Descubra áreas da Arquitetura e Urbanismo não tão conhecidas

pamzottis
Colaborador do Hora Da Facul
1

Crédito: Foto Andrea Piacquadio de Pexels

Quer prestar vestibular para Arquitetura e Urbanismo mas ainda está em dúvida de qual área seguir? Saiba que os profissionais desse setor podem ir para diversos caminhos: da decoração de ambientes até o planejamento de cidades inteiras. E, neste post, você vai descobrir áreas da arquitetura e urbanismo não tão conhecidas. Não se preocupe! Está tudo bem se você procura algo diferente e não tem o sonho de construir um prédio ou uma casa.

Mas antes de vermos as possibilidades, talvez você esteja se perguntando quanto ganha um arquiteto no Brasil. De acordo com o portal salario.com.br, um arquiteto urbanista ganha em média R$ 6.208,01, para uma jornada de trabalho de 40 horas. A região Sul é a que mais possui arquitetos e a que melhor os remunera. Todavia, a contratação de arquitetos na região Nordeste só tem crescido e a tendência é que siga neste ritmo.

Se você está de olho nesta profissão, trazemos uma boa notícia! É um função que está com altíssima demanda no mercado de trabalho brasileiro nos últimos meses. Segundo o mesmo site, no comparativo entre abril de 2020 e março de 2021, houve um aumento de 87.5% nas contratações formais com carteira assinada em regime integral de trabalho.

Está pensando em prestar vestibular para Arquitetura?

 

Preparamos um teste para você descobrir se o curso combina com você

 

Por isso, separamos carreiras que você pode seguir na arquitetura. Aproveite e já adicione no seu currículo uma pitada de criatividade, empreendedorismo e atualização sobre produtos e tecnologias, pois são algumas competências desejadas para esse profissional.

Quais as áreas que um arquiteto pode atuar?

Há uma gama de áreas da arquitetura, sendo algumas mais conhecidas do que outras. Em uma pesquisa do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil, junto com o Datafolha, foi perguntado quais as principais atividades profissionais realizadas por arquitetos e urbanistas. A principal atividade apontada foi o projeto arquitetônico, seguido de gerenciamento de obras e planejamento urbano.

Para facilitar sua vida, reunimos algumas delas para apresentar o que pode fazer um profissional da área:

  • Paisagismo: pode atuar com projetos de paisagens naturais e urbanas, como residências, comércios e locais públicos.
  • Restauração de edifícios: faz a recuperação de construções antigas ou deterioradas, visando sempre manter a integridade total e as características originais da edificação.
  • Acompanhamento e administração de obras: responsável por manter a qualidade e a segurança durante todo o processo de execução.
  • Desenho de mobiliário: responsável tanto pela criação dos objetos e dos mobiliários, quanto pelo atendimento das demandas dos compradores.
  • Planejamento urbano: de uma região, bairro, cidade, assim como de áreas livres e da criação do layout de conjuntos habitacionais.
  • Arquitetura comercial: realiza projetos de escritórios, lojas ou outros estabelecimentos comerciais.
  • Arquitetura de interiores: tem como função garantir que um espaço interno atenda às necessidades de seus usuários. E, claro, deixa os ambientes internos mais atraentes.

Quais as áreas da arquitetura e urbanismo não tão conhecidas?

Ainda assim, podemos destacar outras áreas mais novas e não tão tradicionais. Com o aumento constante da tecnologia e da computação, muitas novas áreas de atuação para os profissionais de arquitetura foram surgindo. Confira algumas delas:

Planejamento luminotécnico

Um arquiteto pode trabalhar também com luminotécnica, que é voltada especificamente para projetos de iluminação de ambientes. O arquiteto luminotécnico cuida da iluminação natural ou artificial. Ou seja, o foco de seus projetos é a luz, de forma que ela valorize ambientes e decoração, integrando espaços e despertando sensações.

Especialista em BIM

Outra área não tão comum é a de Especialista em BIM (Building Information Modeling). Este profissional pode trabalhar em diversos setores, desde a modelagem, com a consultoria e, desenvolvimento de softwares, gerenciamento de cargos de gestão e produção de pesquisa.

Em um estudo contratado pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial foi apontado que o uso dessa tecnologia pode gerar o aumento de 10% na produtividade do setor e reduzir em até 20% o custo total das obras.

Design em jogos de videogame

Quem ama arquitetura e videogame pode juntar as duas paixões numa mesma profissão. Atualmente, alguns jogos se destacam por suas cidades, composição de ambientes e até mesmo a representação de grandes obras históricas. Logo, pode ser um grande diferencial ter o diploma de arquitetura para ser um projetista de ambientes virtuais.

De acordo com o estudo Global Games Market Report, o Brasil está crescendo no mercado mundial de games. O país está em 13º lugar no ranking das empresas que mais geram receita no setor. Logo, as empresas precisarão investir cada vez mais em equipes desenvolvedoras de games.

Projetos Sustentáveis em Arquitetura e Design

Capacita profissionais a desenvolverem projetos sustentáveis em arquitetura e design, causando um baixo impacto ambiental, seja na construção ou uso de edificações. A arquitetura sustentável é um movimento que tem como prioridade a otimização e o uso inteligente de recursos naturais.

Depois de descobrir áreas da arquitetura e urbanismo não tão conhecidas é necessário saber onde cursar essa graduação do seu interesse.

Onde estudar arquitetura?

Em primeiro lugar, não esqueça que de nada adianta sonhar alto com as áreas que você quer atuar e começar errando na base. Por isso, a escolha da faculdade é fundamental. Aposte em uma instituição de ensino de qualidade, credibilidade e boa inserção no mercado — além de reconhecida e bem-avaliada pelo Ministério da Educação (MEC).

Dessa forma, para te ajudar listamos alguns pontos que você deve levar em consideração quando estiver escolhendo sua instituição de ensino. Escolha uma faculdade que tenha:

  • Infraestrutura moderna;
  • Laboratórios equipados com tecnologia de ponta;
  • Ateliê de projeto e materiais de construção;
  • Sala de desenho;
  • Biblioteca completa e atualizada.

E aí? Agora que você conheceu áreas da arquitetura e urbanismo não tão conhecidas, já decidiu por onde seguir no ramo? Fique à vontade para escolher a que mais combina com você!

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.