O que o mercado de trabalho exige de um Arquiteto?

Tais Carra
Estrategista de marca, contadora de história e designer thinker com 9 anos de experiências em comunicação digital. Construí minhas experiências de forma bem diversificada envolvendo três áreas centrais: inovação, produto e marketing. Crio e escrevo semanalmente para diversas empresas. Meu trabalho é construir experiências e estratégias através de criação de texto útil e relevante para gerar ação, circularidade, e crescimento de receita.
1

Crédito: Photo by Andrea Piacquadio from Pexels

O que faz um arquiteto no dia a dia de trabalho? Que atividades o mercado de trabalho exige desse profissional? Veja nesse conteúdo!

O setor de arquitetura vem crescendo de forma consistente, segundo dados do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil. Mostra que o mercado vinha crescendo de forma acelerada. Sobretudo, nos três últimos anos com um crescimento de 2,5% em 2017, 5,4% em 2018 e 8,2% em 2019.

Basta olhar ao seu redor que o trabalho do profissional de arquitetura está em todos os lugares: das casas, cidades, estabelecimentos. Não é à-toa que é umas das graduações com bastante número de inscritos no Brasil. 

Neste post, vamos descomplicar sobre o mercado de arquitetura, assim como as oportunidades nesta carreira, as tendências da área. Confira!

O que é necessário para se tornar um arquiteto?

O que pode acabar gerando uma confusão aos estudantes é pensar que o arquiteto é o responsável apenas por desenhar projetos. Embora suas atribuições sejam muito maiores, ele precisa considerar variáveis como o tipo de solo, iluminação, legislação e uma série de requisitos para entregar seu trabalho.

Para seguir a carreira como arquiteto é preciso cursar o bacharelado em Arquitetura. O curso tem duração média de 5 anos. É oferecido nas principais instituições públicas e privadas do Brasil.

O aluno vai ter oportunidade de estudar de forma bastante variada, porque além das disciplinas já conhecidas de exatas e humanas. Durante o curso vai desenvolver habilidades de desenho, habilidades criativas e aprender mais sobre tecnologias da construção. 

Se você está pensando em ser arquiteto, pode estar curioso para saber qual é o caminho a trilhar? Não se preocupe nesse conteúdo reunimos aqui algumas informações que deixaram o processo mais fácil. Acompanhe!

Como está o mercado de arquitetura?

Em 2020, as atividades de desenho arquitetônico se mostraram cada vez mais necessárias. Foi o tipo de serviço que sofreu menos impactos com a pandemia do covid-19. 

Além disso, esses profissionais estarão cada vez mais aptos para demandas do futuro. Como é o caso das casas inteligentes, inteligência artificial, 3D e software que fazem projeções em segundos. 

Segundo o Conselho de Arquitetura e Urbanismo existem 106.038 arquitetos e urbanistas registrados. Do mesmo modo Arquitetura é uma área muito diversificada, o segmento que mais puxa os indicadores positivos desse setor é a construção civil. 

Outro fator que impulsiona o mercado e carreira de arquitetura é a possibilidade de empreender. Pois, a maioria dos concluintes de arquitetura optaram por abrir seus próprios espaços ou por oferecerem esses serviços de forma personalizada. 

Desafios do profissional de arquitetura

A era digital traz inúmeros desafios aos arquitetos. Como, por exemplo, surgimentos de novos nichos de mercado, novas tecnologias. Embora, muitos profissionais brasileiros estão a se preparar para o impacto que as tecnologias desenvolvidas vão apresentar. 

Devido à pandemia da covid -19, muitas casas viram empresa — O que dizer o home office é uma realidade do mundo. Mas nem sempre esses ambientes estavam preparados para essa mudança. A atuação do arquiteto é fundamental para repensar esses espaços. 

Quando pensamos em arquitetura é ir além do projeto. Pois, muitas vezes você lida com sonhos. Seja pela construção da primeira casa ou pelo projeto de uma empresa, escritório. Se trata de responsabilidade grande, não acha?

Se você está pensando em trabalhar nessa área, listamos alguns desafios e oportunidades que você irá enfrentar no seu setor no futuro em arquitetura. 

  • Lidar com ansiedade, preocupações na gestão de obras
  • Gerenciamento de obra, prazos, gestão de conflitos com os fornecedores
  • Concorrência de profissionais sem conhecimento técnico
  • Avanço digital, software de arquitetura

Diferenças entre Engenharia Civil ou Arquitetura

Por esses profissionais trabalharem em alguns casos juntos, pode ocorrer um pouco de confusão em relação às atribuições de cada um. Claro! São áreas diferentes, mas extremamente complementares. Vamos às diferenças!

Apesar de na graduação de arquitetura existirem muitas cadeiras de cálculo e exatas. A profissão tem formação mais em humanas e muito mais ligado às áreas criativas. Dessa forma é responsável pela estética, harmonização de ambientes, entre outros.

Já o profissional de engenheira civil, será responsável por definir diretrizes para que a implantação do projeto elaborado pelo arquiteto seja implantada. Como assim? Por exemplo, quantas vigas de sustentação são necessárias, quais materiais irão suportar o projeto.

Viu só existem bastante diversas entre as atividades! Mas a construção civil é um segmento de mercado muito importante. Sendo assim, há oportunidades para os dois profissionais.

Áreas em alta em arquitetura

Com certeza você já pensou, definir a graduação, mas em qual área posso me especializar? Quais áreas posso ser melhor remunerada, ou em qual há mais vagas?

Será que você conhece todas as possibilidades de atuação em arquitetura? Como você pode perceber ao longo do conteúdo, é uma carreira bastante versátil. Contudo, sofre influência diretamente da tecnologia. 

Ao fazer imersão no universo da arquitetura você vai ter noção melhor em relação ao dinamismo desse mercado. Existem áreas que sempre estão em alta em arquitetura, como é o caso do paisagismo e do gerenciamento de obras. Mas não se engane novos campos surgem. 

Você irá perceber que muito tem se falando em BIM ou Building Information Modeling, ou Modelagem. O que quer dizer é uma tecnologia que revolucionou a construção civil, serve para os profissionais criarem seus projetos em ambiente virtual de maneira mais rápida e eficaz. 

Continue lendo, separamos as áreas que mais estão em alta. Confira!

  • Planejamento urbano
  • Designer de projetos 3D
  • Pesquisador de materiais e técnicas
  • Paisagismo
  • Restauro de edifícios
  • Arquitetura promocional
  • Luminotécnica
  • Administração de Obra
  • Especialista em BIM

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 4.8 / 5. Contagem: 6

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.