Como empreender em Psicologia

João Victor Chiaratti Maissen
Profissional graduado em Publicidade e Propaganda pela ESPM com experiências em Marketing Digital, Relações Públicas, Produção de Eventos e Comunicação em negócios das áreas de educação, entretenimento, e-commerce, varejo, entre outros. Estou disposto a ser um grande pensador criativo com uma mentalidade estratégica.
1

Crédito: Foto de Anthony no Pexels.

A Psicologia é a área responsável por analisar o comportamento humano. Entre as principais funções do psicólogo (o profissional da Psicologia) está a realização de diagnósticos e a prevenção de doenças e distúrbios mentais. Para atuar como psicólogo, é necessário concluir o curso superior em Psicologia e possuir registro no Conselho Regional de Psicologia (CRP).

O curso de Psicologia é um dos grandes favoritos dos brasileiros, segundo dados divulgados pelo Sisu (Sistema de Seleção Unificada). O curso encontra-se em sexto lugar entre os 10 cursos de graduação mais concorridos no país. 

Junto a isso, o campo de atuação na Psicologia amplia-se cada vez mais e há demanda por psicólogos tanto no setor público quanto no setor privado.

Porém, quando falamos sobre o curso de Psicologia, é normal as pessoas acharem que a profissão do psicólogo se limita somente a atendimentos em clínicas e consultórios. Mas, saiba que a Psicologia vai muito além disso. Dessa forma, uma modalidade que vem ganhando bastante espaço é a do empreendedorismo no setor.

Sabemos que  investir no próprio negócio não é nada fácil. Por isso, separamos algumas dicas para vocês sobre como empreender em Psicologia.

Áreas de atuação da Psicologia

Primeiramente, para empreender em Psicologia é necessário conhecer as possibilidades de atuação. Afinal, o mercado de trabalho pode ser bem diverso, o que pode ser um pouco difícil na hora de tomar uma decisão. Portanto, é necessário estudar muito bem cada área para escolher aquela com a qual o profissional possui mais afinidade. Conheça algumas das principais áreas de atuação para psicólogos:

  • Psicologia Clínica;
  • Psicologia do Trabalho;
  • Psicologia Educacional;
  • Psicologia da Saúde;
  • Psicologia do Trânsito;
  • Psicologia Hospitalar;
  • Neuropsicologia;
  • Psicologia Social
  • Psicologia Jurídica;
  • Psicomotricidade.

O psicólogo empreendedor

Empreender em Psicologia é uma forma de procurar novas maneiras de oferecer o serviço como psicólogo. Em resumo, o psicólogo empreendedor deve criar novas formas de exercer sua profissão, o que pode garantir grandes vantagens perante os seus concorrentes. O profissional de Psicologia precisa ficar de olho nas tendências do mercado e saber aproveitar as oportunidades.

Portanto, os psicólogos empreendedores precisam analisar que empreender não é somente abrir uma consultoria e oferecer os mesmo benefícios que outros oferecem. Em outras palavras, eles devem ir além e sempre pensar no que está por vir. Logo, é necessário muito planejamento e pensamento estratégico para se dar bem no mercado empreendedor de Psicologia.

Estudar muito bem o mercado

O bom psicólogo empreendedor deve sempre ficar de olho no mercado de trabalho, nas suas tendências e nas novas oportunidades. Além disso, como dito acima, o psicólogo deve buscar maneiras inovadoras de oferecer seu serviço.

Uma das melhores maneiras de fazer isso é estudar muito bem o mercado externo, fatores como a economia do país, os comportamentos dos consumidores, contextos políticos, entre outros, são fatores determinantes no futuro de um novo empreendimento.

Portanto, se você está pensando em abrir um negócio próprio em Psicologia, desenvolva uma visão bem apurada do mercado de atuação. Assim, você terá grandes vantagens perante os seus concorrentes.

A multiplicidade de um psicólogo

O psicólogo empreendedor deve sair da sua zona de conforto e desenvolver habilidades que o mercado empreendedor exige. Dessa forma, há determinadas habilidades que são valorizadas nesse setor e aquele que busca empreender nessa área deve ficar de olho nelas. Conheça algumas:

  • Pensamento crítico;
  • Criatividade;
  • Gestão de pessoas;
  • Inteligência emocional;
  • Tomada de decisões complexas.

Marketing Digital

O marketing digital é um ótimo aliado para o sucesso de um empreendimento. Em resumo, ele é crucial para ajudar na divulgação e no crescimento do seu público. Logo, o psicólogo empreendedor deverá investir muito no marketing digital para que seu negócio se saia bem.

Caso você não esteja familiarizado com esse termo, nós te explicamos. O marketing digital é responsável por todas as estratégias de divulgação de uma marca no meio digital. Todo o conteúdo que você divulgar, os públicos que você busca atingir e todo o engajamento conquistado, são responsabilidades do marketing digital. Já deu para perceber o quão ele é importante, não é mesmo?

Networking

A realização de parcerias é uma ótima oportunidade de crescimento. Afinal, empreendimentos ou profissionais parceiros irão fortalecer o seu negócio. Além disso, eles serão super importantes para consolidar o seu nome no mercado.

Então, converse com outros profissionais, entre em contato com outros empreendimentos e construa relações sólidas. O marketing digital é um ótimo meio de alcançar esse feito. Nesse sentido, você também pode oferecer sessões gratuitas de seu serviço em determinados locais, como empresas, conferências, workshops, escolas, faculdades, etc.

Outra dica importante é conversar com psicólogos empreendedores de sucesso. Não hesite em entrar em contato com aqueles que conquistaram renome no mercado. Em outras palavras, eles irão te inspirar muito com suas histórias. Quem sabe não nasça uma grande parceria?

Invista no público certo

Conheça muito bem o público que você quer atingir e se consolide nesse setor. Dessa maneira, investir em um nicho específico pode ser uma ótima ideia, podendo trazer um grande prestígio social e um aumento no seu retorno financeiro.

Além disso, focar em um determinado público ou mercado, pode fazer você adquirir conhecimentos novos e mais específicos. Então, ao pensar em atuar com um público mais nichado, você pode precisar:

  • Realizar uma especialização;
  • Frequentar seminários e grandes eventos;
  • Organizar feiras e eventos da área específica.

Seja um profissional apaixonado

Esta é uma dica meio óbvia, não é mesmo? Afinal, quem nunca recebeu o conselho para trabalhar com o que ama? Porém, no empreendedorismo isso deve ser levado muito a sério. Isso acontece porque o processo de empreender em Psicologia é muito desafiador, e pode apresentar vários altos e baixos. Assim, para ter força de vontade e superar todos esses obstáculos, o psicólogo empreendedor terá que atuar com muita paixão e dedicação.  Além disso, tenha em mente que abrir um negócio é como transformar seu grande projeto de vida na sua principal fonte de renda e sucesso.

E aí? Gostou de descobrir um pouco mais sobre como empreender em Psicologia? Nós separamos outras matérias que podem ser interessantes para o seu futuro em Psicologia, confira:

Faculdade de Psicologia: o que saber antes do vestibular

Quanto ganha um psicólogo?

Duração do curso de Psicologia

As principais áreas da Psicologia

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 4.2 / 5. Contagem: 13

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.