Quanto tempo dura a faculdade de Direito?

Isabella de Andrade
Colaborador do Hora Da Facul

A faculdade de Direito é uma das campeãs entre as graduações mais buscadas do país. O curso figura sempre na lista dos mais concorridos. Por isso, os alunos que escolhem essa área devem se preparar para estudar muito, tanto durante o curso quanto antes de prestar o vestibular. A disputa acirrada tem razão, já que, além de encontrar um mercado aquecido e com altos salários, os futuros profissionais encontram também muitas opções diferentes de trabalho. Mas, afinal, quanto tempo dura a faculdade de Direito?

Quem se forma em Direito pode trabalhar como juiz ou advogado, transitando por um grande leque de oportunidades e especializações. Os profissionais podem se especializar, por exemplo, em Direito Penal, Trabalhista, Esportivo, além de escolher uma carreira acadêmica ou prestar concurso em um órgão pública. O tempo de duração do curso costuma ser de cinco anos em grande parte das faculdades.

Antes de realizar o vestibular para entrar na faculdade de Direito você pode seguir alguns caminhos para entender se esse é mesmo curso certo para você e, se for, é importante conhecer um pouco mais sobre a graduação. Para te ajudar nessa fase, vamos explicar algumas das principais matérias da faculdade de Direito e também de algumas das principais possibilidades de trabalho.

Vai cursar Direito e é fã da série How To Get Away With Murder?

Preparamos um quiz para você descobrir qual é o seu perfil entre os “Keating 5”

Quanto tempo dura a faculdade de Direito?

De acordo com as diretrizes apontadas pelo Ministério da Educação (MEC), a carga horária mínima para a formação em Direito é de 3.700 horas. Elas são distribuídas em cinco anos de duração para os alunos que seguem o fluxo curricular sem atrasos. Sempre com muitas leituras, trabalhos, projetos práticos e um trabalho de conclusão de curso ao final da graduação.

Logo depois de terminar a graduação, os futuros advogados têm a possibilidade de escolher uma especialização na área, que pode durar de seis meses até quatro anos. Pode parecer muito para quem já passou pela graduação, mas vale a pena investir em uma especialização, já que profissionais que investem na qualificação e aprimoramento dos estudos têm melhores chances de se darem bem no mercado de trabalho.

Vale lembrar que os alunos devem ter muita dedicação durante a graduação. O curso reúne estudos de caso, matérias teóricas, leituras, pesquisas e apresentação de trabalhos diversos. Direito pertence a área de Ciências Humanas e sua base fundamental se constrói em disciplinas como Filosofia, Sociologia, Antropologia, Ciências Políticas, Éticas e outras matérias fundamentais para os estudantes se preparem para o restante do curso.

Vai fazer vestibular para Direito? 

 

Confira aqui se você tem o perfil dos estudantes e profissionais da área

Como funciona o curso de Direito?

No primeiro ano, os alunos costumam ter contato com disciplinas mais gerais e teóricas das Ciências Humanas, como as que citamos anteriormente. Logo depois, no segundo ano, é possível ter contato com disciplinas mais específicas, começando a preparar os estudantes para lidar com assuntos mais diretos da profissão. Entre essas matérias, estão: Teoria do Direito, Direito Constitucional, Direito Civil, Processo Civil, Psicologia Forense, Processo Penal, Processo do Trabalho e Prática Jurídica.

No terceiro ano, entre o quinto e o sexto semestre, outras possibilidades e aprendizados importantes entram na grade curricular. Teoria Geral do Processo, Direito Agrário e Ambiental, Direito Internacional, Direito da Empresa, Mediação e Negociação. A variedade de disciplinas específicas mostra um pouco do quanto o leque de possibilidades de especializações para o mercado é grande. O espaço está aberto para profissionais com diferentes interesses.

Já no quarto ano, a partir do sétimo semestre, muitas atividades práticas começam a aparecer. Alternando, enfim, o tempo entre as disciplinas mais teóricas. O objetivo é preparar os alunos para o mercado de trabalho e muitos começam a estagiar nesse período. Entre as matérias ofertadas na faculdade estão: Prática Simulada, Estágio Supervisionado de Prática Jurídica, Direito Comercial e Responsabilidade Civil.

Se inspirou em Suits e vai fazer vestibular para Direito?

Preparamos um quiz para você descobrir qual é o seu perfil na série

O que mais você deve saber sobre a faculdade de Direito ?

No quinto e último ano o conteúdo é ainda mais prático. Com forte presença de estágios supervisionados na grade curricular e trabalho de conclusão de curso (TCC). O estudante tem contato ainda com algumas disciplinas teóricas mais aprofundadas. Como, por exemplo, Direito Eleitoral, Metodologia Jurídica e Direito Internacional Público.

Vale lembrar que o profissional de Direito trabalha cuidando da aplicação jurídica das normas vigentes em um país e organizando relações entre sociedade e indivíduos. Os livros também são um ponto muito presente nos cursos. Por isso, é melhor se adaptar com o ritmo e cotidiano de leituras.

Depois de se formar, os estudantes podem escolher, em geral, três caminhos: advocacia, carreira jurídica (para quem quer prestar concurso público para promotor e juiz) e o meio acadêmico. Além da graduação, para exercer a profissão é preciso prestar o exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Para isso é necessário dedicação e estudo para ser aprovado.

Quais são as principais áreas de trabalho para a faculdade de Direito ?

Depois de conhecer um pouco mais sobre a graduação, o tempo de curso e as disciplinas ofertadas, outro ponto importante para quem está pensando em seguir carreira é conhecer melhor o mercado de trabalho. Existem muitas possibilidades para atuar. Por isso, leia bem sobre cada uma delas antes de escolher em qual você vai se especializar. Por fim, dedique um tempo de estudo, pesquisa e trabalho. Para te ajudar, trouxemos algumas das principais áreas de atuação no Direito:

  1. Direito Civil
  2. Direito Empresarial
  3. Direito Ambiental
  4. Direito do Consumidor
  5. Direito da Tecnologia da Informação
  6. Direito do Consumidor
  7. Direito Penal
  8. Direito Trabalhista
  9. Direito Tributário
  10. Área Pública

Antes de iniciar a graduação em Direito, vale a pena também organizar a sua nova rotina. Além disso, planeje muito bem os estudos. Com grande carga teórica das disciplinas é importante que você reserve um tempo de estudo e prática para cada uma delas. Procurar uma especialização e continuar se qualificando nos estudos depois da graduação também é essencial. Já que a área de Direito é uma das mais concorridas.

Procure cursos extracurriculares na área em que você quer se especializar. Tente uma pós-graduação ou mestrado, participe de eventos. E mantenha-se sempre atualizado nas tendências e transformações do mercado. Essas atitudes podem te ajudar muito a se dar bem depois da faculdade de Direito, fazendo vale à pena o tempo de estudo na graduação.

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.