O que faz um engenheiro de produção?

Isabella de Andrade
Colaborador do Hora Da Facul

Quando pensamos de maneira mais ampla na Engenharia de Produção podemos entender que ela é voltada principalmente para desenvolver soluções que elevem a produtividade. Esse objetivo vale para processos em recursos humanos, materiais e financeiros. Como as demais áreas da Engenharia, ela tem boas perspectivas de carreira e um mercado diverso à disposição de quem pretende iniciar nesta área. Mas, afinal, o que faz um engenheiro de produção?

Diferentes setores da economia e da sociedade procuram por profissionais nessa área, em busca de algo para contribuir com a produtividade e, logo, com a rentabilidade dos negócios. O engenheiro de produção pode trabalhar controlando processos, administrando recursos e ainda com o desenvolvimento organizacional. Um bom engenheiro de produção deve estudar e ter noções administrativas, de gestão, de qualidade e de economia.

Outra possibilidade de atuação bem comum é o trabalho em bancos, que procuram os engenheiros de produção para montar carteiras de investimento. Além disso, eles podem ser procurados também por empresas que querem definir melhores escalas de trabalho e por fábricas que buscam reduzir desperdícios em sua linha de produção. As possibilidades de atuação são bem diversas.

O que faz um engenheiro de produção em sua rotina de trabalho?

O engenheiro de produção deve também se preocupar com o desenvolvimento econômico eficaz, que seja também ambientalmente sustentável e responsável. Esse é o ramo da engenharia em que o profissional vai lidar, principalmente, com a otimização de processos e sistemas complexos.

Os dois principais objetivos de um engenheiro de produção são: aumentar ou manter a produtividade e reduzir custos sem perder a qualidade. A remuneração costuma ser alta e a média salarial pode chegar até R$9.000.  Vale destacar que todas as atividades que envolvem o projeto de produto, além de sua viabilização, planejamento de produção e distribuição dos insumos também fazem parte do que é a engenharia de produção.

Mas, além desse aspecto mais técnico, como já vimos, ela combina conhecimentos científicos, humanos e tecnológicos para obter os melhores resultados em uma produção. Podemos dizer que um engenheiro de produção lida com bens e serviços integrados.

As possibilidades de atuação são diversas, mas quem mais costuma contratar os engenheiros de produção são as indústrias. Como, por exemplo, as do setor de mecânica, química, construção, alimentos, siderúrgico, automóveis e petróleo.

Quais são as principais áreas de trabalho?

Muita gente confunde um pouco o trabalho na Engenharia de Produção e na Administração, mas eles são diferentes. Um engenheiro de produção utiliza seus conhecimentos em processos tecnológicos para aumentar a produtividade e atua principalmente nas indústrias. Enquanto o administrador trabalha com foco em estabelecimento de fluxos, rotinas e controles de atividade.

Um ponto interessante para destacar é que, diferente de outras áreas da Engenharia, essa é considerada mais recente. Ainda assim, a Engenharia de Produção teve início há mais de cem anos. Podemos dizer que o caminho inicial nessa área aconteceu quando Henry Ford e Frederick Taylor, no século XIX, começaram a transformar alguns conhecimentos práticos em processos formais.

Foi aí que começou a surgir a engenharia de produção como conhecemos hoje. Enquanto isso, no Brasil, o mercado começou a se desenvolver com o crescimento industrial. O que mais impulsionou essa expansão foi a chegada das multinacionais, que trouxeram uma demanda maior por engenheiros de produção.

O que mais faz um engenheiro de produção?

Um engenheiro de produção pode gerenciar processos de estocagem de materiais, considerar custos envolvidos na produção, administrar o trabalho de colaboradores e melhorar a qualidade dos produtos. Agora, vamos conhecer um pouco das principais áreas de trabalho desse profissional?

  1. Engenharia de Produto
  2. Custos de Produção
  3. Planejamento e controle da produção
  4. Logística e Distribuição
  5. Ergonomia e segurança do trabalho
  6. Engenharia de qualidade

 Engenharia de Produto

Nessa área o engenheiro vai trabalhar com processos para planejar, organizar, projetar e executar as rotinas que se referem às atividades mais estratégicas da empresa, principalmente na criação de novos produtos. O profissional pensa no lançamento do produto e na sua retirada do mercado, por exemplo.

Custos de Produção

Como o próprio nome já diz, o principal trabalho envolve calcular e reduzir os custos de produção. O objetivo é entregar um produto que atenda todas as necessidades para as quais foi planejado, mas reduzindo os recursos necessários.

Planejamento e Controle de Produção

Nesse campo o engenheiro controla o processo de fabricação de produtos e uso dos recursos necessários para isso. Além disso, o profissional lida com sistemas de compra e estoque, programação de máquinas e até gerenciamento de equipes.

Quer conhecer outras áreas de trabalho de um engenheiro de produção?

 Logística e Distribuição

Esse profissional trabalha para garantir que a mercadoria chegue ao consumidor final mantendo todas as suas características. Além disso, o engenheiro de produção garante que, durante o processo, nenhum insumo seja perdido. O trabalho aqui é, principalmente, preocupar-se com todo o caminho percorrido durante o processo de distribuição.

Ergonomia e segurança do trabalho

Nessa área o engenheiro trabalha para que as atividades humanas sejam desenvolvidas com bem-estar, conforto e segurança. O objetivo é melhorar a ergonomia e segurança no trabalho.

Engenharia de Qualidade

Essa é uma área com grande demanda por engenheiros de produção. O trabalho inclui planejamento, projeto e controle dos sistemas de gestão de qualidade. Isso engloba, por exemplo, a auditoria e certificação para qualidade.

No geral, o engenheiro de produção é responsável por tarefas como, por exemplo, projetar sistemas de produção, administrar armazenamento de materiais, desenvolver sistemas de controle de qualidade e apoiar o desenvolvimento de máquinas e produtos.

Todas essas atividades fazem parte da rotina de um Engenheiro de Produção, mostrando que, assim como outras engenharias, esse é um campo vasto de trabalho. Agora que você já conhece um pouco da rotina desse profissional em diferentes espaços fica mais fácil entender qual especialidade se aproxima mais do seu perfil e das suas perspectivas de estudo e de trabalho.

Vale lembrar que o mercado pede profissionais capacitados e especializados, capazes de resolver problemas e se adequar às novas demandas de trabalho em um mercado que se mostra em constante transformação.

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.