Quanto ganha um agrônomo no Mato Grosso?

Felipe Cortinas
Comunicador, jornalista, documentariasta e analista de marketing. Especializado em SEO e em estratégias de marketing inbound.Experiência como social media e criação de designs e vídeos em campanhas publicitárias.Gerenciamento de campanhas de Google Ads e SEO Local. Criação de sites e lojas online.Fotógrafo de eventos, videomaker e documentarista.
1

Um agrônomo atua em diversos setores e tipos organizacionais. No cenário nacional, o centro do Brasil é a “menina dos olhos” dos estudantes de agronomia. Mas, afinal, quanto ganha um agrônomo no Mato Grosso?

O salário de um engenheiro agrônomo recém-formado é uma curiosidade daqueles que buscam entrar neste ramo. Nesse sentido, é preciso saber que o profissional pode atuar em todas as etapas dos processos de agronegócio, desde a produção, até a distribuição de diversos produtos, aumentando assim, as possibilidades no mercado de trabalho.

A produção agrícola recebe cada vez mais destaque na Economia nacional. O PIB (Produto Interno Bruto) de 2021 indica que, 21% dos valores totais são ocupados com o agronegócio. Assim, quando o store é a Agronomia, certamente, a remuneração será mais elevada.

Vai prestar vestibular para Agronomia?

Descubra qual área mais combina com você

 

Ainda, para além de todos esses atrativos fatores, o mercado está precisando de agrônomos, sabia? Ou seja, mais demanda é igual a mais oportunidades para a sua inserção no mercado.

Continue a leitura para conferir todos os detalhes da carreira de um agrônomo.

Quanto ganha um agrônomo no Brasil?

Segundo a legislação brasileira, o salário médio de um profissional formado em Agronomia é de R$7.097,01 por mês. Ainda, há outras formas de calcular o salário-base mínimo de um agrônomo; basta contabilizar 6 salários mínimos conforme a economia. É, é isso mesmo que você está pensando: um engenheiro agrônomo tem uma das médias mais altas dentre as profissões.

Já o piso salarial da categoria pode variar cerca de entre R $3.500 e R $12.850. Contudo, depende do porte da empresa na qual os serviços serão prestados. Quanto maior a empresa, maior o salário, respectivamente.

Agora, confira alguns valores do salário de um agrônomo em uma empresa de médio porte. Os dados foram retirados do site Educa Mais Brasil, 2021.

  • Engenheiro agrônomo trainee: R$ 3.138,28
  • Engenheiro agrônomo júnior: R$ 3.922,85
  • Engenheiro agrônomo pleno: R$ 4.903,56
  • Engenheiro agrônomo sênior: R$ 6.129,45
  • Engenheiro agrônomo master: R$ 7.661,81

Diferença salarial por estado

O estado no qual o agrônomo prestará os seus serviços é um fator determinante do piso ou teto salarial. Para além do cargo exercido, cada estado possui seu próprio piso salarial determinado pelos sindicatos regionais de Agronomia. Os salários, por sua vez, variam bastante por região. Confira abaixo:

  1. São Paulo: R $8.489
  2. Goiás: R $ 7.319
  3. Paraná: R $7.301
  4. Rio Grande do Sul: R $5.252

Os valores de salário estão ligados com a jornada de trabalho. Dessa forma, os que trabalham de forma regular com uma média de oito horas diárias, possuem salários diferentes – e geralmente maiores, daqueles que prestam serviços intermitentes. Segundo o site Jobbydoo, o teto salarial que a categoria pode vir a receber, está no valor de R$19.000,00.

Ainda, nota-se que os maiores salários, concentram-se nas áreas de gerenciamento de lavouras e linhas de produção alimentícia. Estes, justamente estão em efervescência no centro do país.

É possível dizer que, os salários que contemplam funções administrativas e comerciais, estão concentradas nas grandes cidades. Dessa forma, nos processos de divisão de trabalho, não há a necessidade de um agrônomo frequentar pessoalmente a linha de produção ou a fazenda. Nos tempos de hoje, essas funções podem facilmente ser realizadas de modo remoto.

Quanto ganha um agrônomo no Mato Grosso?

Os engenheiros agrônomos no Mato Grosso, em grande parte, atuam na execução de atividades agropecuárias. Estas, podem englobar produção, armazenamento e comércio de soja.

Por falar em soja, a exportação deste produto é uma das maiores economias do Brasil. No ano de 2020, vendeu-se mais de 10 milhões de toneladas do protudo, segundo a Abiove. Dentre os compradores, a China merece destaque, sendo o maior deles.

Ainda, a densidade de demanda concentra-se na cadeia de produção de soja. O produto ocupa grande parte do território agrícola nacional, sendo a média salarial dos agrônomos na região, um pouco maior que R$6,622,00. Mas, o teto da remuneração é de R$13.307,00 para uma jornada de trabalho de 43 horas semanais.

Conforme a Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado de Mato Grosso (Aprosoja) veremos as últimas vagas mais exigidas para a carreira de agrônomo no Mato Grosso e o quanto cada uma ganha em média:

  • Analista de projetos: R$3.528/mês
  • Estágio em Agronomia: R$1.000/mês
  • Assistente de projeto: R$2.000/mês
  • Engenheiro agrônomo (irrigação): R$4.150
  • Gerente comercial: R$6.151
  • Técnico agrícola R$2.226

No Brasil, os estados Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, são aqueles com maior demanda de profissionais da agronomia. Embora, se forcarmos nos empregos que proporcionam os melhores salários, pode-se mencionar o representante de vendas do setor. A razão disso, é que a cada venda realizada – e muitas têm valores altíssimos! – a comissão é proporcional. Além disso, os produtos disponibilizados são diversos, desde sementes e fertilizantes a agrotóxicos e maquinários agrícolas.

Mas é claro que, quando tratamos de um recém-formado, as vagas de nível júnior e trainee serão a porta de entrada no mercado de trabalho da categoria. Além disso, seus salários iniciais são, em grande parte, satisfatórios. Por isso, empolgue-se!

Quais os setores que mais contratam um engenheiro agrônomo no Mato Grosso?

A princípio, devemos destrinchar as áreas da Agronomia com maiores possibilidades de contratação. Esses dados, são fundamentais para graduandos que pretendem uma inserção profissional.

Diante do contexto, foram retiradas informações do CNAE – (Classificação Nacional de Atividades Econômicas) juntamente à Receita Federal. Através disso é possível qualificar os setores que mais contratam atualmente na região, além de suas respectivas médias salariais para um maior conhecimento prévio. Confira:

  • Comércio varejista de outros produtos: 16.074,41
  • Comércio atacadista de mercadorias em geral, predominância de insumos agropecuários: 8.882,00
  • Comércio atacadista de defensivos agrícolas, adubos, fertilizantes e corretivos do solo; 7.413,00
  • Comércio atacadista de cereais e leguminosas beneficiados: 8.458,00
  • Serviços de agronomia e de consultoria às atividades agrícolas e pecuárias: 6.563,27
  • Cultivo de soja: 6.563,27

Ademais, para ingressar no mercado como agrônomo no Mato Grosso, é necessário para além do diploma, disponibilidade para viajar. Essas viagens têm como destino reuniões com clientes, feiras e propriedades que serão estudadas em função das atividades agrícolas. Dessa forma, falar outros idiomas sofistica e abre portas para a sua colocação no mercado, já que é uma área relacionada à exportação.

Por fim, um agrônomo atuante no Mato Grosso, consegue explorar vários cenários. Este profissional, pode ser especialista em solos, fertilizantes, estocagem, vendas, entre outros. Todos os processos agrícolas podem ter um especialista no setor de ação. Assim, criam-se chances para novas pessoas seguirem adentrando neste segmento que cresce exponencialmente na economia brasileira.

Mas esse papo não acaba aqui. Confira os links abaixo e dê continuidade na sua pesquisa:

https://horadafacul.vestibulares.com.br/noticias/6-habilidades-mais-importantes-para-area-de-agronomia/

https://horadafacul.vestibulares.com.br/faculdades/recomendacoes-de-livros-da-area-de-agronomia/

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.