O que faz um farmacêutico?

João Victor Chiaratti Maissen
Profissional graduado em Publicidade e Propaganda pela ESPM com experiências em Marketing Digital, Relações Públicas, Produção de Eventos e Comunicação em negócios das áreas de educação, entretenimento, e-commerce, varejo, entre outros. Estou disposto a ser um grande pensador criativo com uma mentalidade estratégica.
1

Crédito: Foto de Artem Podrez no Pexels.

Caso você esteja planejando fazer uma graduação em Farmácia, com certeza quer conhecer melhor sobre a profissão do farmacêutico, o mercado de trabalho e suas áreas, e as tendências para o futuro. Afinal, esses são passos importantes para a escolha da sua profissão, certo? 

Antes de mais nada, queremos começar respondendo uma pergunta muito básica: você sabe o que um farmacêutico faz?

Basicamente, o farmacêutico é responsável por atuar na área da saúde, oferecendo assistência médica e atuando em laboratórios. Assim como, o profissional de farmácia também trabalha em grandes centros de pesquisa, desenvolvendo remédios, medicamentos, cosméticos, etc. 

Você sabe qual área da Farmácia mais combina com você?

Preparamos um teste especial para você conhecer seu perfil

Outra função importante do farmacêutico é o controle da análise de produtos de acordo com as regras sanitárias de cada local. Além disso, ele participa de todas as etapas da produção de fármacos, desde a fabricação até a utilização, garantindo o uso correto e seguro para esses medicamentos. 

Quais conhecimentos um farmacêutico deve possuir?

A área de farmácia é constituída por diversos setores e vai muito além do atendimento em farmácias e drogarias. Em suma, a área farmacêutica é responsável por criar uma ligação entre a medicina e a população de um país.

Portanto, o profissional de farmácia precisa dominar certos conhecimentos e técnicas. Vamos descobrir algumas? Confira abaixo.

  • Saber compreender e analisar a composição de medicamentos;
  • Entender em quais situações os remédios devem ser administrados;
  • Identificar sintomas;
  • Aplicar injetáveis;
  • Conseguir indicar os fármacos corretos;
  • Conhecer as condições de higiene;
  • Possuir domínio na leitura de prescrições médicas;
  • Dominar procedimentos simples (medição da temperatura corporal, conferir a pressão, etc).

Além das funções citadas acima, o farmacêutico também deve possuir habilidades para lidar com o público, sempre orientando corretamente os pacientes de maneira segura e eficaz. 

Quais são as funções do farmacêutico?

Como dito acima, as responsabilidades de um farmacêutico não se limitam somente a trabalhar em farmácias e drogarias. Segundo o Conselho Federal de Farmácia (CFF), há mais de 70 áreas de atuação dos profissionais para esse setor. A divisão dessas áreas é feita de acordo com a linha de atuação do profissional e, portanto, elas podem ser consideradas como especializações. 

Em resumo, o farmacêutico deve dedicar-se à aprendizagem contínua, sempre se aperfeiçoando e buscando uma melhor colocação no mercado de trabalho. Afinal, as possibilidades são muitas. 

Listamos abaixo algumas funções dos principais tipos de profissionais da Farmácia, vamos conferir? 

Farmacêutico Clínico

O profissional que atua nessa área lida diretamente com o público, sempre garantindo o bem estar dos pacientes. Além de auxiliar as pessoas na identificação de doenças e na sua prevenção. Em suma, suas principais responsabilidades são:

  • Estudar e analisar medicamentos;
  • Orientar pacientes sobre a saúde e a prescrição de remédios;
  • Aplicação de testes rápidos;

Farmacêutico Industrial

O farmacêutico industrial é responsável por participar de todos os processos de produção de uma determinada indústria. Sendo que os tipos mais comuns são: alimentos, cosméticos e farmácia. O escopo de trabalho desse profissional pode ser bastante intenso, confira algumas das responsabilidades mais importantes:

  •  Assegurar a gestão eficaz do controle de qualidade;
  • Respeitar as normas regulamentadoras;
  • Supervisionar todos os processos de produção;
  • Analisar, estudar e controlar toda a análise de documentação técnica;
  • Participação nas etapas de auditoria sanitária.

Farmacêutico Nuclear

Esse setor da Farmácia exige um grau elevado de especialização, pois o farmacêutico irá atuar em centros de medicina nuclear de hospitais e empresas. O profissional precisa ter um perfil multidisciplinar, apresentando conhecimentos básicos de gerenciamento e administração. Assim como, desenvolver habilidades de liderança e coordenação. Confira algumas das suas principais funções:

  • Manipulação de  radiofármacos;
  • Controlar os processos farmacocinéticos e farmacodinâmicos dos radiofármacos;
  • Monitorar pacientes que fazem uso de radiofármacos;
  • Desenvolver novos radiofármacos;
  • Ser responsável pela garantia de qualidade.
  • Gerenciar o descarte adequado de resíduos e dejetos radioativos.

Farmacêutico Homeopata

Segundo o Conselho Federal de Farmácia, o farmacêutico homeopata é o profissional que possui especialização teórico-prática em homeopatia e farmácia homeopática. Essa área da farmácia exige que o farmacêutico tenha conhecimentos aprofundados em farmacotécnica homeopática, gestão farmacêutica, prescrição farmacêutica e legislação sanitária do setor. Além do mais, ter o domínio da língua inglesa é essencial para ter acesso à literatura técnica da área.  Dê uma olhada nas suas principais responsabilidades:

  • Manipulação de medicamentos homeopáticos;
  • Cuidar de todos os processos de cuidados farmacêuticos no âmbito da farmácia homeopática;
  • Coordenar e gerenciar todas as etapas da manipulação dos remédios homeopáticos;
  • Cumprir a legislação vigente perante aos medicamentos homeopáticos.

Farmacêutico Hospitalar

O farmacêutico hospitalar atua em hospitais, tanto públicos quanto privados. Esse profissional tem como objetivo garantir que os medicamentos sejam administrados de maneira correta, assegurando que todas as necessidades dos pacientes sejam atendidas. Descubra as suas principais funções:

  • Prestar serviço a pacientes internados e ambulatoriais, visando ao uso racional dos medicamentos;
  • Realizar a logística farmacêutica;
  • Representar a indústria farmacêutica em reuniões hospitalares;
  • Ser o representante legal pelos processos de medicação dentro do hospital;
  • Manipular fórmulas magistrais.

Viu só como o farmacêutico pode desempenhar diversas funções? Além das áreas citadas acima, há diversas outras. Você pode conferí-las no site do Conselho Federal de Medicina, basta acessar esse link.

Não esqueça! Um bom farmacêutico deve possuir conduta e valores éticos, respeitar compromissos e, acima de tudo, ser responsável pela administração correta de remédios e medicamentos. 

Além de todas as habilidades técnicas e práticas, o bom profissional de Farmácia precisa demonstrar um ótimo desenvolvimento pessoal. Confira alguns exemplos:

  • Ser educado com todos os pacientes;
  • Possuir empatia e ser respeitoso;
  • Ouvir todas as pessoas com atenção;
  • Evitar expressões e feições negativas;
  • Ter uma boa postura;
  • Sempre se mostrar disponível.

Quer ser um grande farmacêutico?

Para se tornar um profissional da Farmácia é necessário obter o registro profissional. Você pode obtê-lo após concluir a graduação em Farmácia, por uma instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Portanto, optar por uma graduação de qualidade é um dos principais passos para entrar no mercado de trabalho de Farmácia.

Não sabe por onde começar? Não se preocupe, separamos algumas dicas para você.

  • Não esqueça de sempre estudar as suas preferências pessoais;
  • Avaliar quais disciplinas você possui mais afinidade;
  • Estudar  as suas habilidades;
  • Pesquisar todas as opções para escolher a instituição de ensino que melhor atende às suas necessidades.

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 5 / 5. Contagem: 1

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.