Quais carreiras de Odontologia têm carência de profissionais?

Ana Cláudia Andrade Oliveira
Formada em Letras, Pedagogia, especialista em Neurociências e em produção de conteúdo Web.

Crédito: Foto de Anna Shvets

Você sabe quais as carreiras de odontologia que possuem mais carência de profissionais? Quando falamos dessa área, é comum pensar que é uma profissão muito habitual, com saturação de profissionais. Afinal, existem muitos consultórios por todos locais. Contudo, existem outras áreas da odontologia que você pode trabalhar.

Neste artigo você encontrará informações relevantes sobre as carreiras de odontologia que poucas pessoas conhecem. Você pode encontrar a oportunidade de atuação que tanto deseja. Confira baixo:

Conheça mais sobre a área de odontologia

Quem deseja se formar em odontologia ou quem já se formou, normalmente tem interesse em montar a própria clínica. Outros, desejam atuar em diferentes áreas.

Vai fazer vestibular para Odontologia?

Descubra se você sabe tudo sobre o curso

Nesse sentido, durante o curso, o estudante passará a conhecer essas áreas e, futuramente, poderá se especializar em uma ou várias especialidades. Veja em quais áreas você pode atuar:

Endodontia: essa área cuida do tratamento de lesões e doenças no nervo e raiz do dente. Muito conhecido como tratamento de canal.

Estomatologia: aqui o tratamento é com base no sistema estomatognático, constituído pelos:

  • lábios;
  • mucosa oral;
  • dentes;
  • palatinas;
  • glândulas salivares;
  • E as demais estruturas da orofaringe.

Nessa área, o profissional tem como foco diagnosticar, prevenir e tratar doenças que atacam esse sistema.

Restauradora: tem como função realizar procedimentos para clarear e corrigir a estética dos dentes.

Ortodontia: área responsável por indicar o uso dos aparelhos para corrigir a posição dos dentes e a mordida.

Implantodontia: realiza implante de próteses dentárias e os pinos, dessa forma, restaura espaço que estão ausentes de dentes.

Periodontia: tratamento de processos inflamatórios e infecciosos.

Odontologia Legal: nesta área, o profissional trabalha com a identificação de cadáveres através da arcada dentária. 

Traumatologia e Cirurgia: realiza cirurgias para recuperar o aparelho mastigatório.

Odontopediatria: assim como existem os pediatras, a área da odontopediatria foca na saúde bucal das crianças. Dessa forma, o profissional  precisa “levar jeito” com o atendimento às crianças.

Áreas carentes de profissionais

Agora que você conheceu quais áreas um dentista pode atuar, você precisa conhecer quais carreiras de odontologia têm  mais carência de profissionais. Conhecer essas áreas pode proporcionar a você alguns benefícios como a facilidade para ingressar e construir sua carreira sem muita concorrência, além de poder tratar e ajudar mais pessoas.

Geralmente, quando uma área é muito específica, você já tem um público pré-definido e até pode cobrar um pouco mais por seus serviços. Conforme o Conselho Federal de Odontologia, essas são as áreas com mais carência, veja:

  • Odontologia do esporte;
  • Homeopatia;
  • Prótese buco-maxilo-facial;
  • Odontogeriatria;
  • Acupuntura;
  • Patologia oral e maxilo-facial;
  • Odontologia Legal;
  • Odontologia para pacientes que possuem necessidades especiais.

Algumas dessas categorias ainda são consideradas novas, como homeopática e odontologia do esporte, por exemplo. Mas ao olhar para essa lista, você pode perceber como elas são importantes e desempenham um papel importante para a saúde humana. 

Juntamente com as diversas possibilidades de atuação na odontologia, o mercado de trabalho também possibilita atuar em inúmeros locais, como:

  • Hospitais;
  • Clínicas odontológicas;
  • Cooperativas;
  • Postos de saúde;
  • Sindicatos;
  • Escolas;
  • E claro, ter o seu próprio consultório.

Embora nas grandes cidades o número de clínicas esteja crescendo, ainda há locais carentes de tais profissionais. Por exemplo, cidades rurais não têm tanto acesso a esse tipo de atendimento. Dessa forma, há oportunidades para além das grandes cidades. 

O que é preciso para ser dentista?

Para trabalhar na área de odontologia é preciso fazer uma graduação. Você receberá a habilitação em bacharelado. Normalmente, o curso dura em média 5 anos.

Ao decorrer do curso, você vai aprender sobre as áreas já citadas nos tópicos anteriores. E poderá se identificar com quais carreiras de odontologia você deseja seguir.

Ainda mais, a graduação focará, basicamente, no estudo da saúde da boca; ossos da face; mandíbula e maxilar.

Quando se trata da grade de disciplinas do curso, isso pode variar de acordo com cada faculdade. Mas basicamente, você também vai precisar estudar:

  • Estética dental;
  • Implantodontia;
  • Anatomia;
  • Endodontia Clínica;
  • Entre outras matérias voltadas para a clínica e atenção ao idoso, à criança e ao adulto.

Enfim, fica claro que, para atuar nesta área, é preciso gostar de assuntos voltados para a saúde e ter paciência e jeito ao lidar com pacientes. 

O curso de odontologia conta com muitas aulas práticas para complementar o estudo teórico. Concluindo o curso, possivelmente você realizará a apresentação do TCC.

Indo além da esfera privada, outra possibilidade na carreira de odontologia é a de prestar concurso na área. Ou seja, você pode se tornar um funcionário público.

Além de trabalhar em hospitais e postos de saúde, você pode trabalhar em outros lugares. Por exemplo, há concursos nessa área para o Exército, Marinha e Aeronáutica.

Se você tem interesse em seguir carreira como servidor público, essas são ótimas oportunidades. Fique ligado em editais e veja as informações sobre as provas!

Conheça os salários do dentista

A princípio, não é possível precisar o salário de um dentista, pois os valores podem variar de estado para estado. Temos também as diferentes especialidades que alteram o valor do salário.

Sendo assim, o que se pode dizer, é que as áreas com mais destaque no mercado nos últimos anos são:

  • Ortodontia;
  • Prótese dentária;
  • Implantodontia;
  • Dentística;
  • Cirurgia e traumatologia buco-maxilo-facial.

Vale lembrar que a maioria desses profissionais não recebem um salário fixo. Ou seja, o valor é variável dependendo do mês, quantidade de clientes e tratamentos realizados.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo IPEA – Pesquisa Econômica Aplicada, a odontologia é uma das áreas mais rentáveis. De acordo com a média nacional, o salário pode chegar a R$5.367,00 por mês.

A seguir, veja alguns salários considerando o mínimo que um dentista pode receber.

Salários:

  • Dentista: R$2.000,00
  • Ortodontista: R$3.471,00
  • Ortodontista pediatra: R$3.150,00
  • Cirurgião dentista: R$4.378,00

Como você pode ver, seguir essa carreira é uma ótima opção. Opções não faltam, você pode optar pelas carreiras de odontologia que tem mais carência de profissionais. 

Portanto, não deixe de se informar para saber em quais lugares você se identifica mais para  atuar.

Por fim, independentemente de qual área você seguir, tenha como objetivo oferecer o melhor serviço e tratamento às pessoas.

Ficou interessado na área? Continue lendo Tudo sobre a faculdade de Odontologia.

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.