O que é psicologia reversa e como funciona?

Natalia Tojal
Colaborador do Hora Da Facul
1

Psicologia é um assunto amplamente estudado, mas, com tantas vertentes, fica difícil saber exatamente o que cada uma significa, além de seus usos e abordagens. Mas, há uma vertente específica dessa área que usamos muito no nosso dia a dia.

Entenda tudo sobre o que é psicologia reversa e como ela funciona. 

Leia este artigo para complementar o assunto: Quais são as matérias do curso de Psicologia?

Vai fazer vestibular para Psicologia?

Descubra qual área de atuação mais combina com você

 

O que é psicologia reversa?

Psicologia reversa, também conhecida como psicologia inversa, é uma técnica de persuasão para influenciar a decisão de alguém. Veremos exemplos mais tarde.

Mas, resumindo, essa técnica vai fazer com que uma pessoa faça o contrário do que pretendia ao ser influenciada pela psicologia reversa aplicada por outra pessoa. 

Caso você queira um resultado positivo, basta dar sugestões negativas, e vice-versa. É necessário agir de modo contrário às suas próprias intenções para confundir a pessoa-alvo. Isso faz com que ela faça exatamente aquilo que você deseja. 

É bom lembrar que, como cada pessoa é diferente, é necessário adaptar a abordagem para conquistar o que deseja. O que funcionará para algumas, não funcionará para outras. Deve ser considerado a idade, o nível de consciência, além de outros fatores. 

Essa técnica pode funcionar por diversos motivos. Seja por associações ao que aprendemos e fizemos na infância, seja pelos sentimentos instigados ou por curiosidade, ou vontade de provar algo a alguém. 

É mais prático e fácil aplicar a psicologia com crianças, mas é necessário ter um cuidado. Com adultos, o cuidado é dobrado, afinal são mais conscientes. Além disso, podem conhecer a técnica, quebrando o ciclo. Neste caso, seria necessário continuar a abordagem, tentando novamente confundir e influenciar a pessoa. 

Faça essas 5 perguntas a você mesmo antes de tentar aplicar essa técnica:

  1. Em quem vou aplicar?
  2. Por que vou aplicar?
  3. Quais resultados eu gostaria de ter?
  4. Será que funcionará nessa pessoa?
  5. O quão consciente é essa pessoa sobre a psicologia reversa? 

A seguir, vamos ver alguns exemplos para ficar ainda mais claro o que é e como ela funciona. 

Exemplos de frases e situações 

Vamos falar de alguns exemplos de como pode ser utilizada. Por mais que seja uma técnica de persuasão, há usos positivos. 

Por exemplo: se seu filho ou irmão mais novo não quer ajudar nas tarefas de casa, é simples. Ao ouvir a negação vinda dele ao seu pedido, você pode sugerir que ele não faz o serviço direito mesmo, então é melhor nem fazer. Isso vai fazer com que ele queira provar que sabe fazer e, consequentemente, ajudará nas tarefas. 

Ou, quando a criança está fazendo birra. Se mostre indiferente àquela ação, mesmo que, no fundo, se importe, a criança parará. Essa é uma forma da criança atingir a mãe, então se vê que não funcionou, não tem motivos para continuar. 

Outro exemplo é usar na própria publicidade, para convencer as pessoas a consumirem determinado produto ou serviço. Um dos gatilhos mais utilizados é o de escassez, afirmando que o produto vai ou já esgotou, para gerar interesse. 

Para realmente funcionar, a psicologia reversa não pode ser aplicada como uma ordem. Isso cria barreiras na comunicação. O ideal é fazer sugestões, em forma de perguntas ou afirmativas. 

Um exemplo disso é afirmar ou questionar se a pessoa realmente consegue fazer tal ação, como citado acima. Ou então, sugerir que você faça no lugar. 

Ameaças também não funcionam, pelo contrário, só dificulta o processo. Assim como limitar ou privar a liberdade da pessoa. São meios negativos que não devem ser utilizados. 

Debates sobre o uso da psicologia reversa

É importante reforçar que a psicologia reversa deve ser utilizada para fins positivos, como para extrair o melhor de uma pessoa, fazer uma criança comer legumes, um adolescente estudar, um trabalhador melhorar em suas atividades, etc. 

Psicólogos e estudiosos já afirmaram que a técnica é difícil de ser trabalhada, além de não conseguirem confirmar ainda se é realmente positivo seu uso contínuo. Por isso, é importante não utilizá-la levianamente e nem com frequência, mesmo que já esteja difundida entre nós. 

Resumo e tópicos gerais

A psicologia reversa:

  • é uma técnica de persuasão difícil de ser trabalhada; 
  • é utilizada para conseguir que outra pessoa faça o contrário do que pretendia;
  • necessita que você aja de modo contrário ao que deseja, para influenciar a outra pessoa;
  • não pode ser aplicada como uma ordem, ameaça ou de maneira que prive a liberdade do outro;
  • funciona com sugestões, seja em forma afirmativa ou em forma de pergunta;
  • necessita que haja um estudo prévio sobre a pessoa-alvo;
  • deve ser utilizada para fins positivos.

Considerações finais sobre psicologia reversa

A psicologia reversa é uma ferramenta extremamente útil, seja para âmbito pessoal ou profissional. Para ser utilizada em uma única pessoa ou em massa, como na publicidade. 

O objetivo é levar a pessoa a fazer o contrário do que ela deseja, de forma voluntária. Ou seja, sem dar uma ordem direta e, sim, apenas sugestões. 

Outro ponto que pode ser utilizado é o da aposta. Por exemplo, “aposto que você não consegue fazer isso”, “aposto que não consegue chegar a tempo”. Ou então, instigar a curiosidade da pessoa para experimentar tal comida, bebida, etc. 

Estudos apontam que as pessoas sentem que sua liberdade foi privada ao receber uma ordem direta. Por isso, a psicologia reversa é tão importante para lidar com esse sentimento negativo e reverter a situação. 

Mas, enfatizando mais uma vez, é importante estudar a pessoa em quem irá aplicar, pois, cada uma pode agir diferente a um mesmo estímulo. Em algumas pessoas irá funcionar a afirmação de que ela não consegue fazer tal ação direito, já em outras não. 

É exatamente isso que a torna tão difícil de ser aplicada, mas não é impossível. Você mesmo já deve ter usado em algum momento da sua vida, mesmo sem saber todos seus detalhes. A técnica foi rapidamente difundida. 

Agora, é possível entender o que é psicologia reversa, como ela funciona, a sua importância e algumas restrições. Para se aprofundar no assunto, é possível encontrar artigos científicos especializados nessa área. 

Outra área bastante interessante é a psicologia cognitiva. A dica é entender como cada área da Psicologia é no mercado e quais os modelos de atuação antes de tomar qualquer decisão. Há infinitas possibilidades para você seguir. Conte conosco nessa jornada!

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.