Carreira acadêmica: como seguir e o que fazer para ter sucesso

Ana Paula Schuster
Colaborador do Hora Da Facul

A carreira acadêmica é uma das profissões mais bem sucedidas na área de educação. Por conta disso, muitos querem saber mais sobre essa carreira, bem como sobre seguir nessa área.

Por mais interessante que pareça, trilhar esse caminho não é tão fácil, pois, existem diversos obstáculos pela frente. Porém, se mesmo assim você se interessa por essa carreira, veja a seguir o que fazer para se tornar um profissional no ramo acadêmico.

O que é uma carreira acadêmica?

Essa é a profissão daqueles que escolhem continuar estudando após a graduação. É dividida em duas áreas de atuação principais: pesquisadores e professores universitários.

Já pensou em empreender?

Preparamos um quiz para você descobrir qual é o seu perfil de empreendedor

Muitas vezes, estes profissionais fazem mestrado, doutorado e pós-doutorado. Tudo isso com o objetivo de ampliar o seu próprio conhecimento e contribuir com a ciência. São os responsáveis pela maioria das pesquisas científicas em todas as áreas.

Diferenciais da carreira acadêmica

Existem algumas vantagens em seguir por esse caminho. Afinal, tanto esforço precisa de alguma recompensa. Algumas delas são:

  • Adquirir novos aprendizados;
  • Poder ensinar outras pessoas;
  • Sempre ter atualizações no currículo;
  • Prestar consultorias a outros profissionais;
  • Valorização no mercado de trabalho;
  • Melhores salários;
  • Horários mais flexíveis.

Essa profissão é valorizada no cenário mundial. Em muitos casos, acadêmicos ministram aulas e palestras em países diferentes do seu, contribuindo para a internacionalização da ciência e do conhecimento.

Está em dúvida sobre qual curso escolher no vestibular?

 

Preparamos um quiz para você saber se tem perfil para Enfermagem

Entenda como funciona a carreira acadêmica

O objetivo dessa carreira é continuar estudando e repassando conhecimentos para outras pessoas. Seja como professor ou pesquisador, existem algumas opções possíveis para crescer nessa profissão.

Mestrado é o primeiro passo

O mestrado é uma pesquisa feita com base em um tema escolhido, com duração de dois anos e que precisa ser acompanhada por um orientador. Aliás, para chegar até aqui, existe um processo seletivo que inclui:

  • A análise do currículo;
  • Testes gerais e específicos;
  • Prova de domínio em algum idioma estrangeiro;
  • Entrevista e projeto de pesquisa.

Depois disso, começam as aulas, palestras, congressos e conferências, tudo com a ajuda do orientador. Logo, a carreira acadêmica é apenas para aqueles que gostam de estudar e se dedicam a isso.

Vai prestar vestibular para Medicina?

 

Preparamos um quiz para você descobrir qual área combina mais com você

Ao final, é feita uma dissertação com os resultados da pesquisa realizada, que deve ser aprovada por uma banca examinadora. Só então, o pós-graduando recebe o diploma e o título de mestre.

Como chegar ao doutorado

O doutorado, por sua vez,  é ainda mais difícil. Trata-se de estudo muito mais profundo sobre determinado assunto e tema de pesquisa. Sua duração é de quatro a cinco anos, e o processo seletivo é bem parecido com o do mestrado. Para ingressar no doutorado, é preciso já ter concluído o mestrado (na mesma área ou em área similar a de interesse).

A diferença está depois da aprovação. Logo no início acontecem as aulas teóricas e, posteriormente, o aluno se dedica a sua tese. Sempre, claro, com a supervisão de um orientador. Também são realizadas a produção de artigos científicos e os estágios de docência para turmas da graduação.

Engenharia Mecânica é o curso certo para você?

 

Preparamos um teste para você descobrir se tem o perfil para ser um engenheiro mecânico

Como no mestrado, para receber o título de doutor, aqui o seu trabalho também precisa ser avaliado e aprovado pela banca. Então, é importante se preparar e fazer uma boa apresentação. Por fim, seu trabalho final será uma tese e, caso a mesma seja aprovada, você obtém o título de doutor.

Pós-doutorado

O pós-doutorado é quase como um estágio, uma extensão do doutorado para aqueles que desejam continuar no ramo acadêmico, estudando e pesquisando. É conhecido como a última fase do ensino superior e possui apenas um ano de duração.

Possui o mesmo sistema de seleção, mas seu objetivo é diferente. O pós-doutorando não recebe título acadêmico, serve apenas para aprofundar os conhecimentos científicos do pesquisador e aplicá-los em artigos, congressos e disciplinas ministradas. 

Vai fazer vestibular para Psicologia?

Descubra qual área de atuação mais combina com você

 

Como ter sucesso na carreira acadêmica?

Para seguir nessa profissão, é preciso muita dedicação e paciência. Afinal, cada etapa vai exigir muito até que você alcance o seu objetivo final. Inclusive, é possível, caso seja de seu interesse, fazer mais de um mestrado e/ou doutorado.

Há dois caminhos: dedicar toda a vida a estudos e palestras, ou seguir como professor. Entretanto, para ter sucesso nessa carreira, é preciso prestar atenção em algumas dicas. Confira essas:

1 – Escolha uma área

Você precisa saber sobre o que vai pesquisar e, em geral, nos cursos superiores há muitas opções. Só então será possível fazer uma boa pesquisa. Isso quer dizer que algo inovador e criativo só virá depois de muito estudo.

Em dúvida sobre escolher Engenharia Elétrica EAD ou presencial?

Preparamos um quiz especial para você

Na carreira acadêmica, a palavra-chave é dedicação. Então, se esforce e invista em algo que você goste e tenha vontade de aprender. Porém, se ainda não souber ao que se dedicar, fale com seu orientador.

2 – Tenha foco e crie cronogramas

Sua carreira precisa começar antes mesmo de concluir a graduação. Por isso, se planeje. Crie metas, escolha um bom orientador, pesquise mais sobre o que gostaria de estudar.

Isso tudo é importante para que, ao final do curso de graduação, você esteja pronto para concorrer a vaga de mestrado. Além disso, outra dica é separar os objetivos por mês, assim você não fará tudo de uma só vez e, ao final, será menos cansativo.

3 – Conheça outros pesquisadores

Influência positiva é essencial nesse segmento. Profissionais da área podem ajudá-lo a entender como tudo funciona. Aliás, também podem oferecer dicas sobre qual caminho seguir, além de apontar possíveis erros em sua pesquisa.

Trocar conhecimento é uma das melhores formas de aprender. Enfim, é bom para o seu senso crítico entrar em conflito com ideias diferentes das suas. 

4 – Publique artigos científicos

Os artigos científicos são muito importantes para o seu currículo, pois mostram foco e interesse sobre determinado tema. Por conta disso, dedique-se, leia e escreva bastante.

Está pensando em prestar vestibular para Arquitetura?

 

Preparamos um teste para você descobrir se o curso combina com você

 

Essa também é uma forma de garantir que mais pessoas conheçam você e sua produção acadêmica. Assim, é possível que até mesmo empresas possam se interessar pelo seu trabalho e financiar sua pesquisa. No exterior, essa prática é bem comum. As organizações costumam procurar por novas pesquisas a fim de melhorar o próprio negócio.

Por conta disso, você aumentará o seu alcance ainda mais se tiver interesse em publicar os artigos em outro idioma que domine.

Uma carreira acadêmica garante um novo olhar para o futuro

Muitos jovens desistem do sonho de seguir nessa área por conta dos obstáculos. Mas, não deixe que isso impeça você, corra atrás do que você quer para a sua vida profissional.

Vai fazer vestibular para Odontologia?

Descubra se você sabe tudo sobre o curso

A jornada pode até ser cansativa, porém, valerá a pena. Sendo assim, não desista, se dedique a isso e mantenha o foco. Pois, com disciplina e paixão pelo que faz, o caminho se torna muito mais fácil.

 

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.