As principais áreas da Arquitetura

João Victor Chiaratti Maissen
Profissional graduado em Publicidade e Propaganda pela ESPM com experiências em Marketing Digital, Relações Públicas, Produção de Eventos e Comunicação em negócios das áreas de educação, entretenimento, e-commerce, varejo, entre outros. Estou disposto a ser um grande pensador criativo com uma mentalidade estratégica.
1

Crédito: Foto de Pixabay no Pexels.

A arquitetura possui como uma das principais funções a projeção, o desenvolvimento e a execução de projetos de obras, casas, construções, prédios, edifícios, entre outros. Além disso, ela realiza projetos de ambientes, estruturando e adaptando os espaços de acordo com as vontades e necessidades humanas. Assim sendo, o profissional de Arquitetura deve estar preparado para realizar projetos de diferentes tipos. Como exemplo, a criação de plantas, seleção de materiais, desenvolvimento de propostas, entre outros. 

Uma das principais dúvidas entre as pessoas que querem ingressar no universo da Arquitetura é conhecer as áreas de atuação em que o arquiteto pode trabalhar.  Aliás, como toda profissão, na Arquitetura há setores em que a remuneração é maior e outros, em que ela é menor. Portanto, é muito importante possuir conhecimento sobre as principais áreas da Arquitetura.

Vamos conhecer um pouco mais sobre as áreas da Arquitetura?

Urbanismo

Nessa área, o arquiteto irá realizar o planejamento de determinado espaço público, podendo ser em uma cidade, região, bairro, etc. A organização do projeto engloba toda a área de infraestrutura, transporte e, até mesmo, o saneamento básico. Em outras palavras, o urbanismo tem como objetivo melhorar a relação entre a cidade e as pessoas. 

O profissional que deseja ingressar nessa área da Arquitetura precisa estudar sobre a política e a legislação da região. Com o aumento populacional e o crescimento dos grandes centros urbanos, a criação de um espaço harmonioso faz toda a diferença na vida da população.

Interiores

O setor de Interiores é responsável pela criação e planejamento de espaços que sejam funcionais, e que garantam o bem estar e a funcionalidade de quem habita ou trabalha no local. Além de ser somente um projeto de decoração, o Design de Interiores busca criar uma relação entre o ambiente e as pessoas. 

Portanto, o arquiteto que deseja seguir carreira nessa área da Arquitetura, deve desenvolver habilidades e competências diversas. Assim sendo, ele deve possuir conhecimentos de Arquitetura, Engenharia e Design. Confira algumas das principais características:

  • Amar desenhar;
  • Ser organizado;
  • Ter um ótimo raciocínio lógico;
  • Possuir uma ótima noção de cores e suas combinações;

Paisagismo

O Paisagismo é a arte de preservar espaços livres por meio de planejamentos e gestão de projetos, sendo que os espaços podem ser públicos ou privados. Em suma, essa é uma área da Arquitetura que estrutura a organização da paisagem. 

Quando falamos em Paisagismo, automaticamente já pensamos na criação de espaços verdes, jardins ou praças. Porém, saiba que essa área é muito mais que isso. Em outras palavras, ele é uma técnica bem específica focada no desenvolvimento de projetos ou na substituição de espaços urbanos por uma área verde. Assim sendo, o público pode utilizar essa área renovada de maneira harmoniosa e agradável. 

Restauração de obras e edifícios

O processo de restauração de obras e edifícios é um procedimento bem complexo, e exige muita atenção e dedicação do arquiteto. Dessa forma, o profissional de Arquitetura deve saber reconhecer a importância de cada obra ou edifício restaurado e, portanto, possuir grande conhecimento técnico. A atividade de restauração tem como obrigação preservar a integridade física e, também, o valor artístico dos edifícios e obras.  Além disso, o arquiteto não deve esquecer de sempre respeitar a essência deles.

Gerenciamento de Obras

O gerenciamento de obras tem como objetivo garantir a conclusão de projetos de Arquitetura e Engenharia. Uma boa gestão é a garantia para que a obra finalize no prazo correto, respeitando o orçamento estipulado e todas as etapas do projeto. Portanto, o arquiteto deve possuir controle sobre todos os processos. Para aqueles que desejam seguir nessa área da Arquitetura, há uma série de habilidades necessárias, confira abaixo:

  • Ser proativo;
  • Conseguir lidar com várias pessoas;
  • Dominar vários tipos de conhecimentos;
  • Capacidade de lidar sob pressão;
  • Ser capaz de enfrentar situações inesperadas;
  • Possuir resiliência.

Arquitetura Sustentável

Sabemos que a busca pelo equilíbrio entre a preservação do meio ambiente e o crescimento socioeconômico é um dos principais assuntos da atualidade. Desta forma, a Arquitetura também busca alternativas para criar e realizar projetos que preservem o meio ambiente. Portanto, essa área da Arquitetura vem ganhando cada vez mais espaço.

A Arquitetura Sustentável tem como objetivo:

  • Diminuir os impactos ambientais;
  • Construir espaços com técnicas e ações sustentáveis, integrando todas as esferas sociais, ecológicas, tecnológicas e econômicas;
  • Reaproveitamento de água e energia nas construções;
  • Buscar ser economicamente possível.

Design de Móveis

O Design de Móveis é uma área da Arquitetura e Design que realiza a criação e concepção de móveis. Além disso, esse setor estuda todos os aspectos funcionais, estéticos e funcionais dos móveis com o usuário. Essa vertente é bem dinâmica e varia de acordo com os aspectos culturais e o tempo de cada época, ela também determina novos estilos e mudanças de tendências. Por fim, o arquiteto participa de todo o desenvolvimento, desde a criação do protótipo até o produto final. 

Luminotécnica

A luz é primordial para a existência da humanidade, e sempre foi preocupação do ser humano aplicar soluções para substituir a luz natural. Assim sendo, surgiu a Luminotécnica, estudo da luminosidade em ambientes internos e externos.

O arquiteto que atua nessa área da Arquitetura possui o desafio de criar um bom projeto luminotécnico, que possa agradar, ser eficiente e extremamente funcional. Além de saber manusear lâmpadas e luminárias e realizar cálculos sobre a aplicação da luz, o estudo é completo. Portanto, o arquiteto deve dominar todos os conceitos básicos e técnicos de luminotécnica. 

Sendo assim , o arquiteto de luminotécnica realiza todo o estudo minucioso sobre o tipo e estilo do ambiente, o projeto arquitetônico, a dinâmica da luz artificial e natural, perfil dos clientes, orçamentos, entre outros.

Área acadêmica

Outra área muito relevante é a carreira acadêmica, a qual o profissional tem como objetivo lecionar e atuar como professor em faculdades e universidades. Desta forma, o arquiteto deve começar seus estudos desde muito cedo, o primeiro grande passo é escolher a área de especialização, depois cursar um mestrado e, eventualmente, defender uma tese de doutorado. 

Design de vídeo games

Esse setor é para aqueles que são apaixonados por videogames. Atualmente, os jogos estão cada vez mais realistas, apresentando universos e ambientes extremamente bem construídos. Além de que, há jogos que apresentam grandes obras históricas reais. 

Saiba que no Brasil, o mercado de games vem ganhando cada vez mais destaque. Segundo dados da consultoria Newzoo, o país é o 13º maior mercado do mundo e o maior da América Latina, movimentando R $5,6 bilhões por ano. 

O arquiteto que optar por essa área da Arquitetura pode atuar como designer de videogames, sendo responsável por toda a criação de ambientes e cenários mega realistas. 

Design Gráfico

A área de Design Gráfico é responsável pela criação de toda a comunicação visual de produtos, embalagens, empresas, revistas, panfletos, etc. O arquiteto designer gráfico desempenha diversas tarefas, entre elas:

  • Criação de logotipos e embalagens;
  • Criação e definição de layouts;
  • Concepção de sites e blogs;
  • Desenvolvimento de todo o planejamento visual de um produto ou empresa.

Para aqueles que querem seguir a carreira na Comunicação, essa especialidade é uma ótima oportunidade.

E aí? o que achou?

Listamos acima apenas algumas das principais áreas da Arquitetura, lembrando que todos os ramos profissionais estão sujeitos à mudanças. Em conclusão, a Arquitetura é um ramo com muitas oportunidades e áreas, então cabe ao futuro profissional escolher qual setor ele possui mais afinidade e conexão.

Você está pronto para ser um arquiteto de sucesso?

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.