Quanto ganha um farmacêutico nas grandes cidades?

Ana Cláudia Andrade Oliveira
Formada em Letras, Pedagogia, especialista em Neurociências e em produção de conteúdo Web.
1

Crédito: Foto de Chokniti Khongchum no Pexels

Para as pessoas que se identificam com a área da saúde, mas não querem ser médicos, uma boa opção é cursar Farmácia. O profissional formado nessa graduação atua diretamente ligado a medicamentos. Incluindo pesquisa e desenvolvimento, produção, comercialização e até mesmo na assistência no uso pelo consumidor final. Assim, ele assegura o uso correto, racional e seguro dos fármacos.

Aliás, essa é uma profissão muito bem paga no Brasil. Como o mercado de farmácias apresenta crescimento nos últimos anos, é uma ótima oportunidade de começar nessa carreira. Neste artigo, vamos mostrar os salários dos farmacêuticos nas principais cidades do Brasil, além de outras informações interessantes.

Salário do farmacêutico

Antes de qualquer coisa, é necessário dizer que o farmacêutico não tem um piso salarial único no Brasil. Sendo assim, cada estado tem seus salários acordados com seus sindicatos.

Também precisamos considerar as horas trabalhadas por cada profissional. Isso porque alguns farmacêuticos prestam serviços em mais de uma farmácia. As varáveis também incluem a área de trabalho do profissional. Pode ser no varejo, em laboratórios, hospitais ou na indústria. Dito isso, podemos conferir os salários nas principais cidades.

Quanto ganha um farmacêutico em São Paulo?

Na maior metrópole do Brasil, o salário de um farmacêutico chega próximo de R$ 4.000. A média salarial é de R$ 3.925,63. Considerando os acordos feitos com sindicatos do Estado, o piso salarial é de R$ 3.582,88, e o teto é de R$ 6.075,34. As informações vêm de dados oficiais divulgados pela Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

A maioria desses profissionais é do sexo feminino, trabalha no varejo com jornada semanal de 44 horas, em média. Além disso, têm formação superior em Farmácia e registro no Conselho Regional de Farmacêuticos,  obrigatório para o exercício da profissão.

Depois do varejo, os setores que mais contratam farmacêuticos em São Paulo são hospitais, laboratórios de manipulação e clínicas de exames laboratoriais. No entanto, também está em alta a atuação em serviços administrativos. Por exemplo, no setor de atenção ambulatorial, o salário pode chegar a R$ 8.788,45.

São Paulo é um dos estados que apresenta crescimento no mercado farmacêutico nos últimos anos. Sendo assim, sua capital conta com inúmeras possibilidades de trabalho, dado seu tamanho. Estima-se um aumento anual de 17,38% nas contratações formais no último ano.

É importante destacar que esses salários não incluem os adicionais recebidos, como horas extras, periculosidade, adicional noturno, entre outros.

Quanto ganha um farmacêutico no Rio de Janeiro?

No cartão postal do Brasil, a média salarial do farmacêutico fica um pouco abaixo dos paulistanos. Os farmacêuticos cariocas têm salário inicial médio de R$ 3.061,16, podendo chegar num teto de R$ 5.068,67. Sendo assim, a média fica em R$ 3.354,00.

A jornada de trabalho no Rio de Janeiro também fica ligeiramente abaixo de São Paulo, 41 horas. No entanto, o perfil do profissional é bem parecido. São mulheres, com formação superior em Farmácia e atuando no comércio varejista. Uma vez mais, os dados vêm das divulgações oficiais da Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Seguindo a tendência nacional, o setor farmacêutico no estado do Rio de Janeiro também apresenta crescimento. Inclusive, no último ano, o estado apresentou crescimento de 11,18% nas contratações formais. Ou seja, é um cenário otimista para os próximos anos também.

Aqui também o setor que mais contrata é o comércio varejista. Em segundo lugar, também está o varejo, mas com manipulação de medicamentos. Depois deles, vem os setores de atendimento hospitalar, associações de defesa de direitos sociais e atendimentos em prontos-socorros.

Apesar da média salarial citada acima, o valor do piso definido em acordos coletivos com sindicatos é menor. Ficou definido um piso salarial de R$ 2.999,12. Esses valores também não incluem os adicionais recebidos.

Quanto ganha um farmacêutico em Brasília?

Se você nunca cogitou morar na capital federal, talvez você mude de ideia. Brasília é a cidade que melhor paga farmacêuticos. Até porque só o seu salário inicial é maior que em qualquer outra cidade: R$ 4.006,83. Se você gostou, espere só até ver o teto: R$ 7.352,04. Ou seja, a média salarial do farmacêutico em Brasília é de R$ 4.390,14, com jornada de 39 horas semanais.

A demanda por farmacêuticos também está altíssima em Brasília. A capital também apresentou crescimento nas contratações formais no último ano, de 11,48%. O perfil médio também é do sexo feminino, com formação superior em Farmácia e no comércio varejista. Mas, curiosamente, um pouco mais jovens: 27 anos em média, sendo que nas outras cidades é de 31.

O varejo brasiliense também está no topo dos setores que mais contratam farmacêuticos. Logo abaixo estão os hospitais e prontos-socorros. Já no quarto lugar, figura a fabricação de medicamentos alopáticos. Mas vale a pena ficar de olho no setor de apoio à gestão de saúde, que pode pagar salários de até R$ 9.168,18.

Para finalizar, Brasília também é a cidade que melhor paga pessoas com deficiência. A média para os PCDs atuando como farmacêuticos está em R$ 5.827,39. Depois de ler tudo isso, até eu quero me mudar para BSB!

 

Especializações do farmacêutico

A essa altura você já deve estar fazendo as contas de quantos meses precisará trabalhar numa farmácia para comprar sua casa dos sonhos. Mas tenha calma! Antes será necessário passar por uma graduação de quatro a cinco anos. Além disso, se você realmente quer aumentar seus ganhos, considere fazer alguma especialização.

As especializações, além de enriquecer o seu currículo, te deixam em destaque na hora de competir por uma vaga. E, sim, podem aumentar seu salário. Separamos aqui alguns exemplos de especialização na área de Farmácia, e seus salários em média nacional:

  • Farmacêutico em alfândega — R$ 5.437,27
  • Farmacêutico em controle de qualidade e tratamento de água — R$ 4.625,51
  • Farmacêutico antroposófico — R$ 4.318,19
  • Farmacêutico clínico — R$ 3.742,11
  • Farmacêutico em análise de solo — R$ 3.525,37
  • Farmacêutico analista clínico — R$ 3.404,86
  • Farmacêutico bromatologista — R$ 3.236,43

Esperamos  ter ajudado na sua decisão pela profissão de farmacêutico. Quando você se formar, volte aqui para nos contar como farmacêuticos entendem letra de médico. Até lá, vale a pena estudar bastante e se tornar um excelente profissional!

Quer conhecer mais sobre a carreira em Farmácia? Confira As áreas da Farmácia e descubra a sua real vocação.

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 5 / 5. Contagem: 3

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.