O que faz um endodontista?

Ana Paula Schuster
Colaborador do Hora Da Facul

A profissão de endodontista tem ficado cada vez mais famosa nos últimos anos. No entanto, muitas pessoas ainda não conhecem esse ramo da odontologia. Para sanar essa dúvida, confira abaixo um guia completo sobre a área!

Um pouco sobre a endodontia

O nome por si só já entrega muita coisa relacionada à profissão. Assim, essa é uma especialidade que foca em doenças que atingem a região interna dos dentes. Portanto, quem atua no ramo cuida do diagnóstico, prevenção e tratamento dessa área.

Elementos como a polpa do dente, a raiz e os tecidos periapicais são de sua responsabilidade. Além disso, essa é uma área da Odontologia, logo, o profissional precisa primeiro passar por essa faculdade. Só após esse período é que se pode fazer uma especialização em endodontia. 

O que faz um endodontista?

Esta é uma especialidade que exige muito do profissional. Portanto, quem deseja atuar no ramo precisa ter um perfil bem definido. É necessário muita habilidade com as mãos, além de capacidade para raciocinar de forma rápida e gostar de desafios.

Um outro ponto importante é gostar de cirurgia. Afinal, essa é uma área que realiza procedimentos longos e muito minuciosos. Para ter uma noção mais completa, confira o que um especialista do ramo precisa fazer e que características deve possuir.

Perfil ideal do endodontista

Como é uma área muito complexa, é necessário desenvolver uma série de traços essenciais para este trabalho. E a instituição de ensino tem forte influência nesse processo. 

Portanto, é muito importante escolher uma boa faculdade. A seguir você entenderá os motivos disso. Por agora, confira todas as habilidades que um endodontista precisa ter:

  • Capacidade para integrar equipes com membros de várias áreas;
  • Habilidade para avaliar o perfil do paciente;
  • Planejamento e desenvolvimento de ações no ramo;
  • Empatia;
  • Ccapacidade de trabalhar em equipe;
  • Organização de forma geral;
  • Conhecimento do uso de terapias integrativas e complementares;
  • Capacidade de implementar medidas de prevenção à dor crônica;
  • Muita habilidade com as mãos;
  • Capacidade para se comunicar com os pacientes.

Principais tarefas da área

As habilidades acima dizem muito sobre as atividades diárias desse profissional. Logo, são essenciais para que o especialista faça um bom trabalho. Isso se aplica principalmente por se tratar de uma área responsável pelo cuidado com as pessoas.

Dito isso, antes de entrar para o curso de Odontologia, cada aspecto deve ser avaliado com muito cuidado. Então, veja algumas tarefas que fazem parte da rotina de quem trabalha com endodontia.

  • Aplicar medidas de prevenção e promoção de saúde com seus pacientes;
  • Desenvolver pesquisas no ramo;
  • Planejar tratamento de pacientes de forma individual;
  • Realizar procedimentos dentro da área;
  • Preparar pacientes para receber o tratamento necessário;
  • Estabelecer critérios de diagnóstico.

Como se tornar um endodontista?

Você já sabe que a endodontia é uma especialidade da Odontologia. Dessa forma, quem deseja seguir essa carreira precisará estudar por, pelo menos, cinco anos no curso de Odontologia.

Dentre os principais conteúdos que essa graduação aborda estão a anatomia, bioquímica e imunologia.

Somente após a obtenção do bacharelado é que o aluno irá atrás da especialização. Portanto, se tornar um endodontista é um processo longo, mas que vale a pena para quem ama o que faz.

Mercado de trabalho para o endodontista

A área da saúde em si é um setor que sempre demanda bons profissionais . Dessa forma, o mercado de trabalho para esse especialista é muito promissor. 

O aluno especializado em endodontia pode atuar em clínicas e hospitais. Ainda é possível trabalhar como autônomo, em seu próprio espaço.

Muitos acreditam que a quantidade de profissionais que já existem no ramo é um obstáculo. De fato, hoje tem-se muitas pessoas formadas em Odontologia. No entanto, o ramo abordado aqui não segue a mesma lógica. Essa área está sendo cada vez mais valorizada de modo que investir nela permite ao dentista chegar mais perto do sucesso!

Faixa salarial 

Na sua grande maioria, o profissional trabalha cerca de 32 horas por semana. Além disso, o salário de cada especialista varia muito de acordo com o local de trabalho. Assim, a faixa de renda do endodontista fica entre R$ 3.750,00 e R$ 8.000,00.

Algumas pesquisas apontam que cada estado tem uma média salarial diferente. Dessa forma, quem atua nas regiões sul e sudeste costuma ganhar mais. No entanto, isso não é um padrão e nem deve ser usado como motivo para avaliar a carreira.

Escolha uma instituição de qualidade

O curso de Odontologia demanda das faculdades uma boa estrutura. Afinal, envolve feitos cirúrgicos e o contato com pacientes. Portanto, não é toda instituição que é capaz de oferecer uma formação de qualidade.

Diante disso, o processo de escolha é muito importante. Ainda, existem alguns aspectos que podem ser levados em conta durante a avaliação de uma faculdade. Confira alguns.

Grade curricular

As disciplinas que você viu acima são apenas parte de todo um cronograma de conteúdos. Por mais que a maioria dessas matérias estejam presentes nos cursos de Odontologia, nem toda faculdade tem a mesma matriz curricular.

Histórico da instituição

Reputação é uma das coisas mais importantes quando se fala de uma instituição de ensino. Portanto, esse é um ponto que o interessado no curso nunca deve deixar de lado. Além disso, a estrutura do lugar conta bastante.

Construa sua carreira 

Neste artigo você pôde conhecer mais sobre a carreira de endodontista e sobre como escolher uma boa instituição para estudar. Então, é sua vez de dar o próximo passo e ir em busca de construir sua jornada profissional.

Confira mais conteúdos como este no Hora da Facul clicando aqui.

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 5 / 5. Contagem: 1

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.