O que são soft skills e por que elas são habilidades fundamentais?

Ana Cláudia Andrade Oliveira
Formada em Letras, Pedagogia, especialista em Neurociências e em produção de conteúdo Web.

Crédito: Foto de Sora Shimazaki no Pexels.

Você já ouviu falar de soft skills? Se você está procurando emprego ou mesmo se preparando para entrar no mercado de trabalho, é bom entender o significado desse termo. Isso porque as empresas que fazem seleção de funcionários estão dando muito valor para certas soft skills dos candidatos.

Continue a leitura e entenda o que são soft skills, quais são as mais procuradas e como desenvolvê-las. 

O que são soft skills e qual sua importância?

À primeira vista, os profissionais de recursos humanos utilizam o termo “soft skill” para definir as habilidades comportamentais das pessoas. Tratam-se de habilidades não-técnicas relacionadas a como você trabalha. São competências subjetivas, ou seja, difíceis de avaliar ou mensurar.

Mesmo assim, as soft skills são muito valorizadas pelas corporações, já que os traços da personalidade influenciam no ambiente do trabalho. Para uma empresa, é muito mais fácil treinar um funcionário para melhorar suas habilidades técnicas do que as comportamentais. Aliás, as habilidades técnicas são chamadas de hard skills.

Assim, é importante que você demonstre em primeiro lugar suas competências emocionais, as soft skills, e depois as técnicas exigidas para o cargo. Hoje, as habilidades comportamentais deixaram de ser desejáveis para as empresas, e passaram a ser essenciais.

Ainda mais, as hard skills, habilidades técnicas, estão pouco a pouco sendo executadas por máquinas e computadores. Mas habilidades como criatividade, pensamento crítico e motivação, apenas os humanos podem ter. Por isso são importantíssimas nas seleções de hoje.

Quais são as soft skills mais valorizadas pelas empresas?

Nesse ínterim, se você quer ter mais competitividade no mercado de trabalho, é importante conhecer quais são as habilidades comportamentais mais valorizadas. Se você tem essas habilidades, já sai na frente em qualquer seleção. Mas, se não tem, ainda dá tempo de desenvolvê-las.

Comunicação

Já brincou de telefone sem fio? Por mais que seja uma dinâmica batida, continua sendo perfeita para demonstrar a importância de uma comunicação eficaz. Uma pessoa que tem essa soft skill consegue transmitir qualquer mensagem de modo que as pessoas que a recebem entendam exatamente o que deveria ser dito. Dessa forma, os objetivos são alcançados de forma mais rápida e sem a necessidade de retrabalho. A comunicação eficaz envolve não apenas falar com pessoas, mas também a escrita correta e ouvir com atenção.

Criatividade

Antecipadamente, muitas pessoas logo relacionam criatividade com habilidades artísticas, mas não é bem assim. Qualquer profissão pode se beneficiar com uma pessoa criativa em sua equipe. A criatividade permite que as pessoas rapidamente enxerguem soluções inovadoras para a resolução de problemas. Como ninguém quer perder tempo, valorizam pessoas criativas. A boa notícia é que a criatividade pode sim ser adquirida e exercitada, com bastante estudo e experiência.

Empatia

Você já deve ter se encontrado numa posição em que teve que falar para alguém “ponha-se no meu lugar”. Pois bem, se você precisou falar isso, a outra pessoa não era empática. 

De acordo com isso, essa soft skill é a capacidade de compreender tão bem o que uma pessoa está pensando ou sentindo, que se torna capaz de também sentir o mesmo. É uma ótima habilidade para a vida pessoal, mas também muito importante para o trabalho, e eu explico o porquê. Um líder empático terá uma gerência mais empática, já que será capaz de compreender as necessidades da sua equipe. Dessa forma, terá uma liderança mais humana.

 Ainda mais, a empatia também permite entender melhor os anseios dos clientes e, assim, adaptar melhor seus produtos ou serviços a eles.

Ética

De antemão, não tem soft skill mais subjetiva que a ética. Uma característica impossível de ser ensinada ou aprendida, mas, por outro lado, muito valorizada em qualquer pessoa. A ética pode ser adquirida de várias formas: pela convivência familiar, através de exemplos de liderança, experiências em relacionamentos, influência na escola e nos trabalhos anteriores. As fontes são tão diversas que se impossibilita determinar exatamente como cada pessoa passou a agir com ética (ou não). 

Ainda mais, no ambiente de trabalho, a ética determina o comprometimento das pessoas com suas funções, o respeito às normas, a compreensão da política da empresa e a pontualidade. Hoje, no meio de tantos casos de corrupção e competição desleal, pode-se pensar que a ética já não é mais praticada. No entanto, ainda existem muitas pessoas éticas que, por terem uma competência considerada rara, são muito valorizadas pelas corporações.

Resiliência

Desde já, essa é uma habilidade muito falada, até mesmo fora dos ambientes de trabalho. Afinal, sendo uma habilidade emocional, pode ser usada no âmbito pessoal também. 

Basicamente, resiliência é a capacidade das pessoas de se recuperar de uma crise, problema ou adversidade. Para isso, é necessária muita maturidade psicológica. As empresas estão interessadas em pessoas resilientes porque são capazes de lidar bem com pressão, se adaptar a mudanças e lidar com problemas. 

Frequentemente, pessoas resilientes, em geral, já passaram por alguns maus bocados em sua vida, pessoal ou profissional, e aprenderam a tirar lições valiosas desses problemas, tornando-se mais maduras. Tenho certeza que até você, quando for líder, desejará pessoas assim na sua equipe.

Outras soft skills

Existem muitas outras soft skills valorizadas pelas empresas, a depender da função a ser realizada ou da área de atuação. Abaixo, conheça alguns exemplos e procure identificar quais você tem e quais precisa desenvolver:

 

  • Escrita
  • Flexibilidade
  • Liderança
  • Negociação
  • Organização
  • Persuasão
  • Planejamento
  • Relacionamento interpessoal
  • Resolução de problemas e conflitos
  • Trabalho em equipe
  • Trabalho sob pressão
  • Visão global

 

Como desenvolver as soft skills?

Conseguiu identificar as suas soft skills? É bem provável que você tenha um pouco de cada uma. As suas experiências pessoais, sua aprendizagem e seus pontos de vista podem ter ocasionado maior desenvolvimento em umas do que em outras. E está tudo bem! O desenvolvimento humano é contínuo e todas as suas habilidades podem ser aprimoradas.

Assim, eis aqui algumas sugestões de como aperfeiçoar as suas soft skills:

  • Aproxime-se de especialistas: você pode até sentir um peixe fora d’água, mas sair da zona de conforto é essencial para quem quer crescer. Então aprenda com os mestres.
  • Aprenda com as crises: já pensou na quantidade de pessoas que precisaram desenvolver novas habilidades durante a pandemia? Reinventar-se durante crises é essencial para o crescimento. Quando estiver em uma, foque nas lições a aprender.
  • Abrace os desafios: no trabalho, ofereça-se para liderar novos projetos, sugira melhorias. Nos estudos, candidate-se a ser representante, envolva-se com os projetos paralelos da escola. Desafios provam suas habilidades e são pratos cheios para quem quer aprender coisas novas.

Enfim, agora que você já conhece as soft skills mais procuradas pelos recrutadores e já identificou a sua, não tenha vergonha de colocar no seu currículo. Não importa quais são, elas são fruto das suas experiências e valores, por isso devem ser valorizadas. E, se você não valorizá-las primeiro, quem vai?

Veja também: testes vocacionais: como eles podem ajudar você? 

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.