O que faz um enfermeiro assistencial?

Roberto Dezorzi
Colaborador do Hora Da Facul

Crédito: Canvas.

Contato direto com os pacientes, administração de medicamentos, coordenação de auxiliares e técnicos, conheça essas e outras funções realizadas por este profissional, e saiba o que faz um enfermeiro assistencial.

Denifitivamente, o profissional que realiza a assistência de forma ativa é conhecido na área da saúde como enfermeiro assistencialista.

Mas que tipo de profissional de enfermagem é este? Como é a sua rotina de trabalho? Afinal, o que faz um enfermeiro assistencial?

Através dessas e de outras perguntas vamos ajudar a entender um pouco mais sobre esse profissional.

Como ser um enfermeiro assistencial?

Basicamente, após o curso de enfermagem, todos os formandos já sairão como enfermeiros assistenciais. Em outras palavras, você não precisa realizar uma especialidade.

Em síntese, devido aos anos anos de estudo, teóricos e práticos, o estudante de enfermagem já está apto a fornecer a assistência em saúde necessária aos pacientes e suporte aos seus familiares.

Como é o mercado de trabalho do enfermeiro assistencial?

Certamente, o mercado de trabalho do enfermeiro assistencial é muito vasto e com milhares de oportunidades devido a sua formação bastante generalista e completa.

Consequente, isso possibilita a este enfermeiro assumir diferentes posições em quase todos os  tipos de instituições ou locais que prestam serviços de saúde. Entre eles:

  • Hospitais
  • Postos de Saúde
  • Clínicas
  • Operadoras de Saúde
  • Empresas de todos os tipos
  • Fábricas e Indústrias
  • Home care
  • Ambulatórios de todas as especialidades
  • Laboratórios

Já no caso específico dos grandes hospitais e ambulatórios médicos de especialidades, o enfermeiro assistencial está presente em dezenas de setores:

  • Centro Cirúrgico
  • Medicina do Trabalho
  • Auditoria
  • Pronto Atendimendo e Pronto Socorro
  • Oncologia
  • Centro Obstétrico
  • Unidade de Tratamento Intensivo (UTI)
  • Regulação Médica
  • Clínica Masculina e Clínica Feminina
  • Ouvidoria
  • Diagnósticos por Imagens
  • Radiologia
  • Laboratório de Análises Clínicas
  • Setores administrativos
  • Ambulatórios das Especialidades Médicas (enfermeiros presentes em cada especialidade)

Em conclusão, podemos afirmar com toda certeza de que o mercado de trabalho do enfermeiro assistencialista é sempre o maior e mais diversificado dentro da enfermagem.

A importância do enfermeiro assistencial na unidade de saúde

Definitivamente, nunca ficou tão evidente a importância do enfermeiro assistencial como foi com chegada da pandemia causada pelo COVID-19.

Além de serem 100% “mão na massa”, esses enfermeiros estão na linha de frente a todo momento. Resumidamente, sua presença é identificada desde a chegada do paciente em unidades e seu respectivo atendimento e vai até ao suporte em relação aos familiares.

O enfermeiro é um profissional completo, sendo considerado uma das engrenagens principais dos serviços de saúde,  já que está em todo lugar e sempre pronto a cuidar do seu paciente.

O que faz um enfermeiro assistencial?

A princípio, falamos sobre a importância deste profissional, compartilhamos algumas informações sobre o amplo número de vagas no mercado de trabalho e algumas de suas atribuições.

Entretanto, chegamos em uma das partes bem interessante. Por se tratar do segmento mais amplo, para quem cursou a faculdade enfermagem ou quem quer cursar, tentamos resumir a rotina e sobre o que faz o enfermeiro assistencial.

Afinal, ele sempre estará presente onde existirem pacientes e suas necessidades por atendimento. Confira abaixo algumas dessas atividades desempenhadas por esse profissional:

  • Coordenar auxiliares e técnicos de enfermagem
  • Promover os cuidados assistenciais diários junto ao paciente
  • Realizar curativos e outros pequenos procedimentos
  • Administrar dietas e medicamentos conforme as precrições
  • Atualizar as informações dos pacientes junto ao enfermeiro-chefe
  • Manter a equipe médica informada sobre a evolução dos pacientes
  • Auxiliar os médicos do setor em seus atendimentos
  • Coordenar as limpezas terminais (seto, leitos, materiais, etc.)
  • Preparar os pacientes para exames
  • Prezar e implementar boas práticas de humanização
  • Avaliar a qualidade dos insumos e materiais
  • Zelar pelas boas práticas da enfermagem
  • Realizar os primeiros socorros e zelar pela segurança dos pacientes
  • Realizar atualizações constantes e fazer parte de comissões internas

Enfim, quando o estudante termina a faculdade de Enfermagem, ele estará apto a realizar todos os procedimentos e funções acima citadas.

Certamente, o enfermeiro assistencialista está presente em toda a estrutura de saúde pública e privada. Do mesmo modo, vale sempre destacar, que em diversas localidades do Brasil não existem serviços ou mesmo profissionais médicos.

Entretanto,  você pode ter certeza de que existe a presença de um enfermeiro nos locais mais distantes e isolados de nosso país. Daí a sua importância em toda a cadeia de atendimento e assistência ao paciente do Sistema Único de Saúde (SUS).

Em todos os cantos do Brasil

Portanto, tenha sempre a certeza de que o enfermeiro assistencial é uma figura fundamental para o bom funcionamento da saúde no Brasil.

O profissional que escolhe essa carreira vai enfrentar diversos desafios, sejam eles físicos ou psicológicos. Bem como, sempre existirá o convívio com outros classes de agentes de saúde (médicos, técnicos e auxiliares de enfermagem, fisioterapeutas, nutricionistas, farmacêuticos, entre outras outros).

O objetivo aqui é mostrar o tamanho desta área da enfermagem, sua importância na estrutura de saúde e como ela tem impacto direto na vida de todas as pessoas. Sejam elas pacientes e acompanhantes, familiares, colegas especialistas ou profissionais de outras áreas.

Em resumo, a saúde como um todo é movida através do que faz um enfermeiro assistencial. Lembre-se sempre disso na hora de escolher o curso de enfermagem como seu objetivo futuro.

Esperamos que você tenha gostado e despertado o interesse para uma profissão tão desafiadora como esta.

O enfermeiro assistencial além de fazer tantas coisas, as quais citamos neste artigo, vai precisar ser uma pessoa que tenha facilidade de comunicação e tenha uma vontade muito em ajudar o próximo.

Afinal, enfermagem é a arte de cuidar de pessoas. Não é mesmo?

Saiba mais sobre as diversas áreas para se especializar em enfermagem e outros tópicos desta carreira incrível.

Ou se preferir, acesso o nosso site e conheça diversas profissões que podem ter tudo a ver com você!

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 4.3 / 5. Contagem: 15

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.