Principais áreas de atuação da Engenharia Elétrica

Isabella de Andrade
Colaborador do Hora Da Facul

As carreiras em Engenharias estão entre as mais bem pagas do Brasil e uma das boas opções de formação nessa área é a de Engenharia Elétrica. A profissão está entre as atividades essenciais para a sociedade, afinal, como seria a vida moderna sem as diversas funções relacionadas à energia? E todas elas estão relacionadas ao campo de atuação do engenheiro eletricista. Por isso, hoje preparamos algumas dicas essenciais sobre as áreas de atuação na Engenharia Elétrica.

O ser humano conseguiu progredir em diversas áreas justamente graças à eletrônica e à eletricidade. Educação, saúde, construção, entretenimento, tudo está conectado à Engenharia Elétrica desde a base. Pensando de maneira mais geral, entre as diversas áreas de atuação da Engenharia Elétrica, um engenheiro dessa área planeja, constrói e mantém sistemas capazes de gerar, transmitir e distribuir energia elétrica. O objetivo principal é garantir que a energia chegue para toda a população de forma segura e com qualidade.

O mercado para o Engenheiro Elétrico é promissor para diversas das principais áreas de atuação da Engenharia Elétrica. Além disso, é diverso e está sempre aquecido. Vale lembrar que essa é a terceira das engenharias mais bem pagas do país, estando entre as profissões mais bem remuneradas de maneira geral. Então, se você está animado para seguir a carreira, vamos conhecer quais são algumas das melhores áreas de atuação.

Ainda dá tempo de se organizar em 2021!

 

Preparamos um planner para você não deixar nada passar

Quais são as principais áreas de atuação da Engenharia Elétrica?

  1. Construção Civil
  2. Sistemas Eletrônicos
  3. Automação
  4. Telecomunicações
  5. Fornecimento de Energia Elétrica
  6. Sistemas de Controle
  7. Eletrotécnica
  8. Engenharia Biomédica e Setor Hospitalar
  9. Instrumentos de Medição
  10. Desenvolvimento de Hardware

Construção Civil

Sabia que um Engenheiro Eletricista também trabalha na Construção Civil? Nesse caso, ele será responsável pela projeção de circuitos elétricos em obras e reformas. Além disso, o profissional pode elaborar plantas para indústrias de geração de energia.

 Sistemas Eletrônicos

Nessa área o engenheiro vai desenvolver dispositivos e componentes eletrônicos que utilizam semicondutores em seu funcionamento. Eles podem ser de diferentes tamanhos e formas. Além disso, o engenheiro aqui está apto a criar placas eletrônicas que garantem o funcionamento de diversos equipamentos de uso doméstico ou industrial. Com o avanço da tecnologia essa área tem cada vez mais demanda.

Automação

Aqui o profissional pode trabalhar fazendo adaptações em plantas elétricas de edifícios, por exemplo, para que eles comportem sistemas automatizados. Outra possibilidade é planejar e desenvolver estruturas de automação elétrica para indústrias.

Em dúvida sobre escolher Engenharia Elétrica EAD ou presencial?

Preparamos um quiz especial para você

 Telecomunicações

O aumento de redes de telefonia móvel e internet no país impactou de maneira direta a atuação do Engenheiro Elétrico nessa área. Já imaginou a quantidade de redes disponíveis para o trabalho? Nessa área o profissional desenvolve as redes de transmissão e equipamentos para estabelecer a comunicação em rede.

Fornecimento de Energia Elétrica

Nesse campo o engenheiro pode atuar na criação de hidrelétricas, usinas solares e eólicas. Ele é responsável por definir o dimensionamento de turbinas, além disso, contribui em sistemas de armazenamento e também trabalha com redes de transmissão.

5 áreas da Engenharia Elétrica que provavelmente você não conhecia

Reunimos na segunda metade da nossa lista entre as principais áreas de atuação da Engenharia Elétrica algumas áreas menos conhecidas. Quer saber um pouco mais sobre elas? Antes, vale lembrar que entre as principais empresas que contratam esses profissionais estão as usinas, subestações e linhas de transmissão. Além disso, empresas de telecomunicações, construtoras e indústrias que fabricam sistemas elétricos ou de automação.

  1. Sistemas de Controle
  2. Eletrotécnica
  3. Engenharia Biomédica e Setor Hospitalar
  4. Instrumentos de Medição
  5. Desenvolvimento de Hardware

Sistemas de Controle

Essa é uma área muito importante de trabalho, já que todo processo industrial vai precisar da ajuda de um engenheiro elétrico. Os sistemas de controle são responsáveis por garantir o pleno funcionamento de equipamentos diversos. Como, por exemplo, colunas de destilação e máquinas elétricas. Baita responsabilidade.

 Eletrotécnica

Essa área é recomendada para quem gosta de estudar fenômenos físicos e que quer saber de perto sobre a parte técnica. A eletrotécnica trabalha com a criação e conservação de sistemas elétricos nas usinas, além de redes de distribuição de energia.

 Engenharia Biomédica e Setor Hospitalar

Lembra quando falamos que a área de Engenharia Elétrica poderia ser muito diversa? Aqui está mais um ótimo exemplo. Os engenheiros dessa área podem trabalhar também com Engenharia Biomédica e no Setor Hospitalar. Nesse caso, o profissional trabalha com a fabricação e manutenção de equipamentos hospitalares avançados, que precisam da atuação de um engenheiro eletricista.

  Instrumentos de Medição

Esse campo pode transitar por diferentes espaços, já que diversas áreas contam com o apoio de instrumentos para suas rotinas profissionais. Logo, um bom exemplo são os trabalhadores de empresas que fornecem energia, eles precisam de aparelhos para medir a tensão da rede.

 Desenvolvimento de Hardware

Essa é uma área com demanda crescente de profissionais capacitados. Nesse caso, os profissionais de Engenharia Elétrica podem desenhar e projetar circuitos integrados destinados a sistemas de computação, sendo eles hardware ou software.

O que mais é importante saber sobre a Engenharia Civil?

Por fim, vale lembrar que a Engenharia Elétrica está em alta no mercado, principalmente pela questão da sustentabilidade. Além disso, esse campo de estudos e trabalho é importante para o desenvolvimento de fontes mais limpas de energia. O profissional pode realizar o planejamento, supervisão e a execução de projetos. Um Engenheiro Elétrico pode atuar em todas as áreas onde a transmissão de sinais elétricos se faz presente.

É importante não confundir com a Engenharia Eletrônica, já que o Engenheiro Elétrico vai se dedicar, principalmente, às redes elétricas, aos circuitos e aos sistemas de geração de eletricidade. É, enfim, uma ótima área para quem gosta e se dá bem na área de exatas, tem interesse em trabalhar com energia e, ainda, quer contribuir para o pleno desenvolvimento e crescimento da sociedade.

Agora que você já conhece um pouco mais sobre as áreas de atuação na Engenharia Civil, é importante estudar e pesquisar a fundo as áreas que te despertaram mais interesse. Assim você pode se planejar para escolher aquela que combina melhor com o seu perfil profissional, o seu planejamento de estudos e as suas metas de carreira.

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.