Áreas da Fisioterapia não muito conhecidas no mercado

Lucas Fonseca e Silva
Colaborador do Hora Da Facul
1

O curso de Fisioterapia abrange inúmeras atividades que envolvem a dinâmica do corpo humano. Aqui nesse post, iremos mostrar as áreas da Fisioterapia não muito conhecidas no mercado.

O profissional da área, é responsável tanto pela prevenção quanto pela recuperação de lesões. Mas, também pode atuar na melhora do desempenho de atleta, pessoas com limitações de saúde, doenças cardíacas, respiratórias e muito mais.

Mas, por que seguir carreira como Fisioterapeuta? Atualmente, há uma grande procura por profissionais da área. E, as áreas de atuação são muito amplas e podem contemplar tanto o setor público, quanto privado.

Portanto, pensando nisso, apresentaremos as principais áreas de atuação para os fisioterapeutas e outras especializações não muito conhecidas.

Para ficar por dentro de todo o conteúdo, acompanhe até o final e conheça novas áreas da Fisioterapia, antes mesmo de iniciar sua faculdade!

Como está o mercado de trabalho para a Fisioterapia?

As oportunidades para os profissionais da área são inúmeras. Contudo, grande parte delas, estão concentradas em cidades de médio ou grande porte. 

A maior demanda por fisioterapeutas ainda é para reabilitação de pacientes lesionados. Estes, contemplam pacientes que possuem alguma questão ou dificuldade locomotora e outros traumas. 

Mas, as áreas que envolvem o esporte necessitam de fisioterapeutas. O trabalho do profissional na área esportiva é de suma importância na preparação e na reabilitação de atletas que tiveram algum tipo de fratura.

Quais as áreas mais famosas entre os profissionais?

A princípio, as principais áreas da Fisioterapia podem contar ou não com especializações. Contudo, os profissionais que decidem se dedicar especializações e estudos complementares, seguem caminhos específicos.

Abaixo, listamos alguns exemplos:

  • Fisioterapia Traumato-Ortopédica: trata de lesões, disfunções causadas por traumas físicos, e doenças que limitam o controle dos movimentos do corpo humano;
  • Fisioterapia esportiva: a principal atuação é na melhora de desempenho e na recuperação de atletas;
  • Fisioterapia em acupuntura: se deve pela aplicação de técnicas de acupuntura para tratamento de dores e problemas musculoesqueléticos;
  • Fisioterapia aquática: utilização de técnicas de fisioterapia na água para melhoria respiratória, tratamento de dores, lesões e para fortalecimento muscular;
  • Fisioterapia Respiratória: responsável pelo tratamento de doenças relacionadas ao sistema respiratório que podem ocasionar disfunções no diafragma e no metabolismo muscular.

Além das funções principais atribuídas ao fisioterapeuta, outras áreas de atuação têm crescido exponencialmente. Assim, atente-se ao futuro do mercado e estudos que podem edificar sua posição no ramo.

Por isso, nos próximos tópicos apresentaremos algumas áreas ainda não muito divulgadas na profissão.

Fique com a gente!

Fisioterapia Laboral

A fisioterapeuta Laboral faz parte da área preventiva da Fisioterapia. Essa, passou a ser uma necessidade em muitas empresas, devido ao alto número de lesões causadas por esforços repetitivos e outras atividades no ambiente de trabalho. 

Sendo assim, essa especialização pode ser entendida como uma tendência para o futuro da profissão. Porém, quais as vantagens de adotar essa prática nas empresas?

Além de melhorar o conforto dos trabalhadores, a fisioterapia laboral pode auxiliar no aumento da produtividade, considerando o alívio de dores e a prevenção de tensões, que acabam por prejudicar o desempenho dos funcionários. 

Fisioterapia na Osteopatia

A Osteopatia passou a ser reconhecida como uma especialização para os profissionais de Fisioterapia em 2011, mas ainda não possui tanta atenção no mercado de trabalho. 

Esta área concentra-se no paciente e na origem dos problemas do corpo. Sendo assim, preocupa-se com o diagnóstico da causa das dores e com a aplicação de técnicas terapêuticas para auxiliar na melhora ou recuperação do equilíbrio do corpo.

Fisioterapia Estética e Dermato-Funcional

Por mais que pareça estranho pensar na fisioterapia voltada para a área de estética, a área tem se fortalecido no mercado. A mesma, é uma excelente opção de especialização para profissionais que se identificam com este segmento.

Dessa forma, a área tem o foco na prevenção e recuperação estética da pele. Assim, e os profissionais especializados podem atuar no combate de problemas como rugas, estrias e também como auxiliares na recuperação de pacientes que fizeram procedimentos de cirurgias plásticas e outros.

Fisioterapia Neonatal

Ainda vista como um tabu, a Fisioterapia Neonatal não é muito citada nas possíveis áreas de atuação. Contudo, não deixa de ser uma importante especialização na profissão do fisioterapeuta. 

A função do profissional dessa área de atuação da Fisioterapia é garantir que recém-nascidos que precisam de auxílio médico especializado possam se desenvolver da melhor maneira.

Ademais, inclui o trabalho nas funções motoras do bebê e os cuidados para tratamento de problemas congênitos.

Fisioterapia Temporomandibular

Se você não faz ideia do que se trata, a Fisioterapia Temporomandibular é, basicamente, a terapia que trata de problemas e disfunções musculares da mandíbula.

Por mais que seja uma área desconhecida, os profissionais especializados exercem uma importante função na recuperação de acidentes e problemas que acometem essa parte do corpo humano.

O tratamento pode incluir exercícios musculares e fonoaudiológicos. Por isso, não é uma função atribuída apenas aos fisioterapeutas, mas também pode ser a especialidade de um dentista ou de um fonoaudiólogo.

Estudo de novos equipamentos

O profissional que se especializa no estudo de equipamentos é responsável por testes e desenvolvimentos de novas ferramentas que auxiliam no trabalho prático da Fisioterapia.

Em suma, essa é uma área não muito prestigiada, mas que, aliada aos avanços tecnológicos, tem grande potencial de crescimento e pode oferecer oportunidades animadoras para os profissionais do setor.

Fisioterapia tecnológica

Nesta área da Fisioterapia, pode-se ver não só o uso da tecnologia para auxiliar o exercício prático da profissão, mas também pode-se observar outros âmbitos relacionados à terapia com recursos tecnológicos. 

Dentre as funções dos profissionais especializados, temos o tratamento intensivo de Gameterapia que utiliza jogos e videogames para recuperação de lesões ósseas e neurológicas.

Além disso, o uso da tecnologia avançada para monitoramento das funções involuntárias do corpo humano, o chamado Biofeedback.

E qual é o futuro da profissão?

Percebe-se, então, que cada vez mais as pessoas dedicam-se ao bem-estar, buscando um estilo de vida leve e saudável. Desta forma, a tendência é que a demanda no mercado da Fisioterapia aumente consideravelmente.

A preocupação com a saúde física e mental têm crescido e, hoje em dia, grande parte da população já entende a necessidade de auxílio de um fisioterapeuta. Tanto para aliviar dores, quanto melhorar o desempenho cotidiano e a própria qualidade de vida de forma geral.

Além de diversas opções para se especializar, o mercado tende se tornar ainda mais amplo com a inserção acelerada da tecnologia. Dessa forma, a tendência é surgir, cada vez mais, áreas da Fisioterapia.

Portanto, se você pretende adentrar nesta carreira, siga em frente!

O que achou do conteúdo? Deixe sua opinião nos comentários abaixo e, para saber mais, acesse a seção do curso aqui!

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 5 / 5. Contagem: 2

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.