as provas finais. Nesse caso, não há eliminatória e sim dois finais de semana de provas e o resultado posteriormente.

A nota do Enem para recorrer ao FIES

A nota do Enem pode ser utilizada para inscrição no FIES. Entretanto, o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) está bem concorrido, sendo que nem todos os estudantes conseguem. Algumas áreas como engenharias e educação tem sido mais fácil adquirir o financiamento. 

A princípio, as inscrições abrem duas vezes ao ano e estabelecem algumas regras:

  • Renda de até 2,5 salários mínimos bruto por pessoa;
  • Ter feito Enem a partir de 2010;
  • Pontuação mínima de 450 pontos no exame(aceita fazer a média de 5 provas);
  • Não ter zerado a redação;
  • Prazo para iniciar o pagamento é conforme o contrato, podendo ser logo após a formatura ou em até 18 meses depois.

Certamente há uma porção de documentos que precisam ser providenciados posteriormente. No entanto, o primeiro passo, caso você cumpra os requisitos, é prestar atenção nas datas em que as inscrições são abertas.

Universidades privadas que aceitam a nota do Enem

O vestibular pode ser substituído em algumas universidades pela nota do Enem. Como forma de estimular o desempenho dos futuros estudantes, algumas instituições oferecem políticas de desconto. A Anhanguera é uma delas que oferta bolsas parciais ou até total conforme a nota do aluno. Confira aqui na íntegra como isso funciona:

Em resumo, são essas instituições de ensino superior que aceitam a nota do Enem como ingresso do vestibular. Dessa forma, não é necessário prestar outra prova, o Enem já basta para iniciar seus estudos.

Gostou desse post? Que tal começar agora mesmo a treinar para o próximo Enem com simulados? Dê uma olhada neste artigo e saiba tudo sobre como se preparar melhor para a maratona de provas por intermédio de simulados.

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 2 / 5. Contagem: 1

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.