Qual a média salarial de um profissional de Arquitetura de Dados?

Ana Cláudia Andrade Oliveira
Formada em Letras, Pedagogia, especialista em Neurociências e em produção de conteúdo Web.

Crédito: Foto de Markus Spiske no Pexels.

A princípio, deve-se pontuar que a arquitetura de dados é uma das áreas mais promissoras do mercado. Ainda, é considerada uma das profissões do futuro. Mas, afinal, qual é a média salarial de um profissional de Arquitetura de Dados?

Poucas pessoas sabem, mas essa é uma das áreas mais bem pagas do Brasil e do mundo. Haja visto, que ela está diretamente relacionada com a tecnologia. Assim, muitas empresas buscam por alguém que trabalhe como arquiteto de dados.

Neste post você encontrará, para além da média salarial de um arquiteto de dados, os principais requisitos para descobrir se essa profissão é para você!

todas as informações sobre a carreira de arquitetura de dados. Descubra qual a média salarial, principais requisitos e se essa profissão é para você! 

Qual a média salarial de um arquiteto de dados?

De antemão, o salário, assim como outros benefícios, podem variar de acordo com cada empresa.

Veja a seguir a lista com a média salarial conforme o nível de experiência e tamanho da empresa.

Empresa de pequeno porte:

  • Trainee: R$ 4.834,26
  • Junior: R$ 6.042,83
  • Pleno: R$ 7.553,54
  • Sênior: R$ 9.441,93
  • Master: R$ 11.802,41

Empresa de médio porte:

  • Trainee: R$ 6.284,54
  • Junior: R$ 7.855,68
  • Pleno: R$ 9.819,60
  • Sênior: R$ 12.274,50
  • Master: R$ 15.343,13

Grande empresa: 

  • Trainee: R$ 8.169,90
  • Junior: R$ 10.212,38
  • Pleno: R$ 12.765,48
  • Sênior: R$ 15.956,85
  • Master: R$ 19.946,06

Sob este ponto de vista, percebe-se que o salário é bem interessante. Principalmente para quem é iniciante na carreira. Por exemplo, um estagiário na área pode ganhar em média entre R$ 1.800 a R$ 2.000, para além dos benefícios.

Ainda, uma das principais vantagens dessa carreira é que existe a possibilidade de trabalhar home office. Também, você tem grandes chances de conseguir atuar em empresas internacionais.

Onde pode trabalhar o profissional de arquitetura de dados

Sobretudo, vale ressaltar que por fazer parte da área de tecnologia essa é uma carreira bastante promissora para o profissional. Esta, é considerada uma das carreiras do futuro, considerando que especialistas precisam de um sistema tecnológico.

Ademais, muitas investem pesado nesse ramo, principalmente e-commerce. Sendo assim, há muitas empresas em busca desse tipo de profissional.

Um arquiteto de dados pode trabalhar em diversos lugares, como:

  • Bancos;
  • Empresas de pesquisa de mercado;
  • Agências de publicidade;
  • Indústrias;
  • Pequenas empresas;
  • E muito mais.

Mesmo sendo da área de tecnologia, este profissional pode atuar em outras áreas, como: 

  • Educação;
  • Saúde;
  • Marketing;
  • Logística;
  • Vendas;
  • Entre outras

Além do profissional ter oportunidade de trabalhar na área privada, ele também pode trabalhar na área pública. Caso tenha interesse na área pública, não deixe de acompanhar os editais. 

Sendo assim, não faltam oportunidades de emprego para um profissional de arquitetura de dados. Atualmente, esta não é uma vaga extremamente concorrida, pois ainda faltam profissionais qualificados. Mas, em um futuro não tão distante, isso pode mudar.

De acordo com dados da CAGED, entre janeiro e setembro de 2020 houve um aumento de 11,29% em contratações formais. Ou seja, a contratação foi com carteira assinada. Isso mostra o quanto essa carreira está crescendo no mercado.

Sendo assim, se você tem interesse em seguir nesta carreira aproveite a oportunidade. Qualifique-se agora, pois as vagas podem tornar-se cada vez mais concorridas.

Qual a formação de um arquiteto de dados?

Apesar de ser uma vaga bastante requisitada, são poucas as faculdades que oferecem graduação nessa área. Um profissional nessa área pode vir de diversas graduações. Por exemplo: Matemática ou Estatística, mas necessita-se de especializações.

Também, uma das faculdades que oferecem esse curso é a Unopar. O diploma é uma graduação em tecnólogo de Arquitetura de Dados, com 2 anos e meio de duração.

Outra faculdade que oferece esse curso é a Faculdade Anhanguera. Nesta, a duração do curso também é de 2 anos e meio.

Assim, pesquise por faculdades que oferecem esse curso e veja quais as modalidades de ensino. Nelas, você pode optar por estudar presencialmente ou online.

Neste contexto, você pode – e deve – fazer uma pós-graduação na área. É muito importante seguir com especializações, pois o mercado tecnológico vive sob constante atualização. Portanto, novidades sempre surgem. E, quem não se especializa, acaba ficando para trás.

Dicas de como se especializar em arquitetura de dados

A graduação e a pós-graduação são extremamente importantes para quem quer seguir nessa carreira. Porém, há outras certificações que podem complementar o seu currículo. 

Algumas empresas podem exigir essas certificações, então veja o que é interessante para você começar.

Confira abaixo a lista com algumas das certificações mais exigidas:

  • Data Analytics com certificação;
  • IBM Certified Data Engineer – Big Data;
  • IBM Certified Archtect – Big Data;
  • Amazon Web Services (AWS) Certified Data Analytics – Specialty;
  • Cloudera Certified Professional (CCP): Data Engineer;
  • Google Professional Data Engineer;
  • Cloudera Certified Associate (CCA) Spark and Hadoop Developer;
  • SAS Certified Big Data Professional;
  • Data Science Council of America (DASCA) Associate Big Data Engineer
  • Desenvolvedor HDP Apache Spark;
  • Desenvolvedor HDP Big Data Hadoop;
  • Hortonworks Certified Associate (HCA)

Essas são certificações que podem ser exigidas, mas não se preocupe em ter todas elas. Se você tem interesse em alguma dessas áreas em específico, veja o que faz mais sentido para você e o que está em alta no mercado. Também, faça uma pesquisa com as certificações mais exigidas através dos sites de emprego.

Características e habilidades de um profissional de arquitetura de dados

Assim como outras áreas, uma das principais características de um profissional na arquitetura de dados é buscar se inovar constantemente. Essa carreira está na área de tecnologia, sendo assim, constantemente há mudanças e avanços no setor. 

Sobre as habilidades, o profissional precisa ter conhecimento da língua inglesa. De preferência que tenha o nível fluente, para iniciantes pode ser o nível intermediário.

Também, o profissional que não busca se especializar tem grandes chances de perder ótimas oportunidades. Dessa forma, não se acomode. Busque ler, informar-se e pesquisar por novas tendências.

Ainda, é preciso também ter uma comunicação clara e eficaz. Saber trabalhar em equipe é fundamental.

Entre as responsabilidades de um arquiteto de dados estão:

  • Projeto de grandes bancos de dados relacionais;
  • Trabalhar com desenvolvimento de estratégias de arquitetura de bancos de dados;
  • Estabelecer fluxos de dados e processos ETL;
  • Organização de informações e dados;
  • Entre outras funções.

Fica claro, portanto, que tornar-se arquiteto de dados pode ser muito interessante. Sendo esta, uma carreira promissora e com excelente média salarial.

Se você tem dúvidas sobre qual modalidade de curso escolher, confira agora as diferenças entre as modalidades.

Gostou do nosso conteúdo? Deixe um comentário com as suas dúvidas e observações.

Até mais!

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 3.7 / 5. Contagem: 3

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.