O que faz um ortodontista?

Tais Carra
Estrategista de marca, contadora de história e designer thinker com 9 anos de experiências em comunicação digital. Construí minhas experiências de forma bem diversificada envolvendo três áreas centrais: inovação, produto e marketing.Crio e escrevo semanalmente para diversas empresas. Meu trabalho é construir experiências e estratégias através de criação de texto útil e relevante para gerar ação, circularidade, e crescimento de receita.
1

Crédito: Foto de cottonbro no Pexels

O que faz um ortodontista no dia a dia de trabalho? Quais atividades o mercado de trabalho exige desse profissional? Se essas são perguntas que você tem dúvidas, continue a leitura para ter todas as respostas e ingressar nessa área por dentro de tudo.

A Ortodontia é uma das especialidades reconhecidas pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO). O ortodontista é o profissional responsável por definir o tratamento para correção da posição dos dentes e dos ossos maxilares posicionados de forma inadequada.

O trabalho desse profissional é essencial de diversas maneiras. Pois, auxiliam desde problemas de mordidas, dentes tortos, problemas funcionais, assim como a melhorar o aspecto estético do sorriso.

Vai fazer vestibular para Odontologia?

Descubra se você sabe tudo sobre o curso

Nesta matéria, vamos descomplicar o que faz um ortodontista, as oportunidades nesta carreira e as tendências da área. Confira!

O que faz um ortodontista?

A dúvida de qualquer profissional é o que fazer quando sair da graduação. Por qual área de especialização começar? Existem inúmeras vantagens para se especializar em ortodontia como, por exemplo, a grande procura por pessoas querendo melhorar seus sorrisos.

Para se tornar um ortodontista, é necessária a conclusão do curso de Odontologia em faculdade credenciada junto ao Ministério da educação. Além de obter o registro profissional no Conselho Regional de Odontologia (CRO) e cursar uma especialização em Ortodontia.

Você já deve ter ouvido que um bom sorriso abre portas. Todo mundo está em busca de uma boca mais saudável, e algumas pessoas até uma aparência mais agradável. Há também os casos em que as pessoas só conseguem cuidar  mais velhas, pelas condições financeiras. É nesse momento que entra o trabalho do ortodontista.

Não se engane, a função desse profissional é mais ampla do que apenas a correção dentária, ele é responsável pela melhora das funções da boca que contribuem para uma dicção e respiração ideal.

Se preferir, este profissional pode atuar em diversos espaços, como de forma autônoma, em sua própria clínica ou associado a outros consultórios.

A especialização para ortodontista dura uma média de 30 a 36 meses, dependendo do tipo de encontro, se será semanal ou mensal. Contudo, também é uma das especialidades mais longas. Pois, há bastante preparação em práticas laboratoriais.

Principais funções de um ortodontista?

Uma das funções principais desse profissional é definir se é necessário utilização (ou a não necessidade) de um aparelho ortodôntico. Do mesmo modo, visa prevenir, diagnosticar e tratar irregularidades nos dentes e na face dos pacientes.

Uma dúvida muito comum é sobre a diferença entre um dentista e um ortodontista? O dentista é o profissional formado em Odontologia e ortodontista é um dentista que fez especialização em Ortodontia.

Ortodontista tem uma função essencial no planejamento da boca como um todo, ou seja, ele analisa a posição e a função motora de cada dente. Além disso, analisa a mordida para apontar o melhor tratamento e acompanhamento do paciente.

O mercado para essa categoria de profissional também é bastante favorável. Pois, cada vez mais, há tecnologia que permite tratamentos mais acessíveis e novos materiais a ser usados na rotina de trabalho

Em resumo, com a tecnologia hoje, é possível realizar o tratamento independentemente da idade do paciente, ou seja, todos podem se beneficiar com a Ortodontia. Além do mais, há um tipo de diagnóstico para cada idade.

São definidas 3 principais áreas na Ortodontia:

  • Preventiva: tratamento para as crianças com intuito de corrigir ou prevenir problemas de crescimento ósseo por meio do uso de aparelhos. E, para evitar que no futuro precisem utilizar muito tempo o aparelho fixo, por exemplo.
  • Interceptiva: também para crianças, esse tratamento precoce pode evitar problemas sérios de desenvolvimento. Além de atuar na correção do mau posicionamento da língua, ossos e dentes.
  • Corretiva: tratamento para adultos, que atua para corrigir a posição dos dentes e estruturas ósseas com aparelhos fixos e móveis, ou até com cirurgias.

O que se estuda em Ortodontia?

Ao longo dos cinco anos de faculdade de Odontologia pode ser ter uma ideia sobre as principais áreas e saber quais as que você possui mais afinidade. Quando falamos em especialização o conteúdo se torna mais específico, não é mesmo?

Dentes desalinhados podem acarretar uma série de problemas como mastigação inadequada, dor de cabeça, dor no pescoço, entre outras. Portanto, o profissional dessa área será responsável pelo diagnóstico, prevenção e tratamento.

É muito comum que o futuro ortodontista tenha muitas dúvidas antes de escolher essa especialização. Pois, o campo da Odontologia segue se diversificando, cada vez vemos mais elementos estéticos e tecnológicos sendo incorporados.

Um fato importante para lembrar é que, as nomenclaturas das disciplinas de Ortodontia podem variar bastante de acordo com cada instituição escolhida.

Para te ajudar, listamos as principais matérias da grade curricular da especialização:

  • Desenvolvimento da dentição e oclusão;
  • Construção de aparelhos fixos e móveis;
  • Emergência em odontologia;
  • Diagnóstico e planejamento de tratamento ortodôntico;
  • Documentação de tratamento ortodôntico;
  • Ética e legislação;
  • Tratamentos ortodônticos com e sem extração dentária;
  • Cirurgia ortognática;
  • Deontologia;
  • Ortopedia dos maxilares;
  • Metodologia de pesquisa.

Quanto custa a especialização em Ortodontia?

Agora que você já conhece algumas das mais importantes informações do curso, podem surgir dúvidas  como: onde estudar e quanto custa para fazer uma especialização nessa área?

Para sair na frente, é necessário escolher uma boa instituição para sua especialização. Então, reúna informações úteis e pense nas áreas ou disciplinas de maior afinidade. Assim como, pesquisar quais as melhores faculdades de Ortodontia avaliadas.

A especialização em Ortodontia é uma das mais buscadas por profissionais de Odontologia. Devido à crescente procura por tratamentos ortodônticos, oportunidade de carreira promissora e pelo aumento de buscas pela estética bucal.

Além disso, o mercado de Ortodontia é bastante competitivo. Por isso, é importante escolher uma boa instituição de ensino que atenda aos requisitos teóricos e práticos da área.

O valor da mensalidade da especialização em Ortodontia é de R$1.500,00. A variação de valor vai depender de fatores como renome da instituição, infraestrutura e qualidade do corpo docente.

Agora que você já tem uma boa visão sobre a Ortodontia, que tal descobrir as áreas da Odontologia não tão conhecidas?

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 5 / 5. Contagem: 1

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.