O que faz um engenheiro elétrico?

Isabella de Andrade
Colaborador do Hora Da Facul

A área de Engenharia Elétrica é uma das que mais tem se destacado no mercado nos últimos anos. O engenheiro nesse campo é responsável por garantir a segurança e o bom funcionamento da rede e das tecnologias elétricas em diversos lugares. E vale lembrar que todo o setor de tecnologia está intimamente ligado a essa engenharia. Mas, enfim, o que faz um engenheiro elétrico? As possibilidades são diversas.

É importante ressaltar que a engenharia elétrica tem crescido em demanda e mercado. Isso acontece também em razão da alta demanda pelo desenvolvimento de energias mais limpas. Quando queremos entender de forma mais geral o que faz um engenheiro elétrico, podemos pensar em algumas funções básicas. Ele pode, enfim, planejar e operar sistemas elétricos em sua geração, transmissão ou distribuição.

Outra função importante que esse profissional pode executar é a projeção de usinas e estações de geração. Além disso, ele pode trabalhar com a manutenção de alta tensão.  O engenheiro elétrico pode ainda produzir circuitos elétricos de transmissão por radiofrequência e sistemas automáticos para indústrias. Por fim, outro campo possível é a projeção para sistemas computacionais diversos.

Em dúvida sobre escolher Engenharia Elétrica EAD ou presencial?

Preparamos um quiz especial para você

Mas, afinal, o que faz um engenheiro elétrico?

É ele o responsável por desenhar, projetar e orientar a instalação de circuitos elétricos de construções e indústrias. Logo, ele também pode trabalhar com a gestão do maquinário, iluminação, além de medição de instrumentos eletroeletrônicos. As funções são muito diversas e passam ainda pela execução de projetos para avaliar a eficiência energética de diferentes lugares e realizar pesquisas para produzir energia renovável.

Outra função muito importante desse profissional é criar e desenvolver equipamentos e circuitos da indústria eletrônica. Enfim, as possibilidades são muito diversas, transitando por diferentes áreas de atuação. Por isso é tão importante conhecer essas áreas mais de perto, já que cada profissional vai se relacionar e se desenvolver melhor em determinadas especialidades.

Escolher uma especialização na engenharia civil também é um ponto muito importante no trabalho do engenheiro elétrico, que pode se aventurar por áreas mais técnicas, práticas ou de pesquisa e inovação.

Quais sãos as principais áreas de trabalho de um engenheiro elétrico?

Vale lembrar que o mercado para Engenharia Civil está em expansão, mas muitas vagas deixam de ser preenchidas por falta de profissionais capacitados. Por isso, investir em uma boa formação, com pós-graduação, especialização e cursos livres é essencial. Enquanto isso, para saber melhor o que faz um engenheiro elétrico, trouxemos o básico de algumas áreas de atuação.

Telecomunicações

Construir circuitos eletrônicos de telefonia e transmissão de dados, além de auxiliar na fabricação de aparelhos eletrônicos.

 Eletroeletrônica

Criação de sistemas ou produtos que aliem a eletricidade e a eletrônica. Planejamento e execução de sistemas para garantir o pleno funcionamento de empresas e indústrias, como por exemplo, desenvolver instrumentos de medição de aparelhos hospitalares.

Construção Civil

Planejamento e implementação de circuitos elétricos nas construções. Pode também trabalhar na construção de parques de energia eólica e hidrelétricas. Aqui o profissional também pode atuar na criação e manutenção de plantas para qualquer tipo de energia que um empreendimento necessite para evitar acidentes e sobrecargas.

 Automação

Projetar equipamentos eletrônicos que se destinam à automação de linhas de produção industrial.

Desenvolvimento Sustentável

Pensar no uso mais sustentável de recursos energéticos, além de trabalhar com aspectos para prevenção da poluição e proteção da biodiversidade.

Outras áreas de trabalho possíveis para um engenheiro elétrico

Sistemas Eletrônicos

Construir sistemas que garantem o pleno funcionamento de equipamentos, como por exemplo, eletrodomésticos. Além disso, o engenheiro aqui está apto a criar placas eletrônicas que garantem o funcionamento de diversos equipamentos de uso doméstico ou industrial.

Instrumentos de Medição

Projetar e desenvolver equipamentos para medir, registrar dados e atuadores. Um exemplo são os trabalhadores de empresas que fornecem energia, eles precisam de aparelhos para medir a tensão da rede.

Eletrotécnica

Planejar e operar sistemas elétricos, desde a geração até a distribuição de energia. O profissional pode ainda construir redes de geração de energia.

Hardware e programação

Aqui o profissional desenha componentes e, além disso, desenvolve sistemas.

Engenharia Biomédica

Projeção e construção de equipamentos médicos utilizados em clínicas, laboratórios, consultórios de odontologia e na indústria farmacêutica, por exemplo.

Um engenheiro elétrico pode escolher trabalhar no Setor Público e na Área Privada. Na área pública, as perspectivas são boas, já que o setor de energia ainda deve se expandir ao redor do país. Enquanto isso, na área privada, o crescimento do uso da internet 4G e televisão digital geraram novas demandas para o engenheiro elétrico. Existem diferentes possibilidades para investir nos estudos e na carreira.

O que mais você pode saber sobre o que faz um engenheiro elétrico?

Outra função importante é melhorar a transmissão de dados em empresas de telecomunicações. O objetivo aqui é aumentar cada vez mais o número de usuários. Sabe outro campo em que esse profissional pode ser muito requisitado atualmente? Na diminuição da energia produzida por hidrelétrica e uma busca por mais fontes alternativas, como eólica e solar.

Para entender ainda melhor o que faz um engenheiro elétrico, um bom caminho é conhecer melhor a sua formação. Separamos aqui as disciplinas que os alunos vão encontrar na faculdade em um curso de Engenharia Elétrica, de acordo com o Ministério da Educação (MEC):

  • Eletricidade
  • Circuitos Elétricos
  • Eletromagnetismo
  • Materiais Elétricos
  • Acionamento, Comando e Proteção de Máquinas e Circuitos Elétricos
  • Eletrônica Analógica e Digital
  • Eletrônica de Potência
  • Instrumentação Eletroeletrônica
  • Computadores e Programação Aplicada
  • Medidas Elétricas
  • Instalações Elétricas
  • Conversão de Energia
  • Máquinas Elétricas
  • Controle e Automação de Processos
  • Controladores Lógicos Programáveis
  • Sensores e Atuadores Industriais
  • Sistemas de Aquisição de Dados
  • Comunicação de Dados
  • Sistemas e Redes de Telecomunicações
  • Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica
  • Análise, Modelagem e Simulação de Sistemas Elétricos
  • Matriz e Eficiência Energética
  • Qualidade de Energia
  • Matemática
  • Física
  • Química

Agora que você já sabe um pouco mais o que faz um engenheiro elétrico fica mais fácil decidir se essa é a carreira mais indicada para você. Além disso, é importante ficar de olho no seu perfil e entender qual é a especialização certa para atender às suas pretensões na carreira.

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.