O que faz um fisioterapeuta dermato funcional? Descubra!

Tailane Paulino
Colaborador do Hora Da Facul

Crédito: Foto: Anna Shvets do Pexels

Você já ouviu falar que a fisioterapia pode aplicada no ramo da estética? Ou já se perguntou exatamente o que faz um fisioterapeuta dermato funcional? Com o avanço das novas tecnologias e a popularização dos cuidados com a beleza uma área, até então pouco falada da fisioterapia, ganhou bastante popularidade, que é a chamada fisioterapia dermato funcional.

Pois bem, esse termo é utilizado para descrever uma área de atuação do fisioterapeuta que se especializou nos cuidados com o tecido tegumentar. Ou seja, a pele e tudo o que diz respeito a esse, que é o maior órgão do corpo humano.

Em resumo, ela cuida para tratar e prevenir disfunções estéticas. Bem legal, não é mesmo? E neste texto nós separamos os principais sobre a atuação desse profissional e ainda explicamos como trabalhar nessa área que só faz se popularizar. Confere aí!

Você sabe qual área da Fisioterapia mais combina com você?

Preparamos um quiz para você descobrir o seu perfil

Afinal, o que é fisioterapia dermato funcional?

A fisioterapia é um ramo da saúde que possui várias especialidades reconhecidas e regulamentadas. Com cada uma delas sendo focada no tratamento de uma parte, ou problema, específico do corpo humano. Mas todas sempre visando o bem estar do paciente.

No caso da fisioterapia dermato funcional, como já mencionamos, o foco é no tratamento e prevenção de problemas estéticos, como flacidez e celulite. Para isso, o profissional utiliza-se de técnicas não invasivas e sempre pensando nas características próprias de cada um. Legal, não é mesmo?

Esse ramo foi regularizado pelo Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (COFFITO) através da resolução de nº 362, de 2009 e desde então é uma especialidade exclusiva do profissional que se forma no curso de fisioterapia e, posteriormente, se especializa em estética.

O que faz um fisioterapeuta dermato funcional?

O COFFITO determinou em uma resolução de agosto de 2011 quais são as funções exatas que um fisioterapeuta dermato funcional pode exercer. Dentre elas estão a realização de consultas e anamnese – um tipo de entrevista que serve de ponto de partida para o diagnóstico –, fazer encaminhamentos médicos para outros profissionais e fazer avaliações físicas.

Ele também pede e analisa exames, para em seguida dar o diagnóstico e prescrever qual é o tratamento mais adequado, além de registrar todas as informações sobre o paciente, e o tratamento, em prontuário e poder até mesmo prescrever alta.

Dito isso, um fisioterapeuta estético tem a capacidade para atuar no tratamento de vários problemas, tais como:

  • Queimaduras de pele
  • Problemas com retenção de líquido
  • Na recuperação pós-operatória
  • Acnes, feridas e cicatrizes
  • Estrias
  • Celulite
  • Gordura localizada e obesidade
  • Em doenças como dermatoses, hanseníase e psoríase
  • E até ajudar na prevenção do envelhecimento precoce

Recursos que o profissional pode utilizar

Como você viu acima, um fisioterapeuta dermato funcional pode fazer bastante coisa e, para isso, o profissional tem a sua disposição diversas ferramentas e técnicas que podem ser aplicadas. Entre as mais comuns é possível citar:

  • Vários tipos de massagens
  • Bambuterapia
  • Crioterapia
  • Termoterapia
  • Ultrassom
  • Laserterapia
  • Radiofrequência
  • E eletroterapia

Locais em que um fisioterapeuta dermato funcional pode atuar

Além de realizar esses tipos de tratamentos, o fisioterapeuta que se especializa em estética pode exercer funções de direção, gerenciamento e chefias de equipe. Ele também pode trabalhar dando consultorias ou fazendo perícias e auditorias.

Graças a essa enorme gama de funções, o COFFITO determina que o profissional pode escolher trabalhar em diversas áreas. Tais como:

  • No setor privado (como clínicas estéticas)
  • No setor militar
  • Em hospitais
  • Em ambulatórios
  • Em atendimento domiciliar
  • E até em serviços públicos

Como é o dia a dia desse profissional?

O dia a dia de um fisioterapeuta dermato funcional varia bastante, pois depende do local onde o profissional escolheu trabalhar. Só para exemplificar, em uma clínica de estética, ele realizará as consultas, indicará exames e seguirá com o tratamento dos pacientes que, provavelmente, têm hora marcada para atendimento.

O mesmo ocorre com os profissionais que trabalham atendendo os pacientes em casa, método conhecido como home care. A rotina, no entanto, muda quando se trata do trabalho em um hospital ou ambulatório, onde o profissional lidará com troca de plantão, prontuários e com a integração com uma equipe multidisciplinar.

Quais características um fisioterapeuta estético precisa ter?

A fisioterapia dermato funcional é uma área que se utiliza bastante dos avanços tecnológicos, sendo bastante comum o surgimento de técnicas novas e equipamentos com uma grande frequência.

Isso, contudo, não tira algumas características que todo bom profissional de fisioterapia deve ter. Sendo que a primeira, e mais importante, é gostar e saber lidar com pessoas. Isso mesmo! Ter paciência e saber responder às dúvidas dos pacientes de maneira clara são mais do que essenciais para quem deseja ter sucesso na profissão.

Outras características super necessárias na profissão são:

  • Ter a capacidade de se comunicar bem
  • Desejo de ajudar as outras pessoas
  • Bom condicionamento físico, afinal, mesmo com a tecnologia muito do trabalho ainda é manual e requer resistência
  • Capacidade de administrar bem o próprio tempo
  • Ter o desejo de sempre aprender e se atualizar nas técnicas mais recentes
  • Ser fascinado pelo corpo humano e as funções do mesmo

Como se tornar um fisioterapeuta estético?

Gostou de saber o que faz um fisioterapeuta dermato funcional no desempenho da profissão e ficou com vontade de se tornar um? Pois saiba que o primeiro passo para isso é cursar uma faculdade de fisioterapia, já que apenas profissionais da área podem atuar nessa especialização.

Então se eu me formar em fisioterapia já posso começar a trabalhar com dermato funcional? A resposta para isso é não. Após a faculdade é necessário ainda fazer uma pós-graduação, onde o estudante irá se especializar e se tornar apto para atuar no segmento de estética.

É na especialização que o profissional irá se aprofundar nas técnicas que foram apresentadas na faculdade. Isso porque o fisioterapeuta que trabalha com estética precisa saber anatomia, biomecânica, fisiologia, cosmetologia, farmacologia e muitos outros assuntos que serão usados em uma base diária.

O COFFITO informa ainda que o título de especialista só é dado para profissionais que forem aprovados em uma prova de conhecimentos e em uma prova de título, onde devem ser apresentados documentos, como diplomas acadêmicos.

Quer saber mais sobre o curso e as áreas de atuação de um fisioterapeuta? Então dá uma olhada nos nossos outros conteúdos sobre o curso!

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.