O que faz um periodontista

Ana Paula Schuster
Colaborador do Hora Da Facul

O periodontista é alguém que atua em uma área da Odontologia. Dessa forma, trata de regiões da boca diferentes das que o dentista cuida. Suas funções, no entanto, não são muito difíceis de entender. Portanto, confira a seguir os detalhes do que faz este profissional.

Entenda o que é Periodontia

A Periodontia, antes de mais nada, é a área que deriva da Odontologia. Nesse sentido, é uma especialidade que trata de doenças ao redor dos dentes, ou seja:

  • Gengivas e osso;
  • E, por fim, ligamento periodontal.

Os problemas que nascem nessas estruturas são gerados por placas bacterianas acumuladas, sendo alguns deles:

  • Gengivite (inflamação que ocorre quando as gengivas são atingidas pelas placas);
  • Periodontite (quando a doença afeta o osso que sustenta os dentes).

Saiba se gengivite e periodontite são curáveis pelo periodontista

Com o tratamento feito junto ao periodontista, é possível curar ambas as doenças. Porém, só a gengivite não deixa nenhum tipo de dano no paciente. A periodontite, por sua vez, pode causar alguns tipos de sequelas como:

  • Perda óssea;
  • Retrações e defeitos que prejudicam a escovação;
  • Perda dental.

Como prevenir a doença

Entre as duas citadas, a periodontite é a 2ª causa mais comum entre os problemas bucais. Assim, a melhor opção é se prevenir, fazendo uso de:

  • Escova de dentes e limpador de língua;
  • Fio dental e escova interdental;
  • E, por fim, escova de tufo.

Há, além dessas, o bochecho como uma forma de prevenção. Em resumo, cada paciente tem seu próprio jeito para evitar doenças e fazer limpeza bucal.

O que faz um periodontista

As tarefas do periodontista se divide em três tipos de periodontia, sendo elas:

  1. Clínica;
  2. Médica;
  3. Estética.

Você confere, a seguir, os detalhes e o que ele faz em cada uma dessas situações.

1 – Periodontia Clínica

Neste primeiro tipo, o foco é a prevenção dos problemas já citados e o tratamento das doenças. Dessa maneira, duas técnicas podem ser feitas para evitar essas situações, que são:

  • Profilaxia dentária;
  • Tartarectomia.

Ambas são formas de reduzir o acúmulo de tártaro e de placa bacteriana e evitar infecções.

Outras funções do periodontista

Recuperar tecidos perdidos é outra das funções que o periodontista tem nessa situação. Aliás, é um procedimento vital para quem não tem osso suficiente mas quer colocar implantes dentários.

2 – Periodontia Médica

Aqui o profissional tem a função de cuidar de quem tem problemas nos tecidos periodontais. Não apenas isso, como doenças que se agravaram por causa de doenças sistêmicas, por exemplo:

  • Diabetes e Alzheimer;
  • Aterosclerose.

Outros grupos que, do mesmo modo, precisam de atenção especial são:

  • Mulheres gestantes;
  • Pacientes que tiveram AVC;
  • E, por fim, fumantes.

Isso porque todos têm maior chance de terem doenças periodontais.

3 – Periodontia Estética

O foco da periodontia estética é valorizar o sorriso e sua aparência. Assim, a prática dessa função envolve cirurgias na gengiva e nos ossos que sustentam os dentes. Por exemplo, dois deles mais comuns são: gengivectomia e gengivoplastia.

Nos dois casos, a ideia é:

  • Harmonizar as bordas para destacar o formato dos dentes;
  • Recobrir eles na medida certa;
  • Deixar a quantidade correta de tecido;
  • Ajustar a simetria no sorriso.

Uma situação em que pode ser preciso intervir é em um paciente com sorriso gengival. Ou seja, quando a pessoa possui uma gengiva grande a ponto de recobrir os dentes na hora do sorriso.

A meta, então, passa a ser melhorar a estética com cirurgias no tecido gengival.

Quanto ganha um periodontista?

No mercado de trabalho atual, ele começa ganhando cerca de R$ 3.500,00. Agora, em média, o valor fica na casa dos R$ 5.177,00. Por fim, esse salário pode chegar a até R$ 6.490,00 no Brasil.

Como está o mercado para essa função

Hoje em dia, a área está na quarta posição entre as com maior número de profissionais no país. Além disso, boa parte do total se encontra na região sudeste.

Apesar disso, o mercado para a profissão pode ser considerado em alta. Por exemplo, mais de 96% dos graduados trabalham na área.

Quais os passos para se tornar um periodontista?

A caminhada para ser esse profissional começa na faculdade de Odontologia, que dura cinco anos. A partir disso, o aluno passa 10 períodos estudando as partes teórica e prática.

Esse curso, no entanto, é muito disputado, o que requer dedicação para conseguir entrar. Bem como estar sempre com os estudos em dia.

Ao longo da graduação, o estudante terá contato com várias aulas relacionadas à Periodontia. Nesse sentido, é possível aprender tudo sobre as doenças periodontais e como tratá-las.

Próximo passo: o registro no CRO

Após se formar, o aluno deve obter o seu registro no Conselho Regional de Odontologia. Contudo, essa etapa não é difícil, já que cada estado tem um CRO disponível.

Fazer uma especialização para ser periodontista

E, por fim, mas não menos importante, é hora da de fazer uma especialização em Periodontia. Portanto, é preciso achar um curso reconhecido pelo Ministério da Educação com carga horária de 750 horas.

Depois de concluir esse passo, é preciso obter um novo registro, desta vez em Periodontia para poder atuar nessa função.

O que o periodontista recomenda

Veja algumas orientações que o periodontista oferece para uma melhor saúde bucal.

Dispense o tabaco

O tabaco possui várias substâncias que podem fazer mal à saúde do corpo. Logo, os dentes não estão de fora e podem sofrer consequências graves desse hábito.

Fumar, por exemplo, pode causar maior fragilidade dos tecidos e afetar a circulação sanguínea, o que prejudica a cicatrização.

Tenha o hábito de ir ao dentista

Outra dica crucial é não ir ao dentista só quando a situação está ruim. Então, para monitorar direito a sua saúde bucal, vá com uma certa frequência

Mantenha a saúde bucal em dia

Para evitar essas doenças, é válido ter a sua higiene bucal em dia, escovando os dentes sempre após as refeições. Não apenas isso, como usar escovas macias e pasta com flúor, além de usar o fio dental após a escovação.

Tudo o que o periodontista faz e mais um pouco

Ao longo do artigo, ficou claro quais as funções que um periodontista tem no cotidiano. A princípio, é uma pessoa capaz de fazer vários tipos de procedimentos em três situações.

O mercado também é um ponto que vale o destaque para ter noção do profissional. Por fim, as dicas que esses profissionais recomendam ajudam a manter os seus dentes e gengivas saudáveis.

Confira mais conteúdos como esse no Hora da Facul clicando aqui.

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 5 / 5. Contagem: 1

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.