O que faz um advogado?

Isabella de Andrade
Colaborador do Hora Da Facul

A Advocacia é uma das profissões queridinhas dos estudantes brasileiros. Logo, a Faculdade de Direito é campeã entre as mais procuradas no país ano após ano. Entre os principais atrativos para os jovens estão os bons salários, a boa oferta de emprego, a diversidade de trabalhos e os campos de atuação para quem escolhe essa carreira. Mas, enfim, o que faz um advogado? Trouxemos algumas das principais possibilidades para você que quer aprender mais sobre essa profissão.

Vale lembrar que, além de ter o diploma em um curso superior reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC), o futuro advogado deve passar também pelo exame da Ordem dos Advogados do Brasil, a OAB. Por fim, quando pensamos de forma mais ampla, um advogado nada mais é do que um profissional que vai defender os direitos e interesses de seus clientes a partir das leis vigentes em seu próprio país. Logo, ele pode representar pessoas físicas ou jurídicas.

Podemos dizer que o advogado é, enfim, uma peça essencial para garantir a administração da justiça. O Direito é muito mais do que uma profissão, sabia? Como ele faz parte dos elementos de administração democrática do Poder Judiciário, a advocacia é considerada um encargo público. Existem diversas especializações para quem estuda e trabalha nessa área, mas, para começar, vamos dividir a advocacia em seis funções jurídicas básicas.

Se inspirou em Suits e vai fazer vestibular para Direito?

Preparamos um quiz para você descobrir qual é o seu perfil na série

O que um advogado faz: seis funções básicas

  1.     Assessoria jurídica
  2.     Consultoria jurídica
  3.     Procuradoria jurídica
  4.     Planejamento jurídico
  5.     Controladoria
  6.     Auditoria

Assessoria jurídica

Em primeiro lugar, esse profissional atua como um conselheiro na área jurídica, tendo uma atuação preventiva. O seu objetivo é encontrar soluções legais para respaldar o cliente, e é muito comum que empresas contratem uma assessoria jurídica. Ela se trata do auxílio de um advogado em uma área específica do conhecimento, identificando e solucionando problemas. Ou seja, aqui o advogado atua de forma prática na resolução.

Consultoria jurídica

Muitas vezes confundida com a assessoria, a consultoria tem, por fim, outra função. O objetivo aqui é aconselhar o cliente em práticas que podem ser aplicadas para resolver ou identificar problemas. Além disso, a consultoria pode ser feita para melhorar as operações de um negócio. Logo, aqui o advogado não atua de forma prática, apenas mostra o caminho e sugere melhorias.

Procuradoria jurídica

O procurador é responsável por representar os interesses sociais e públicos no âmbito municipal, estadual ou federal. O trabalho vai depender muito do órgão em que o profissional trabalha. Mas, para quem quer saber o que um advogado faz quando trabalha na procuradoria, algumas atividades principais são: peticionar, prestar consultorias, realizar audiências e despachos, entre outras.

Vai fazer vestibular para Direito? 

 

Confira aqui se você tem o perfil dos estudantes e profissionais da área

Mais três funções de um advogado para você conhecer

Planejamento jurídico

Como o próprio nome já diz, o profissional dessa especialidade é responsável por planejar a área jurídica. Esse planejamento pode passar pela organização das informações jurídico-financeiras, análise de riscos, planejamento tributário, trabalhista e as informações do passado da empresa. Esse planejamento pode afetar todas as áreas da organização

Controladoria

O profissional da controladoria vai ser responsável pelo controle de diferentes atividades que se relacionam à gestão da advocacia em um escritório de jurídico. A controladoria vai definir e acompanhar metas e prazos, protegendo seu cliente de possíveis erros ou perda na qualidade do serviço.

Auditoria

O auditor jurídico atua, principalmente, para detectar possíveis desvios de conduta, fraudes e corrupção na empresa ou em outras partes que possam prejudicar a organização. Ela é uma ferramenta importante na gestão empresarial e pode atuar para prevenir problemas jurídicos.

Vai cursar Direito e é fã da série How To Get Away With Murder?

Preparamos um quiz para você descobrir qual é o seu perfil entre os “Keating 5”

O que um advogado faz – Dez principais especialidades:

Além das seis áreas de atuação mais gerais que vimos até agora, um advogado pode escolher entre diferentes especialidades na sua carreira. Vamos mostrar um pouquinho de cada uma delas e o ideal é que cada futuro profissional estude e entenda muito bem cada possibilidade para entender qual delas é a melhor para o seu perfil e objetivos profissionais. As dez principais especialidades são:

  1.     Direito Trabalhista
  2.     Direito Penal
  3.     Direito Civil
  4.     Direito Empresarial
  5.     Direito Tributário
  6.     Direito Ambiental
  7.     Direito Eleitoral
  8.     Direito Administrativo
  9.     Direito Constitucional

 

Trabalhista

Aqui o profissional vai atuar, principalmente, em processos e disputas entre empresas e empregados.

Penal

A principal função é defender clientes que foram vítimas de crime ou os que são acusados de cometê-los. Outra possibilidade é o Direito Penal Empresarial, que atua em crimes como lavagem de dinheiro. Sonegação fiscal.

Civil

O que faz o advogado nessa área é cuidar da defesa dos direitos civis dos clientes. Aqui entram assuntos como cobranças, danos morais e heranças.

Empresarial

Aqui o advogado vai prestar assessoria jurídica para empresas, tanto na abertura delas, como na hora de elaborar contratos e tratar de outros processos.

Tributário

Ele também é responsável por fusões e aquisições junto a outros departamentos. Por fim, uma função é também a de reduzir a carga fiscal.

Ambiental

Como o próprio nome já diz, o profissional dessa área vai exercer atividades relacionadas à legislação ambiental. O objetivo é defender, por fim, clientes envolvendo crime ambiental ou garantir que empresas se adequem à legislação.

Direito Eleitoral

Aqui o advogado vai legitimar o resultado das urnas, acompanhar campanhas, prestação de contas e tudo que se relacione ao sistema eleitoral.

Direito Administrativo

Trabalhar com as regras e fiscalização de órgãos e agentes públicos.

Direito Constitucional

O que um advogado faz, nesse caso, é estudar e se especializar na interpretação da constituição.

 

Como se preparar para a carreira de Direito?

Outras áreas de especialização têm surgido nos últimos anos, como o Direito de Moda e o Direito Desportivo. Logo, são áreas em desenvolvimento e que, justamente por serem mais novas, tem uma demanda grande de profissionais. Por fim, agora que você já conhece as principais áreas de atuação na carreira de advocacia, basta estudar mais a fundo as que você mais gosta.

Na hora de escolher seu campo de atuação é importante levar algumas questões em conta como, por exemplo, a oportunidade de empregos, os salários, disponibilidade na sua região e ritmo de trabalho. Além disso, um ótimo caminho é escolher entre os temas que você tem mais afinidade, já que esse será um campo de estudos e aprendizados pelos próximos anos.

Por fim, uma boa opção para começar a decidir a sua área de atuação é entender se você quer trabalhar em empresas, escritórios, com o poder público, ou mesmo áreas mais específicas, como o meio-ambiente. Enfim, aproveite e escolha com calma, as opções são boas e bem diversas.

 

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.